Richard Matheson (1926-2013)

Richard Matheson

O Gênero Fantástico perdeu um dos seus maiores representantes no dia 23 de junho de 2013 aos 87 anos. Richard Burton Matheson foi uma das grandes influências da Ficção Científica e do Horror no século XX com obras significativas, que receberam adaptações clássicas e inesquecíveis! Nascido em Allendale, New Jersey, em 20 de fevereiro de 1926, esse genial escritor cresceu no Brooklyn e se formou na Brooklyn Technical School em 1943. Foi soldado de infantaria da Segunda Guerra Mundial, onde teve contato com a morte e degradação humana, temas que viriam a ser explorados em seus contos. Em 1949, conseguiu seu bacharelado em jornalismo pela Universidade de Missouri-Columbia. Dois anos depois, mudou-se para a Califórnia, onde casou-se e teve quatro filhos. Foi nesse período que o autor conseguiu sua primeira publicação oficial, com o conto “Born of Man and Woman” na The Magazine of Fantasy and Science Fiction, já deixando evidente seu gosto pelo sobrenatural, embora já tenha deixado claro o quanto não acreditava nas histórias que escrevia.

Matheson provou ser um excelente contador de histórias, muitas delas surpreendentes como Deadline (1959) e Button, Button (1970) – este último servindo de inspiração para um episódio da série Além da Imaginação além do filme A Caixa. Aliás, muitos dos segmentos marcantes da série em sua primeira fase foram escritos por Matheson com o apoio do criador Rod Serling. Quem não se lembra do final do episódio Os Invasores, quando o público descobre que os inimigos somos nós mesmos? Ele também desenvolveu as ótimas ideias de Terceiro Planeta do Sol, A Nave da Morte, O Seu Mundo Particular – já com características sarcásticas que o público também veria em O Corvo (1963) e, principalmente, Farsa Trágica (1964) -, Pesadelo nas Alturas, entre outros. A parceria com Serling também se estenderia para Night Gallery (1972) em dois episódios, No Limite da Realidade (1983) e Zona do Crepúsculo (1994), além, é claro, do reboot de Além da Imaginação na década de 80. As séries Lawman (1960-1962) – com 6 episódios – e Ghost Story (1972-1973) – em 22 segmentos – também foram escritos por Richard Matheson.

Spielberg também foi beneficiado por uma obra de Matheson através de seu filme de estreia, Encurralado (1971), envolvendo outro tema recorrente: a paranoia em relação ao cotidiano, transformando-se em algo ameaçador. Seu romance The Shrinking Man também daria vida ao clássico O Incrível Homem que Encolheu (1957) e posteriormente a versão feminina em 1981, no primeiro filme para o cinema de Joel Schumacher. Outra obra inspiradora foi I am Legend, publicado em 1954, que possibilitaria a realização de Mortos que Matam (1964), A Última Esperança da Terra (1971), Eu Sou a Lenda e A Batalha dos Mortos (2007), e também a obra-prima de George Romero A Noite dos Mortos-Vivos, de 1968.

Até mesmo Edgar Allan Poe teve adaptações de sua autoria: A Casa de Usher (1960), Mansão do Terror/O Poço e o Pêndulo (1961), Muralhas do Pavor (1962) e O Corvo (1963). Para a Hammer, Matheson contribuiria com As Bodas de Satã (1968), tendo Christopher Lee como protagonista – não como Drácula, já o autor optou por Jack Palance no filme de 74. Os mais novinhos devem ter esbarrado em filmes interessantes como Amor Além da Vida (1998), Ecos do Além (1999), e o recente Gigantes de Aço (2011), que também foi escrito para a série Além da Imaginação.

Para você entender a força do nome Richard Matheson basta saber que o “Rei dos Filmes B“, Roger Corman, dizia que seus rascunhos de roteiro já eram quase perfeitos para a filmagem; enquanto Stephen King já assumiu em entrevistas que o considerava entre os favoritos de sua estante pessoal. Anne Rice disse certa vez que o conto “A Dress Of White Silk” foi a sua inspiração para escrever sobre vampiros e o sobrenatural; e que dizer das palavras do magnífico Ray Bradbury nomeando-o como um dos maiores escritores do século XX?

Por esses trabalhos fundamentais e muitos outros, Richard Matheson entra facilmente na galeria dos grandes escritores do gênero fantástico de todos os tempos ao lado de H.G.Wells e Philip K. Dick, contribuindo tão significativamente quanto George Orwell para a literatura universal. Uma mente criativa e absolutamente genial, que poderia facilmente receber, sem necessidade de modéstia, a seguinte inscrição em sua lápide: I Am Legend!

Curiosidades

– No jogo Silent Hill existe uma rua com o nome do escritor.
– Em Arquivo X, o senador Richard Matherson é uma homenagem ao autor.
– A ideia para o livro I Am Legend surgiu depois que ele assistiu Drácula, de Tod Browning. Ele achava o vampiro assustador, mas imaginava que podia ser pior encarar um mundo repleto deles.
– Ele quase escreveu o roteiro de Os Pássaros, de Alfred Hitchcock, mas houve um conflito de opiniões quando Matheson achava que os animais deviam aparecer pouco no filme, enquanto o Mestre do Suspense queria vê-los em bando.
– O roteiro de Tubarão 3 foi radicalmente alterado pelos produtores. No original, não envolveria um parque temático ao estilo Sea World, mas um grande tubarão branco preso num lago.
– O livro preferido de Rod Serling era The Beardless Warriors, envolvendo suas experiências na Segunda Guerra Mundial. Não era de ficção científica, mas Serling utilizou o texto em seu curso de redação criativa da faculdade.

Filmografia Selecionada do Gênero Fantástico

2011 Gigantes de Aço (conto “Steel“)
2009 A Caixa (conto “Button, Button“)
2007 Eu Sou a Lenda (romance “I Am Legend“)
2007 A Batalha dos Mortos (video) (romance “I Am Legend”)
2005 Mestres do Terror (série de TV): Dance of the Dead (conto)
1999 Ecos do Além (romance “A Stir of Echoes“)
1998 Amor Além da Vida (romance “What Dreams May Come“)
1996 Trilogy of Terror II (filme para a TV) (roteiro do segmento “Prey“)
1994 Zona do Crepúsculo (filme para a TV)
1986-1987 Histórias Maravilhosas (série de TV)
Miss Stardust (1987) (conto)
One for the Books (1986) (conto)
The Doll (1986) (roteiro)
1986 Além da Imaginação (série de TV)
Button, Button (segmento “Button, Button”)
1983 Tubarão III (screenplay)
1983 No Limite da Realidade (roteiro de “Nightmare at 20,000 Feet“)
1981 A Incrível Mulher Que Encolheu (novel)
1980 Em Algum Lugar do Passado (romance “Bid Time Return” e roteiro)
1980 Planeta Vermelho (mini-série)
The Martians (1980)
The Settlers (1980)
The Expeditions (1980)
1977 Trilogia Macabra (filme para a TV) (segmentos “No Such Thing as a Vampire“,”Bobby“, “Second Chance“)
1977 O Estranho Caso da Senhora Oliver (Filme para a TV)
1975 Trilogia de Terror (filme para a TV) (segmentos “Amelia“,”Julie“, “Millicent and Therese“)
1974 Um Estranho Ser (filme para a TV) (conto)
1974 Drácula – O Demônio das Trevas (filme para a TV) (roteiro)
1974 Scream of the Wolf (filme para a TV)
1973 A Casa da Noite Eterna (romance “Hell House” e roteiro)
1972-1973 Ghost Story (Série de TV) – 22 episódios
1973 The Night Strangler (filme para a TV) (roteiro)
1972 Pânico e Morte na Cidade (filme para a TV)
1971-1972 Night Gallery (TV series)
Green Fingers/The Funeral/The Tune in Dan’s Cafe (1972)
The Diary/A Matter of Semantics/Big Surprise/Professor Peabody’s Last Lecture (1971)
1971 Encurralado (filme para a TV) (roteiro)
1971 A Última Esperança da Terra (romance “I Am Legend“)
1970 Visitantes na Noite (romance “Ride the Nightmare“)
1969 O Insaciável Marquês de Sade (roteiro)
1968 Journey to the Unknown (Série de TV) – Episódio “Girl of My Dreams
1968 As Bodas de Satã (roteiro)
1968 Late Night Horror (Série de TV) – Episódio baseado no conto “No Such Thing as a Vampire
1966 Jornada nas Estrelas (Série de TV) – Episódio “The Enemy Within
1965 Fanatismo Macabro (roteiro)
1964 Mortos que Matam (romance “I Am Legend” e roteiro)
1959-1964 Além da Imaginação (Série de TV) – 16 episódios, incluindo “The Invaders
1963 Farsa Trágica (romance não-creditado)
1963 O Corvo (roteiro)
1962-1963 The Alfred Hitchcock Hour (Série de TV)
The Thirty-First of February (1963)
– Ride the Nightmare (1962)
1962 Muralhas do Pavor (roteiro)
1961 A Mansão do Terror (roteiro)
1961 Robur, o Conquistador do Mundo (roteiro)
1960 A Casa de Usher (roteiro)
1959 A Noite dos Malditos (roteiro)
1957 O Incrível Homem que Encolheu (romance “The Shrinking Man” e roteiro)

(Visited 52 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien