10 Cenas de Horror para os seus Olhos

Zombie (79)

Fraturas expostas, partes do corpo mutiladas, órgãos retirados sem anestesia, tortura…Para os fãs de horror extremo, produções do gênero precisam ser ousadas, violentas e gráficas, mesmo que a história não tenha muita importância. É comum você encontrar nas críticas comentários sobre mortes offscreen como um aspecto negativo de um longa: ora, se o diretor não teve a coragem de manter a câmera apontado para o ferimento agressivo naquela cena, ou ele está preocupado com a censura, ou seus recursos são limitados, ou ele é um bunda-mole, refém dos produtores. Dentre todas as possibilidades de agressões ao corpo humano, não há nada mais chocante do que aquelas que envolvem os olhos. Imaginar um ferro ou pedaço de madeira atravessando uma órbita violentamente é capaz de fazer até o mais bravo dos fãs do estilo virar o rosto e até mesmo, ironicamente, tapar a própria visão.

Conhecido pelos poetas como a “janela da alma“, os olhos transmitem as principais emoções do corpo e estabelecem o primeiro contato com qualquer outra coisa, facilitando a socialização. São eles que condenam atitudes mentirosas e passam confiança ao interlocutor, sendo considerados por muitos como o principal sentido do ser humano. Só em pensar numa perda gradual da visão ou viver num mundo de escuridão constante já é um pesadelo para qualquer pessoa, ampliando ainda mais quando envolve uma agressão direta e violenta como o cinema de horror está acostumado a mostrar. Lembra de uma cena próxima do final de O Albergue, de Eli Roth, com uma oriental se jogando na linha do metrô após descobrir que um de seus olhos havia sido mutilado? E aquela vingança da Morte em Premonição 5, envolvendo uma jovem durante uma cirurgia, tendo sua visão destruída pelo laser? Ainda podemos citar Jogos Mortais 2 e até o recente Would You Rather para tornar a lista ainda mais completa!

Se você é daqueles que acredita que eles são extremamente sensíveis, não pode deixar de acompanhar a lista abaixo, contendo 10 cenas fortes para os seus olhos! Veja bem!

10. O Último Trem (2008)
Baseado num conto de Clive Barker, o filme de Ryûhei Kitamura é extremamente eficiente em quase todos os aspectos: desde a trama bem realizada até o elenco e as cenas gráficas. No entanto, perde-se ponto quando se nota que praticamente todos os efeitos especiais foram realizados com computação, incluindo até mesmo o sangue que é derramado em diversas cenas de morte. Para nós, o que interessa é ver o irmão do diretor Sam Raimi, Ted, tendo seu olho arrancado por um martelo de carne numa pancada na parte de trás da cabeça, fazendo o órgão saltar para a tela.

09. Terror na Ópera (1987)
Houve um tempo em que Dario Argento era um excelente cineasta da melhor safra italiana. Seus gialli ousados entraram para uma galeria de boas produções do gênero graças às cenas violentas de assassinato sob o comando de luvas pretas e lâminas prateadas. Em Terror na Ópera, o infernauta vive uma das cenas mais tensas de sua filmografia quando uma garota é amarrada e tem sob seus olhos uma armadilha simples, mas angustiante: agulhas e uma fita impedem que ela pisque ou feche os olhos. Espere: alguém está chegando! Ele vai salvá-la? Tente não piscar…

08. Terror nas Trevas (1981)
Lucio Fulci tinha uma verdadeira obsessão por olhos. Arregalados, brancos, arrancados, sangrando…os olhos sempre foram vítimas das cenas mais fortes de suas produções. Em The Beyond, ele leva Martha a um encontro com um prego da parede, fazendo um de seus olhos saltar em sua ponta. Um momento interessante e assustador, embora um pouco menos chocante do que ele soube fazer em Zombie, de 1979.

07. A Morte do Demônio (1981)
Está sendo atacado por um zumbi, um monstro ou assassino? Uma forma de se defender é através do golpe “fura-olho“: você pressiona os olhos do oponente para dentro de sua cabeça, permitindo que ele o solte e até verta boa parte de seu sangue pelos buracos abertos. Ash fez isso com Scott no clássico-mor do gênero, A Morte do Demônio. Você encontra cenas similares em Blade Runner e Abismo do Medo, conforme o vídeo abaixo pode comprovar. E de quebra, ainda tem um bônus na cena do confronto entre Daryl Hannah e Uma Thurman em Kill Bill.

06. Um Cão Andaluz (1929)
Um curta-metragem de Luis Buñuel realizado com a colaboração do genial Salvador Dalí, Um Cão Andaluz é uma produção fantástica que possui um dos momentos gore mais intensos do gênero na sua cena inicial, em plena década de 20. Enquanto observa a lua sendo atravessada por nuvens, ele repete o movimento num dos olhos de uma mulher com uma lâmina, rasgando o olho de forma violenta, com uma trilha suave. Décadas antes de Herschell Gordon Lewis e o cinema de horror extremo! Veja:

http://www.youtube.com/watch?v=BIKYF07Y4kA

05. Audition (1999)
Se existe alguém que entenda de dor, esse é Takashi Miike. Seu cinema exagerado, doloroso, lento é um pacote completo para os fã do extremo. Em Audition, ele mostra seu talento com maestria ao mostrar a vingança de uma bela oriental contra todos os homens, representado por aquele que não merecia. Entre mutilações e palavras doces (o tal do “deeper” deve doer mais do que os atos da garota), Asami inicia uma sessão de acupuntura forçada, não poupando os olhos do pobre homem. Você pode visualizar toda a sua criatividade no trecho abaixo:

04. Guinea Pig 2 (1985)
Particularmente, não sou fã da franquia Guinea Pig. Mas, tenho que admitir que as cenas violentas são bem convincentes. Neste média metragem, um “samurai” rapta uma mulher e a prende numa cama, iniciando um processo lento de mutilação, enquanto filma tudo. Aos 34 minutos, depois de ter feito de tudo com o corpo da garota, ele arranca um dos olhos dela com uma colher (!!!) e chupa como se fosse azeitona. A cena é bem feita…e bem nojenta! Abaixo você confere o filme completo no youtube! Não sei se é para seus olhos…

http://www.youtube.com/watch?v=-nAJ4dOD-_I

03. Cannibal Ferox (1981)
O ciclo italiano de canibalismo tem como seu representante máximo Cannibal Holocaust, de Ruggero Deodato. O longa deu o pontapé inicial no estilo found footage, mas é mais conhecido pelas cenas envolvendo animais reais mortos, principalmente uma tartaruga. Um ano depois da realização de Os Vivos Serão Devorados, Umberto Lenzi dirigiu Cannibal Ferox, trazendo mais violência e tortura, colocando novamente os índios como vítimas dos brancos. O vilão aqui é Mike Logan, que, em busca de esmeraldas, faz o inferno com uma tribo, pedindo para futuramente ser vingado. No vídeo abaixo, você confere uma compilação de seus atos insanos, incluindo o olho que arranca brutalmente de uma de suas vítimas!

http://www.youtube.com/watch?v=FKb8cxW8BkI

02. Thriller – A Cruel Picture (1973)
Nunca duvide da capacidade feminina de se vingar – Christina Lindberg que o diga! Esta clássica produção dirigida por Bo Arne Vibenius é essencial para os fãs de filmes de vingança ao estilo Desejo de Matar. Está nesta lista porque não é à toa que um dos títulos da produção seja The Call Her One Eye, pois, a la Daryl Hannah, Frigga usa um tapa-olho devido a uma cena envolvendo um bisturi onscreen! E detalhe: a cena é impressionante e bem feita não por acaso, pois usaram o corpo real de uma garota que cometeu suicídio. O que você verá na tela é o que realmente acontece quando se rasga os olhos com uma lâmina! É ver para se assustar! Se tiver curiosidade, busque no youtube a versão completa e legendada!

01. Zombie (1979)
Não colocar Zombie nesta lista seria imperdoável, ainda que a cena em questão não seja extremamente bem feita como os longas anteriormente citados. Fulci comprova sua fascinação pelos olhos humanos ao levar uma mulher a uma perfuração onscreen por um pedaço de madeira. É claro que é facilmente notado a substituição da garota por um boneco, mas a fama da produção tornou a cena memorável, ocupando com justiça o primeiro lugar!

Leia também:

Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro “Medo de Palhaço”, além de ter participado de várias antologias de horror!

20 comentários em “10 Cenas de Horror para os seus Olhos

  • 01/08/2016 em 15:27
    Permalink

    Quase nada me deixa com aflição, vocês conseguiram…

    Resposta
  • 31/05/2016 em 20:20
    Permalink

    Faltou a morte de Rick (Paul Kratca) em sexta feira 13 parte 3.

    Resposta
  • 18/02/2015 em 10:45
    Permalink

    O mais legal é que todas as escolhas de escolha do autor tem relacionado a furar e/ou arrancar olhos hehe
    Eu se fosse para escolher cenas perturbadoras escolheria geralmente filmes como Jogos Mortais ou Terror no Pântano pois acho que as piores cenas de se ver na minha opinião é quando há cérebro e tripas arrancadas e expostas xD

    Resposta
  • 08/10/2013 em 07:53
    Permalink

    Sobre a Cruel Picture, o ‘a la Daryl Hannah’ pareceu que foi por acaso, mas não é o caso. Como todo cinema de Tarantino, construído mais em sua cultura cinéfila do que na realidade, o personagem de Kill Bill é construído em cima desse filme, com as inversões criativas em cima da personagem original. Falando nisso, a cena do olho do filme do Tarantino no trailer podia entrar nessa lista.

    Resposta
  • 27/08/2013 em 07:59
    Permalink

    Pode não ser um clássico, mas a cena com palito de churrasco no ”Turistas”, me deu certa agonia tbm,, :s

    Resposta
  • 27/08/2013 em 06:44
    Permalink

    Alguem ja viu “lua sangrenta”?
    A cena em q o olho do cara é arrancado por um saca rolha

    Resposta
  • 24/08/2013 em 22:24
    Permalink

    Muito bom,

    Tem tambem aquela cena do filme o albergue , que a garota tem o olho cortado com uma tesoura agoniante e nojento…

    Resposta
  • 23/08/2013 em 12:09
    Permalink

    Ótima lista! Qualquer coisa que envolva olhos sempre é agonizante!

    Resposta
  • 20/08/2013 em 20:12
    Permalink

    A cena de Un Chien Andalou também foi feita comum, cadáver real. Cannibal foi feito exclusivamente com o intuito de chocar, atingindo ( e muito bem) a sua meta, já como cinema, não me diz muito. Miike foi bem em Audition, embora pra mim tenha se saído melhor em Ichii e 13 Assassins. Guinea Pig apresenta, no episódio em questão um manual prático de como se tornar um assassino covarde e estúpido.

    Resposta
    • 23/08/2013 em 12:08
      Permalink

      Não foi não… Em um Cão Andaluz foi utilizado um olho de cabra.

      Resposta
  • 18/08/2013 em 14:44
    Permalink

    cenas realmente agonizantes envolvendo olhos,ótimo post.

    Resposta
  • 18/08/2013 em 05:03
    Permalink

    Esse cannibal holocaust é um lixo, clássico é um casssete, esse ruggero deodato é um troxa sensasionalista, matando animais reais só pra xocar e chamar atenção, típico de cinasta mitidinho a artista. Nunca poderá se comparar o mestre Takashi Miike, essa cena de Audition é puro sentimento, pura poesia, mostrando que pra fazer se angustiar de medo não tem que apelar, tem que ter sentimento. Ginea Pig 2 foi dirigido pelo clássico quadrinista Hideshi Ino, merece respeito. @ThalesCarter

    Resposta
    • 19/08/2013 em 05:54
      Permalink

      Que eu saiba muito das cenas envolvendo animais o Deodato compilou de documentários reais mostrando nativos da selva africana.

      Resposta
    • 09/09/2013 em 17:07
      Permalink

      “xocar?”. Por que vc não vai aprender a escrever primeiro antes de postar comentários aqui?

      Resposta
    • 25/12/2013 em 12:13
      Permalink

      Concordo com vc.Nunca entendi como algumas pessoas podem admirar esse filme doentio e repugnante, chamado Holocausto Canibal.Um palhaço idiota e nojento mata um animal indefeso com requintes de crueldade, chama isso de arte e um bando de idiotas nojentos iguais a ele aplaudem e chamam de arte também.Qualquer pessoa que goste desse filme tem sérias pertubações, por mais que não admita.

      Resposta
      • 10/09/2015 em 23:45
        Permalink

        Muitos seres humanos são mortos com requintes de crueldade e pouca gente reclama.

        Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien