Artigos, Listas

Dez Filmes de Bruxa para a Noite de Halloween

Em meio a uma infinidade de filmes de horror disponíveis nessa época do ano, quais escolher para embalar a tenebrosa noite de 31 de outubro?

Não importa se você acredita em seres sobrenaturais, outras dimensões, se é religioso ou ateu ou se simplesmente se rendeu aos costumes “imperialistas americanos” ou se comemora o dia do Saci. O que importa é que todo dia 31 de outubro, nós ficamos mais perto do sobrenatural. Seja em suas crenças pessoais ou naquela obrigatória maratona anual de filmes de terror.

Mas em meio a uma infinidade de filmes de horror disponíveis nessa época do ano, quais escolher para embalar a tenebrosa noite de 31 de outubro?

Pra facilitar a sua escolha, o Boca do Inferno selecionou as dez produções envolvendo feiticeiras e bruxas dos mais variados tipos e classes. Assim, o infernauta pode colocar todos os nomes em um grande caldeirão, mexer bem e beber o resultado à meia-noite da noite de Halloween (inserir aqui sua risada de bruxa preferida).

10 – João e Maria: Caçadores de Bruxas (dir: Tommy Wirkola, 2013)

João e Maria (2013) (3)
Ok! João e Maria não é bem um filme de terror, mas as maquiagens das bruxas do filme são excelentes e bastante assustadoras e é o tipo de produção ideal para se assistir em uma reunião com amigos, bebidas (ou refrigerantes se preferir) nem que seja só pra se divertir com a galhofa de Tommy Wirkola, o mesmo diretor dos divertidos Dead Snow;

09 – Convenção das Bruxas (dir: Nicolas Roeg, 1990)

Convenção das Bruxas (1990)
De Nicolas Roeg, o mesmo homem que nos trouxe Inverno de Sangue em Veneza (Don’t Look Now, 1973), um dos melhores filmes de horror de todos os tempos, Convenção das Bruxas é mais um filme de fantasia com pitadas de comédia e até um pouco infantil, mas é muito divertido e possui aquele delicioso ar de saudosismo “Sessão da Tarde”, ótimo pra reunir os amigos com mais de 30 na frente da TV e relembrar os velhos tempos.

08 – Arraste-me Para O Inferno (dir: Sam Raimi, 2009)

Arraste me para o Inferno (2009)

Agora, sim, começamos a pisar no terreno do horror com o aguardado retorno de Sam Raimi ao gênero que o consagrou. Arraste-me Para O Inferno divide opiniões quanto à sua qualidade e atendimento às expectativas, mas em uma coisa todos temos que concordar: a Sra. Ganush (Lorna Raver) é uma das bruxas mais assustadoras do cinema!

07 – As Bruxas de Eastwick (dir: George Miller, 1987)

As Bruxas de Eastwick (1987)
Mais um na categoria saudosismo, As Bruxas de Eastwick é uma deliciosa comédia de humor negro e fantasia com pitadas de horror, com um elenco de primeira e muita sacanagem. Vale a pena pra ver Cher, Michelle Pfifer e Suzan Sarandon enfrentando um diabólico Jack Nicholson no auge de suas carreiras. Se preferir, pode assistir só pra ver George Miller dirigindo algo que não envolva acidentes automobilísticos.

06 – Pumpkinhead (dir: Stan Winston, 1988)

Pumpkinhead (1988)
Vamos falar do primeiro filme da série, mas você pode fazer uma maratona completa se preferir e se divertir com um filme como não se fazem mais. Horror oitentista com bruxas e criaturas monstruosas criadas por ninguém menos que um dos grandes gênios dos efeitos especiais, Stan Winston, que criou entre outras coisas os efeitos do primeiro Exterminador do Futuro e Aliens! Não é à toa que a criatura do filme lembra um pouco o nosso querido xenomorfo.

05 – Jovens Bruxas (Andrew Flemming, 1996)

Jovens Bruxas (1996)
Quatro jovens desajustadas praticando bruxaria em um colégio católico para resolver seus problemas e seus desafetos. Esse filme possui um publico alvo bastante específico e definido, mas não quer dizer que não seja diversão garantida para a noite de Halloween. No elenco, digamos que entre gostosuras e travessuras, sobram gostosuras. 😉

04 – O Mágico de Oz (Victor Flemming, 1939)

O Mágico de Oz (1939)
Um dos maiores filmes de todos os tempos não poderia ficar de fora. Afinal, em uma terra onde cada território possui a sua própria bruxa, Oz fez por merecer sua quarta posição em nossa lista. A Bruxa Má do Oeste (Margaret Hammilton) é a figura clássica da bruxa terrível e seu embate final contra a mocinha Dorothy (Judy Garland) é memorável. Se for adepto dos insumos naturais, sincronize o filme com o disco Dark Side Of the Moon do Pink Floyd e aproveite a viagem.

03 – A Bruxa de Blair (Daniel Myrick, Eduardo Sánchez, 1999)

A Bruxa de Blair (1999)
Junte os amigos, apague as luzes e prepare-se para muitos sustos e momentos de tensão. A Bruxa de Blair, o fenômeno de bilheteria independente de 1999 é um daqueles filmes que prendem a atenção e assustam pelo pouco que mostram. Algo que aparentemente não se usa mais no cinema de horror mainstream. Recomenda-se filmar as reações daquele amigo mais sensível que ainda não assistiu a esse pequeno grande filme.

02 – Black Sunday – A Maldição do Demônio (Mario Bava, 1960)

Black Sunday (1960) (2)
Um dos maiores filmes de horror de todos os tempos. Uma bruxa vingativa retorna dos mortos para possuir sua bela descendente, deixando uma trilha de sangue e corpos por onde passa. Com uma belíssima fotografia em preto e branco só preciso de dois nomes para te convencer a assistir este filme: Mario Bava e Barbara Steele.

01 – Suspiria (Dario Argento, 1977)

Suspiria (1977)
Dario Argento, em seu auge, dirige este belo filme sobre uma jovem descobrindo os estranhos segredos por trás da famosa academia de balé onde acaba de se matricular. Com cores acachapantes e uma trilha sonora poderosa, Suspiria é um clássico do horror que merece ser conhecido antes que o remake saia do papel. Como curiosidade, muita gente diz que o filme Cisne Negro (Black Swan de Darren Aronofsky) bebeu, e muito, das fontes de Suspiria. Assista e tire suas próprias conclusões.

Leia também:

5 Comentários

  1. priscilla lautenschlager

    Muito boa lista!!!

  2. Thi MarQs

    Grande sequência de filmes… curti a lista!

    • Obrigado Thi!

      Dá uma olhada no restante do site. Tem várias listas legais que você pode curtir!

      E não esquece de compartilhar pra ajudar a gente! 😉

      • Silvana Perez Silvana Perez

        Nem precisa falar pro Thi pra passear pelo site, Rodrigo. É um dos infernautas que mais aparecem por aqui 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *