Artigos

Segredos Malditos e o medo imaginado

Dupla de estudantes de cinema lança canal no youtube com áudio dramas de histórias sobrenaturais.

O século atual é marcado pelo excesso de informações audiovisuais independente do produto midiático escolhido ser um filme, uma série para TV ou até mesmo um jogo de videogame. E todos estes formatos trabalham com o objetivo de contar histórias. Muitos produtores infelizmente esquecem que boa parte do sucesso em uma trama de horror pode surgir da capacidade imaginativa do público. Ou seja, aquela velha e ainda muito funcional ideia de deixar a imaginação trabalhar. Um quarto escuro e um barulho debaixo da cama podem ser elementos altamente funcionais capazes de provocar medo sem a necessidade de exibir um monstro excessivamente feio ou asqueroso.

Foi pensando nesta proposta que os estudantes pernambucanos de cinema Pablo Ferreira e Bruno Antônio, dois apaixonados por audiodrama e histórias de terror, decidiram produzir Segredos Malditos. A dupla queria contar histórias assustadoras, porém não utilizando formatos tradicionais como um curta-metragem. Desta forma eles optaram por utilizar o formato conhecido como áudio drama.

Para quem nunca ouviu falar em áudio drama, trata-se de histórias gravadas e transmitidas em áudio. Algo muito parecido com as novelas de rádio com roteiros, interpretações e efeitos sonoros.

Eu ouço áudio dramas desde que entrei na faculdade em 2013. Desde Doctor Who da Big Finish até as adaptações magistrais feita por fãs de contos de Edgar Allan Poe e Lovecraft”, explica Pablo justificando a escolha do formato para narrar suas histórias. “Embora eu ache esse formato magnífico, porque eu posso fazer qualquer coisa enquanto escuto, é uma mídia “esquecida”, infelizmente. Mas na verdade, eu acho que ela tem tanto a oferecer quanto uma produção audiovisual. Não precisa excluir uma porque a outra existe”, completa Pablo.

O projeto Segredos Malditos é disponibilizado no youtube. Até o momento a dupla já produziu três histórias: Rasga-Mortalha, Um Rosto na Janela e A Botija de Ciço. A proposta da dupla é lançar uma história por mês. O tempo médio de duração varia de 3 até 14 minutos. Apesar do áudio drama funcionar apoiado totalmente na questão sonora, Pablo e Bruno optaram por trazer alguns desenhos bastante macabros para quem for assistir olhando para a tela do youtube.

A escolha pelo sobrenatural não aconteceu por acaso. “Eu e Bruno ouvíamos muitos áudio dramas amadores e relatos assombrados no youtube”, explica Pablo. O roteiro enxuto traz boas histórias, mas o destaque acaba sendo a produção sonora com uma boa narração. É quase como estar no quintal da casa tarde da noite com um grupo de amigos contando histórias de fantasmas. Estas podem até não ser as mais assustadoras do mundo, mas acabam chamando atenção pela atmosfera, forma de serem contadas e pela imaginação de quem está escutando.

Aliás, a narração feita pelo próprio Pablo é um dos pontos de destaque. “Minha influência na parte de narração é o Guto Russel. Ele não é nem um pouco conhecido, mas ele fez algumas narrações de contos de Edgar Allan Poe para o youtube”. E com relação ao roteiro, Pablo destaca que sua inspiração vem de tudo que causa medo para ele. “A maioria das minhas estórias são baseadas em conceitos e fragmentos de lembranças que me causam um terror particular. (A história) Um Rosto na Janela é um bom exemplo disso, pois desde pequeno eu nunca gostei muito de janelas, por medo do que pode aparecer por lá, e baseado nisso eu escrevi um conto sobre”, explica.

O primeiro episódio teve mais de 400 visualizações com muitos feedbacks. Os outros também tiveram uma boa repercussão o que deixa a dupla muito feliz. “Na verdade, esse projeto está em constante expansão, então existe toda uma área enorme para se criar coisas. Eu arriscaria dizer que em um mundo ideal, nós teríamos vários atores e vários escritores para poder manter uma assiduidade de dramatizações semanais. E eu espero que isso aconteça no futuro”, explica Pablo sobre o que pode acontecer em breve com o projeto.

O futuro parece promissor para a dupla já que a primeira HQ deles, a Contos Malditos, vai ser lançada ainda no primeiro semestre de 2017. Baseada em dois contos do projeto, A Botija de Ciço, escrito por Bruno Antônio e O Passageiro, de autoria de Pablo. O material foi ilustrado pelo artista Felipe Soares, responsável pelas imagens dos vídeos no youtube.

Confira o episódio A Botija de Ciço e curta a página de Segredos Malditos no youtube:

Leia também:

2 Comentários

  1. Achei super criativo e assustador! Ponto pra eles!

  2. Olavo

    Interessante, boas histórias são boas histórias independente do formato. Para quem se interessa, no site “Nostalgia do terror” tem alguns áudios com contos de terror, a maioria com narração do Guto Russel, que foi citado no texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *