Artigos

E se Sam Raimi tivesse dirigido A Mosca 2?

O roteirista Mick Garris contou em seu podcast que isso quase aconteceu, mas teria sido bem diferente!

O filme A Mosca, de David Cronenberg, faz parte de todas as listas dos melhores remakes de todos os tempos. Não tem como negar as qualidades técnicas, e o enredo que amplia o subgênero dos cientistas loucos com atuações incríveis de Jeff Goldblum e Geena Davis. Mas, em 1989, foi realizada uma continuação completamente descartável, sob o comando de Chris Walas, ignorando basicamente tudo o que havia de melhor no primeiro filme, embora tenha uma quantidade razoável de fãs. Mas, o que ninguém sabia é que essa parte 2 quase foi comandada por ninguém menos do que Sam Raimi, que acabara de realizar Evil Dead 2.

Mick Garris, que havia dirigido e roteirizado Criaturas 2 (1988), foi o autor do roteiro do famigerado A Mosca 2, e, recentemente em seu podcast Post Mortem with Mick Garris Podcast, fez essa revelação sobre Raimi. E ainda acrescentou uma informação curiosa: o diretor de Evil Dead queria fazer algo bem diferente nesse filme.

Quando eu estava escrevendo A Mosca 2, originalmente Sam Raimi seria o diretor, vindo diretamente de Evil Dead 2. Iria ser um filme BEM diferente. Então, ele e seu irmão [Ted] escreveram um tratamento diferente, e que partiu para um lado completamente insano, e que poderia ter sido incrível. Mas, não deu certo. Mas foi uma grande experiência tê-lo conhecido.

Como seria essa versão? Será que algum dia, Sam Raimi irá revelar o que planejava fazer na continuação de A Mosca? Ficaria melhor ou no mesmo nível? Como um bom garoto, devemos apenas imaginar…

Leia também:

2 Comentários

  1. Sergio Coruja

    Mesmo com esse roteiro de A Mosca 2, Raimi teria feito um filme superior. Não tenho dúvida, afinal ele é um diretor talentoso, que no ano seguinte dirigiria Darkman!

  2. Lembro de ter visto em uma antiga revista Fangoria lá nos anos 90 uns testes de props para um possível “Mosca 3” que incluía, pasmem, moscas gigantes com vaginas nas costas! Nunca encontrei nada sobre isso na internet e, pensando agora, me parece que era só mais uma daquelas notícias questionáveis que os veículos publicam de tempos em tempos por má-interpretação do que vasa dos estúdios ou simplesmente pra polemizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *