Artigos

Creepshow: dos quadrinhos para as telas e de volta aos quadrinhos

Uma homenagem do rei do horror às histórias em quadrinhos dos anos 50

GÊNESIS

Em 16 de maio de 1982, chegava aos cinemas americanos a antologia Creepshow: Show de Horrores. Dirigido por George A. Romero e escrito por Stephen King, o filme reunia cinco histórias de horror, duas delas adaptando contos de King, estreladas por grande elenco, incluindo o autor em seu segundo papel no cinema, e prestava homenagem aos clássicos quadrinhos de horror como Tales From The Crypt, Vault of Horror e Haunt of Fear da EC Comics, e House of Mistery da DC Comics, entre outros, com suas histórias curtas onde o personagem principal sempre encontrava seu fim em uma reviravolta surpreendente.

As histórias eram interligadas por vinhetas que mostravam um garotinho sendo punido por ler um gibi de horror. Com alguns trechos animados aqui e ali, Romero ainda contratou o lendário Tom Savini para criar maquiagens e efeitos especiais que remetessem visualmente aos clássicos quadrinhos de horror. Tudo milimetricamente orquestrado para manter o clima de homenagem e reverência que Romero e King buscavam.

A revistinha usada como objeto de cena e de onde saem as cinco histórias do filme foi ilustrada por Jack Kamen, artista que trabalhou nas histórias de crime e horror da EC Comics nos anos 50. Kamen também ficou responsável pelo pôster do filme e pela capa da adaptação em quadrinhos do filme. King queria que Graham Ingles fosse o responsável pela arte do gibi usado no filme, mas acabou optando por Kamen por sugestão do lendário editor da EC, William Gaines.

O resultado foi um sucesso. O filme chegou ao primeiro lugar das bilheterias no fim de semana de seu lançamento com uma abertura de pouco mais de 5,7 milhões de dólares. Um enorme sucesso, se levarmos em conta que o filme todo custou cerca de 8 milhões de dólares para ser produzido. Creepshow: Show de Horrores foi o único filme de Romero a estrear no primeiro lugar nas bilheterias americanas. O sucesso fez com que Romero e King se unissem novamente em uma continuação, Creepshow 2: Show de Horrores, em 1987, cinco anos depois do sucesso do primeiro filme, mas sem o mesmo impacto do projeto original.

O CIRCULO SE FECHA

Mas Creepshow não foi só uma empreitada saudosista entre amigos, Romero e King criaram um bem-sucedido projeto multimídia. Dois meses depois da estreia do filme, em julho de 1982, a Penguin Books publicava Stephen King’s Creepshow, uma adaptação em quadrinhos do filme com roteiros do próprio Stephen King e arte do gênio Bernie Wrightson com cores de sua esposa, Michel Wrightson, e capa do, já citado, Jack Kamen.

O gibi de 64 páginas traz a segunda incursão de Stephen King ao universo dos quadrinhos. O autor já havia se arriscado nos roteiros da vigésima nona edição de Bizarre Tales, da Marvel, em dezembro de 1981 em um conto com arte de Walt Simonson, provando mais uma vez que King sempre esteve ligado a grandes nomes em seus projetos, seja nos quadrinhos ou no cinema.

Para aqueles que já assistiram ao filme, não há novidade nas histórias, que foram adaptadas literalmente para os quadrinhos, com exceção da sempre espetacular arte de Bernie Wrightson, que serve como um atrativo a mais para aqueles que colecionam as obras do rei do horror. A parceria deu tão certo que no ano seguinte, em 1983, Wrightson emprestou seu traço a outra obra de King ao ilustrar o livro The Cicle of the Werewolf, que foi lançado no Brasil recentemente pela Suma de Letras como A Hora do Lobisomem, história que ficou mais conhecida pelo nome de sua adaptação para os cinemas, Bala de Prata, de 1985.

NO BRASIL

Enquanto no Brasil não temos qualquer sinal do lançamento do filme original em DVD ou Blu-ray, tendo que nos contentar com saudosos VHS que saíram por aqui nos anos 80, os fãs de Creepshow podem comemorar a publicação da adaptação em quadrinhos clássica pela DarkSide Books como parte da sua recente empreitada ao universo da Nona Arte, o selo DarkSide Graphic Novel.

A edição, baseada na republicação lançada em maio deste ano nos EUA pela Pocket Books, será publicada em cores, no formato magazine e com capa dura, e está prometida para 17 de outubro deste ano, bem próximo ao Halloween, como parte das comemorações dos cinco anos da DarkSide Books no Brasil e 70 anos do mestre Stephen King.

Longa vida ao rei e longa vida ao seu Show de Horrores!

Compre Creepshow com desconto em pré-venda clicando AQUI.

Compre outros livros de Stephen King com desconto clicando AQUI.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *