Cinema

Novo trailer e cartaz de The Gracefield Incident

Algumas coisas não podem ser desvistas…

Em 16 de agosto de 2013, a suprema corte ordenou à CIA que desclassificasse os arquivos que mantiveram em segredo durante 75 anos. Os registros visuais de eventos paranormais documentados foram divulgados ao público. O seguinte incidente ocorreu em Gracefield, Quebec…

Com essa premissa baseada em eventos reais, o cineasta canadense Mathieu Ratthe, conhecido pelos curtas Pretty Wicked, Lovefield e Stephen King’s The Talisman, escreveu e dirigiu The Gracefield Incident, um filme de baixo orçamento que levou três anos para ser realizado a partir de um found-footage filmado de uma forma pouco convencional.

No filme, Matthew Donovan (interpretado por Mathieu Ratthe) é um editor de videogames que incorpora uma câmera iPhone em sua prótese ocular para secretamente gravar e documentar um fim de semana com amigos em uma luxuosa cabana localizada em uma montanha isolada. O fim de semana passa por uma reviravolta catastrófica após a queda de um meteorito no local, forçando todos a encarar um sombrio e aterrador pesadelo que se inicia.

Mathieu Ratthe revelou ter feito o filme no porão da casa de seus pais: “Depois de 24 meses em Saguenay, Quebec, Canadá, vivendo no porão da casa dos meus pais (onde meu pai e eu construímos um estúdio especialmente para isso), eu o terminei. Os produtores executivos do filme são Bryan Turner, fundador da Priority Records; Pat Brisson, chefe da Hockey Division of Creative Artists Agency; e Sergei Fedorov, ex jogador da Kontinental Hockey League. Eles acreditaram em mim, e sem o apoio deles nada disso teria sido possível.”

Além de Mathieu Ratthe, no elenco também estarão presentes Kimberly Laferriere, Victor Andres Turgeon-Trelles, Juliette Gosselin, Alexandre Nachi e Laurence Dauphinais.

Exibido pela produtora Film Mode Entertainment, no European Film Market em Berlim, um dos mais importantes encontros internacionais da indústria cinematográfica, The Gracefield Incident tem previsão de estreia em circuito limitado e estará disponível em VOD a partir de 21 de julho pela Momentum Pictures.

Leia também:

1 Comentário

  1. Já que a proposta é filmar com o olho… será que a tela vai ter frames pretos toda vez que o cara piscar??? Estranho ver um filme assim… mas pra fazer sentido com a proposta é de se esperar algo do tipo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *