Cinema

Conheça Kuso, que pode ser o filme mais nojento de 2017

Parte do público abandonou a sessão do filme em Sundance por não suportar tanta nojeira

O músico Steven Ellison, mais conhecido como Flying Lotus, fez sua estreia na direção em Kuso, um conjunto de curtas semi-conectados que acompanham seres humanos que sofreram mutações após um terremoto atingir Los Angeles.

Kuso é mais um filme de gênero que conseguiu fama com uma campanha de marketing involuntária. Na estreia do longa em Sundance, em janeiro deste ano, boa parte da plateia abandonou a sessão por não suportar tanta nojeira. Automaticamente Kuso se tornou um dos filmes mais esperados do ano para fãs de terror.

Kuso mostra as consequências do pior terremoto que atingiu Los Angeles através de música, efeitos especiais e animação, para apresentar a história sombria da América.

O filme é produzido por Eddie Alcazar e traz no elenco Hannibal Buress, Anders Holm, Tim Heidecker e o músico George Clinton. Kuso vai estrear no serviço de streaming Shudder no próximo dia 21.

Leia também:

2 Comentários

  1. Gabriel de Azevedo

    Desde quando um terremoto faz isso?

  2. Eu não me iludo mais com essas frases citando ” pessoas passaram mal vendo o filme , vomitaram , desmaiaram , abandonaram a sessão , e que o filme pode ser ou é o mais nojento do ano e até dos últimos tempos ” , isso é tudo mentira .
    É apenas marketing pra vender o filme , que na maioria das vezes é enganoso !
    Eu mesmo já caí muitas vezes nessas propagandas enganosas , e vendo esses 2 trailers já comprovo que é mais um exemplo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *