Guerra entre Planetas (1955)

Guerra entre Planetas (1955)
Metaluna x Zagon
Guerra entre Planetas
Original:This Island Earth
Ano:1955•País:EUA
Direção:Joseph M. Newman
Roteiro:Raymond F. Jones, Franklin Coen, Edward G. O'Callaghan
Produção:William Alland
Elenco:Jeff Morrow, Faith Domergue, Rex Reason, Lance Fuller, Russell Johnson, Douglas Spencer, Robert Nichols, Karl Ludwig Lindt

A década de 1950 está eternamente marcada na lembrança dos fãs do cinema fantástico, graças aos incontáveis filmes preciosos produzidos nesse período como O Monstro do Ártico e O Dia Em Que a Terra Parou (ambos de 51), A Guerra dos Mundos (53), O Mundo em Perigo (54), Vampiros de Almas e O Planeta Proibido (ambos de 56), O Incrível Homem Que Encolheu (57), A Mosca da Cabeça Branca (58), entre tantos outros. E de 1955 vem também outro clássico memorável: Guerra Entre Planetas (This Island Earth), dirigido por Joseph M. Newman e com Jeff Morrow, Rex Reason e Faith Domergue.

Guerra entre Planetas (1955) (2)

Os alienígenas do planeta Metaluna estão enfrentando uma terrível guerra contra o planeta Zagon, que está bombardeando o inimigo com potentes meteoros, destruindo gradativamente seu campo de força. Em busca de novas opções de energia nuclear para tentar salvar seu mundo da destruição, os humanoides de Metaluna montaram uma base secreta na Terra, convocando os principais cientistas de vários países para ajudá-los nas pesquisas de energias alternativas. O líder alienígena é Exeter (Jeff Morrow), que tenta manter ao seu lado as habilidades e conhecimentos de um casal americano de cientistas, Dr. Cal Meacham (Rex Reason) e Dra. Ruth Adams (Faith Domergue). Mas, por falta de tempo disponível para o desenvolvimento de um trabalho que poderia ser a salvação, eles são levados até Metaluna por ordem do monitor supremo do planeta (Douglas Spencer), chegando durante o ápice do conflito, sob um maciço bombardeio de Zagon. Não restando o que fazer para evitar a extinção de Metaluna, os cientistas humanos tentam fugir do caos e retornar para a Terra, onde no caminho, além das explosões de um campo de batalha, eles têm que enfrentar também um monstro mutante.

Guerra entre Planetas (1955) (1)

O roteiro de Guerra Entre Planetas se utiliza da tensão da guerra fria dos anos 50, abordando o tema da exploração da energia nuclear, nesse caso também voltada para um conflito bélico. Seus realizadores, numa jogada de marketing, evidenciaram num dos cartazes promocionais do filme, o relevante fato da produção ter levado dois anos e meio para a concepção final dos impressionantes efeitos especiais das cenas de guerra entre Metaluna e Zagon. E realmente, a opinião dos fãs e críticos é unânime em enfatizar a qualidade dos efeitos, principalmente pela distante época em que foram produzidos, sem a facilidade de toda essa tecnologia de computação gráfica do século XXI. Além disso, o filme também é muito lembrado por apresentar uma terrível criatura mutante, que mesmo em aparições rápidas, tornou-se um dos mais significativos monstros do espaço da história do cinema de ficção científica.

Leia também:

Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien