Fantasma do Espaço (1953)

Fantasma do Espaço (1953)
FC bagaceira ao extremo
Fantasma do Espaço
Original:Phantom from Space
Ano:1953•País:EUA
Direção:W. Lee Wilder
Roteiro:William Raynor, Myles Wilder
Produção:W. Lee Wilder
Elenco:Ted Cooper, Tom Daly, Steve Acton, Burt Wenland, Lela Nelson, Harry Landers, Bert Arnold, Sandy Sanders, Harry Strang, Jim Bannon, Jack Daly, Michael Mark, Rudolph Anders, James Seay, Noreen Nash, Steven Clark, Dick Sands

Fantasma do Espaço (Phantom From Space, 1953) é uma bagaceira de ficção científica em preto em branco produzida na nostálgica década de 1950. Lançada em DVD por aqui pela extinta Works em sua Sci-Fi Collection, num mesmo disco com Mundos Que Se Chocam (Killers From Space, 1954). O filme foi dirigido por W. Lee Wilder, irmão do conhecido cineasta Billy Wilder, com roteiro de William Raynor inspirado numa história de Myles Wilder, filho do diretor, e tem um elenco inexpressivo, com nomes como Harry Landers e Noreen Nash.

Um O.V.N.I. é perseguido pelos militares americanos e cai em Santa Monica. Seu ocupante sobrevive (Dick Sands) e vestindo uma roupa inusitada, um traje espacial com um capacete parecido com um escafandro de mergulho, ele anda sem rumo deixando um rastro de mortos pelo caminho, sendo perseguido pela polícia e chamado de fantasma por causa de sua invisibilidade, segundo a descrição de testemunhas que indicaram não ver ninguém por trás do capacete com antenas. Um policial, Tenente Bowers (Harry Landers), se encarrega das investigações, tendo que proteger também a mocinha Barbara Randall (Noreen Nash), que conseguiu contato com o alienígena e é auxiliar do cientista Dr. Wyatt (Rudolph Anders).

Fantasma do Espaço (1953) (2)

Filme Z, curto (só 73 minutos), com história óbvia e interpretações fuleiras. A pobreza de recursos é tamanha que nem um simples disco voador tosco foi mostrado, com os produtores preferindo utilizar um efeito medíocre de luz. A presença de um narrador parece estranha e desnecessária, e o capacete espacial do alienígena, de importância fundamental para sua respiração, é no mínimo incomum. Curiosamente, o ator alemão Rudolph Anders participou de outras bagaceiras de horror e FC como The Snow Creature (54), She Demons (58), e Frankenstein 1970 (58). O filme até diverte um pouco justamente pela ruindade em geral e não proposital, mas não significa nada e sua lembrança é descartada logo após a indicação do fim da projeção.

(Visited 37 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien