Críticas

Por um Fio (2002)

Uma produção bastante curiosa e claustrofóbica, que utiliza um único cenário sem ser lento ou cansativo!

Por um Fio (2002)

Não desligue o telefone!

Por um Fio
Original:Phone Booth
Ano:2002•País:EUA
Direção:Joel Schumacher
Roteiro:Larry Cohen
Produção:Gil Netter, David Zucker
Elenco:Colin Farrell, Kiefer Sutherland, Forest Whitaker, Radha Mitchell, Katie Holmes, Paula Jai Parker, Tia Texada, John Enos III, Richard T. Jones, Keith Nobbs

A cidade de São Paulo possui uma infinidade de telefones públicos. Muitos estão espalhados pelas regiões de maior concentração de pedestres como estações de trem e de metrô, shoppings, praças, parques e grandes avenidas. Um passeio pela Avenida Paulista permite a visualização e acesso a milhares de “orelhões“, facilitando a comunicação e aproximando ainda mais as pessoas. Mesmo com o avanço da tecnologia e o barateamento de telefones celulares, o excesso de violência gerou um grupo que ainda dá preferência por utilizar os cartões telefônicos e realizar ligações em vias públicas.

Faço parte desse grupo.

Num sábado, à tarde, após assistir ao filme Por Um Fio, no Shopping Pátio Paulista, caminhei pela rua até encontrar um telefone público na esquina da Treze de Maio com a Avenida Paulista. Pretendia telefonar para minha namorada e informar sobre o término da sessão, mas antes que eu pudesse teclar o número adequado, fui surpreendido pelo soar do telefone. Eu olho em volta e resolvo atendê-lo:

Marcelo: Alô?!?

Voz: Com tantos telefones no interior do shopping e você prefere utilizar um orelhão na rua. Nem imagina o quanto podia ser perigoso, hein?

Marcelo: O quê? Sinto muito, mas essa ligação não devia ser para mim..

Voz: O que você acha, Marcelo? Como editor do Portal Boca do Inferno, você já deve estar acostumado com coisas bizarras.

Marcelo: Como você sabe meu nome? E sobre meu site?

Voz: Se ainda está perguntando, não está pronto para saber. Tenho em minha mão um rifle de longo alcance e estou numa das milhares janelas a sua volta. Caso queira viver, diga: quem dirigiu e quem escreveu o roteiro de Por Um Fio?

Marcelo: Calma…vou colaborar. O roteiro foi escrito por Larry Cohen, cujos créditos incluem a direção e o roteiro de Nasce um Monstro (It´s Alive, 1974) e A Ambulância (The Ambulance, 1990); A Coisa (The Stuff, 1985) e apenas o roteiro de Maniac Cop, de 1988; entre outras produções. Já o diretor é o conhecido Joel Schumacher, cuja carreira é feita de altos (Os Garotos Perdidos) e baixos (Batman & Robin). Pronto. Agora me diga qual é o seu nome…

Voz: Você ainda não entendeu o jogo? Quem faz as perguntas sou eu, garoto! Estou apontando para você…consegue sentir? Sou O OLHO QUE TUDO VÊ..Então, fale um pouco a respeito do enredo e rápido…

Por um Fio (2002) (2)

Marcelo: Está bem…Por um Fio mostra o sofrimento do publicitário Stu Shepherd (Colin Farrew) ao entrar numa cabine telefônica em Nova Iorque para conversar com sua amante. Após a ligação, o telefone toca e ele passa a ser ameaçado por um assassino cruel e perspicaz que o tem na mira de um rifle, impedindo-o de sair do local. Para piorar a situação do ambicioso Stu, ele é atormentado por algumas garotas de programa, um vendedor, um entregador de pizza e principalmente a polícia, comandada pelo experiente capitão Ramey (Forest Whitaker), gerando diversas situações tensas à medida em que todos passam a estar na mira do psicopata.

Voz: Muito bem, garoto! Gostaria de saber mais a respeito do caráter de Stu.

Marcelo: Por que você não vai assistir ao filme? É uma produção bastante curiosa, pois utiliza um único cenário sem ser lento ou cansativo. Schumacher conseguiu realizar um trabalho excelente ao criar telas múltiplas para narrar diversas ações simultâneas.

Voz: RESPONDA A MINHA PERGUNTA!!

Marcelo: Não fique nervoso, amigo, você é o dono da situação. Desde o primeiro momento em que Stu surge na tela, o espectador já cria uma antipatia pelo personagem, que abusa das mentiras para manipular as pessoas à sua volta. Casado com uma bela mulher, Kelly (Radha Mitchell), ainda assim, mantém relações extraconjugais com Pamela (Katie Holmes), que ingenuamente acredita ser a única na vida de Stu. Confesso que esperava mais da personagem vivida por Katie Holmes, cuja participação é meramente superficial. Já Forest Whitaker consegue mais uma vez surpreender com sua atuação brilhante. O ator já está acostumado a participar de filmes que usam apenas um cenário, basta lembrar de O Quarto do Pânico.

Voz: Quem disse que sou seu amigo? Já matei outras pessoas em situações parecidas com a sua e pelo visto terei que fazer o mesmo com você.

Marcelo: Espere…estou colaborando, não estou? Quem você matou?

Voz: A última pessoa que matei não soube captar a essência do filme Didi: O Cupido quando realizou sua crítica. Quais são os pontos positivos e negativos do filme Por Um Fio? Se eu não gostar da resposta, acertarei sua cabeça antes que possa dizer o nome do melhor filme de Uwe Boll.

Por um Fio (2002) (3)

Marcelo: Vou tentar. A parte desagradável de Por um Fio fica por conta do final fraco e inverossímil, numa tentativa frustrada de agradar o espectador acostumado a acompanhar a violência apresentada diariamente nos programas jornalísticos. Não quero revelar detalhes que possam estragar a surpresa, mas posso dizer que eu esperava mais. Por outro lado, Kiefer Sutherland consegue transmitir toda a sua ira apenas com a entonação da Voz, claramente duplicada. Sua performance vocal consegue estabelecer um duelo interessante com o personagem principal, colocando-o sempre um passo a frente de sua vítima. Enfim, Por Um Fio pode ser uma produção agradável às pessoas que admiram filmes diferentes, com diálogos inteligentes e tramas criativas. Mas também pode ser cansativo às…

Voz: ZZZZZzzzzzzzzzzzzzzz
Marcelo: ?????!???

Leia também:

3 Comentários

  1. Gilson bloch

    filmaçõ só isso ..

  2. vanessa vasconcelos

    HAHAHA,ADOREI,E TBM ADORO ESSE FILME.

  3. Ervin Zuniga

    KKKKK! Muito interessante o formato da crítica! Adorei!
    O filme tbm!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *