Meu Namorado é um Zumbi (2013)

Meu Namorado é um Zumbi (2013)
Morto, mas esquentando!
Meu Namorado é um Zumbi
Original:Warm Bodies
Ano:2013•País:EUA
Direção:Jonathan Levine
Roteiro:Jonathan Levine, Isaac Marion
Produção:David Hoberman, Todd Lieberman, Bruna Papandrea
Elenco:Nicholas Hoult, Teresa Palmer, Analeigh Tipton, Rob Corddry, Dave Franco, John Malkovich, Cory Hardrict, Daniel Rindress-Kay, Vincent Leclerc

A moda dos zumbis em filmes e séries começou há algum tempo e vem crescendo cada vez mais, dando origem a inúmeras produções do gênero, com os mais diversos tipos de zumbi. Algumas delas se tornaram clássicos instantâneos (como REC), enquanto outras foram verdadeiros sacrilégios (como House of the Dead). E com tantas produções, a tendência é que se torne cada vez mais raro nos depararmos com um filme que traga algo novo para o gênero. É aí que entra Meu Namorado é um Zumbi.

Baseado no livro Sangue Quente, de Isaac Marion, o longa tem como protagonista um zumbi chamado R (Nicholas Hoult), que vive em um aeroporto com vários outros mortos-vivos, entre eles seu amigo M (Rob Corddry). Em uma caçada por comida, R se alimenta de Perry (Dave Franco), namorado da sobrevivente Julie (Teresa Palmer). O zumbi acaba se apaixonando pela menina, e a relação entre os dois dá início a uma reação em cadeia que afeta todos os Cadáveres (como são chamados os zumbis) e enraivece os Esqueléticos (zumbis que já deixaram de lado toda a humanidade que lhes restava). R e Julie também têm como empecilho o pai da menina, Grigio (John Malkovich), um general que persegue os mortos-vivos.

Meu Namorado é um Zumbi pode ser visto como uma versão moderna e distorcida de Romeu e Julieta (a começar pelo nome dos personagens centrais), com uma dose de humor e acompanhada de uma ótima trilha sonora. O diretor Jonathan Levine consegue balancear bem os elementos, sem descambar para a comédia romântica mamão-com-açúcar. Só não esperem ver terror e gore! No ataque dos zumbis, logo no começo do filme, o sangue é escasso e não se vê uma tripa sequer.

Meu Namorado é um Zumbi (2013) (1)

É difícil aceitar zumbis que falam e têm sentimentos, mas, ao mesmo tempo, é interessante assistir a um filme do gênero pela ótica dos mortos-vivos. Na maioria dos casos, zumbis são seres irracionais, que agem puramente por instinto, mas como seria se um ser humano ainda tivesse consciência de seus atos e estivesse preso dentro de um corpo que precisa se alimentar da carne dos vivos para funcionar?

Meu Namorado é um Zumbi sempre foi muito comparado com Crepúsculo, mas o filme conta com personagens mais bem escritos e atores competentes, ainda que seu roteiro não traga grandes surpresas ou reviravoltas, sem ousar. É fato que muitos fãs do horror vão torcer o nariz (muitos sem nem mesmo assistir ao longa), mas quem se esforçar para esquecer o zumbi tradicional por pouco mais de uma hora e meia pode passar por alguns momentos divertidos, em uma experiência um pouco diferente da comum.

(Visited 122 times, 1 visits today)
Silvana Perez

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno.

2 comentários em “Meu Namorado é um Zumbi (2013)

  • 18/07/2013 em 11:01
    Permalink

    Desde o trailer que já tinha gostado da premissa diferente. Afinal de contas, um zumbi que pensa e se apaixona, nunca se viu antes. O filme é simpático, gostoso de assistir, e você se pega mesmo torcendo pelos zumbis, que passam de bandidos a mocinhos incompreendidos ao desenrolar da trama. Recomendo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien