Mutação (1997)

Mutação (1997)
Uma imitação bastante original!
Mutação
Original:Mimic
Ano:1997•País:EUA
Direção:Guillermo del Toro
Roteiro:Donald A. Wollheim, Guillermo del Toro, Matthew Robbins
Produção:Ole Bornedal, B.J. Rack, Bob Weinstein
Elenco:Mira Sorvino, Jeremy Northam, Alexander Goodwin, Giancarlo Giannini, Charles S. Dutton, Josh Brolin, Alix Koromzay, F. Murray Abraham, James Costa, Javon Barnwell, Norman Reedus, Pak-Kwong Ho, Margaret Ma

Mimic” significa “imitar, simular“, o que poderia servir como avaliação de mais um filme envolvendo insetos gigantes, tendo em vista tudo o que cinema fantástico já vinha mostrando desde a década de 50. Talvez para um cineasta qualquer a intenção pudesse ser apenas essa, um fast-food financeiro, mas para o então novato Guillermo del Toro o conceito era mais profundo do que os mistérios escondidos nas redes de metrô de Nova Iorque. Antes de Mutação, ele havia conduzido dois curtas e alguns episódios da série Hora Marcada até assumir o ótimo Cronos, em 1993, embora seu nome fosse associado à experiência que adquiriu como técnico de efeitos especiais com o auxílio de Dick Smith, de O Exorcista.

Mutação surgiu da admiração de del Toro com o tema. Ele sempre teve um fetiche assumido por insetos, criaturas repugnantes, monstros, lugares escuros e coisas que vivem à margem da sociedade. Observando a carreira do diretor, nota-se esse interesse absoluto pelo inaceitável, restando apenas argumentos que conduzissem ao seu estilo, como o do conto de Donald A. Wollheim que deu origem ao filme. Era para ser uma trilogia de curtas, com 30 minutos de duração, para serem exibidos seguidamente – contudo, durante o processo de criação, del Toro notou que o tema poderia render uma produção única, enquanto os demais segmentos se transformaram em filmes independentes: o curta Alien Love Triangle (1999) e Impostor (2001). Ainda assim pode-se separar o longa de del Toro em três atos distintos:

Mutação (1997) (1)

Ato 1: Judas Breed

Manhattan está infestada de baratas. Se esse pesadelo já não fosse o suficiente, elas estão trazendo uma doença que a mídia apelidou de “Strickler’s Disease“, afetando mortalmente as crianças. Com o apoio da entomologista Susan Tyler (Mira Sorvino) e seu marido Peter Mann (Jeremy Northam), é realizado uma engenharia genética para criar um inimigo que pudesse “trair” sua espécie, contaminando-a: surge então um grande inseto – numa mistura de louva-deus com cupim – chamado de Judas Breed, capaz de liberar uma enzima mortal para as criaturas. O experimento funciona perfeitamente, ainda mais pelo fato de Judas Breed não conseguir se procriar. O fim dos tempos acabou sendo adiado!

Mutação (1997) (2)

Ato 2: Mr. Funny Shoes

Três anos após a vitória contra os insetos, um reverendo é assassinado. O garoto especial Chuy (Alexander Goodwin), filho do sapateiro Manny (Giancarlo Giannini), com sua habilidade de imitar o andar das pessoas, identifica o agressor como “o sr. sapatos engraçados“. Na investigação do assassinato, nota-se que a igreja possui uma conexão com o metrô, e há vestígios de fezes de insetos. Susan compra de dois meninos de rua um inseto estranho e logo nota a similaridade com o Judas Breed, enquanto novas vítimas são noticiadas, incluindo o desaparecimento de Chuy, o que traz a aproximação do policial Leonard (Charles S. Dutton) e do chefe de Susan, Dr. Gates (F. Murray Abraham). Todos os envolvidos, por razões diversas, descem para os túneis de metrô, onde encontram uma colônia de insetos gigantes não identificados pelo fato deles usarem as asas para imitar o rosto humano.

Ato 3: Nos túneis escuros do metrô

Presos na parte sombria do metrô, eles conseguem se proteger num vagão abandonado, espalhando pelo corpo as entranhas das criaturas para imitar o cheiro. Contudo, precisarão se unir para encontrar um meio de sair do local e enfrentar os inimigos criados em laboratório. Eles dividem as tarefas para ativar o trem e até conseguem encontrar Chuy aprisionado, mas a reprodução e evolução dos insetos são grandes problemas, necessitando até mesmo de sacrifícios para que a cidade não sucumba ao mal iminente.

Mutação (1997) (4)

Com ótimos efeitos especiais, a cargo do experiente Colin Penman (dos três últimos Jogos Mortais), Mutação é um belíssimo filme B de ficção científica e horror com todos os elementos que valem a pena uma conferida. É um filme de monstros, misturado com slasher, com toques de claustrofobia e tensão, e um elenco atraente e reconhecido pelo público. Del Toro conduz o trabalho com muita precisão, não se importando em mostrar o assassinato de crianças, e encher a película com sangue e gore. Pode-se dizer que foi graças a esta produção que o cineasta atraiu os olhos para seu talento, abrindo as portas definitivas para Hollywood – menos para os Weinstein, devido a um conflito criativo ocorrido durante as filmagens.

Mutação (1997) (5)

Nos cinemas, a produção não fez o sucesso esperado: os 25 milhões do orçamento foi o que o filme conquistou no box office dos EUA e do Reino Unido. Mesmo assim rendeu duas continuações, os inferiores Mutação 2, de 2001, dirigido por Jean de Segonzac; e Mutação 3 – O Sentinela, de 2003, por J.T. Petty, com Lance Henriksen. Esses, sim, fazem jus ao título original, copiando algumas fórmulas já usadas à exaustão pelo gênero fantástico.

(Visited 230 times, 4 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

13 comentários em “Mutação (1997)

  • 13/06/2016 em 18:30
    Permalink

    aonde tá o link pra abaixar o filme , por favor??

    Resposta
    • Silvana Perez
      14/06/2016 em 08:43
      Permalink

      Luciano, não publicamos links para download.

      Resposta
  • 12/05/2014 em 20:10
    Permalink

    FILME FANTÁSTICO. REALMENTE SOMBRIO E ASSUSTADOR. E PARABENS PELO SITE. TÁ ÓTIMO COMO SEMPRE.

    Resposta
  • 31/07/2013 em 14:37
    Permalink

    Filme sombrio e atmosfera pesada como sempre Del Toro arrebentou.

    Resposta
  • 06/07/2013 em 12:39
    Permalink

    Faz muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito tempo que vi o filme, mas, ainda me lembro de algumas partes… mas, realmente, é DIVERTIDO DEMAIS!

    Resposta
  • 28/06/2013 em 04:45
    Permalink

    Excelente filme realmente,já as continuações são bem fracas mesmo.

    Resposta
  • 24/06/2013 em 20:12
    Permalink

    Realmente, muito bom! Recentemente, saiu uma versão do Diretor com cenas que foram cortadas a época, uma pena que no Brasil saiu pela Imagem a edição normal, sem nenhum “extrazinho” em DVD. Mas vale a pena mesmo, depois de Mutação Del Toro assumiu a direção do excelente Blade II e o resto e história …

    Resposta
  • 24/06/2013 em 06:28
    Permalink

    ASSISTIR ESSE FILME NA HBO , GOSTEI MUITO EXCELENTE , JÁ AS CONTINUAÇÕES AINDA NÃO ASSISTIR..

    Resposta
  • 23/06/2013 em 15:22
    Permalink

    muito bom ver uma crítica desse filme aqui nesse site,adoro esse filme ,Del Toro foi muito criativo criando a éstoria desse filme,acho esse junto com o labirinto do fauno seus melhores filmes,e adoro a Mira Sorvino,ótima atriz.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien