Críticas

O Dentista (1996)

Com um gore lindo de se ver, esta pérola do bom cinema B de horror vai fazer você pensar duas vezes antes de ir a uma consulta!

O Dentista (1996)

O Dentista
Original:The Dentist
Ano:1996•País:EUA
Direção:Brian Yuzna
Roteiro:Dennis Paoli, Stuart Gordon,
Produção:Pierre David
Elenco:Corbin Bernsen, Linda Hoffman, Michael Stadvec, Ken Foree, Tony Noakes, Molly Hagan, Patty Toy, Jan Hoag, Earl Boen, Christa Sauls, Mark Ruffalo, Lise Simms, Joanne Baron

Acho que podemos concordar que uma das dores mais terríveis pelas quais uma pessoa comum passa na sua vida cotidiana é aquela causada pela broca do dentista atingindo o nervo. A dor é pura e difícil de descrever, e todo mundo que já foi ao consultório dental já provou dela. Mas, para não difamar os dentistas, há de se admitir que eles estão apenas fazendo o seu trabalho, e não querem nos machucar. Agora, já imaginou se quisessem?

O Dentista (1996) (2)

O Dentista é um filme de 1996 que faz um brilhante uso do ambiente do consultório dentário para criar uma atmosfera de violência e humor negro. Corbin Bernsen, no papel de sua vida, é o Dr. Alan Feinstone, um bem sucedido ortodontista que descobre que sua esposa Brooke (Linda Hoffman) está transando com o limpador de piscina (Michael Stadvec). Feinstone, que já não bate muito bem das bolas, se vinga arrancando todos os dentes da esposa e, não satisfeito, passa a torturar e matar seus pacientes e colegas de trabalho.

O Dentista (1996) (1)

Um detalhe muito interessante é o fato de que as salas do consultório de Feinstone possuem ambientes temáticos, já que o dentista quer criar uma “experiência dental completa“. As vítimas que circulam por essas salas são das mais variadas. Entre os pacientes, está a Sarah (Virginya Keehne, adorável), uma adolescente louca para tirar o aparelho dental. Já a modelo April Reign (Christa Sauls) quer ter uma dentição perfeita para ganhar um concurso de beleza. Seu agente é curiosamente interpretado por Mark Ruffalo, que nem sonhava que um dia iria interpretar Bruce Banner em Os Vingadores. Mas nenhum sofre mais que Marvin Goldblum (Earl Boen), um fiscal da receita federal corrupto que paga pelos seus pecados na melhor cena do filme.

O Dentista (1996) (4)

O gore aqui é uma coisa linda de se ver, e vai fazer muita gente se contorcer na poltrona. Mas o que carrega o filme é a interpretação de Corbin Bersen. Além de interpretar Feinstone nesse filme e na sequência, ele já havia encarnado um dentista assassino no telefilme Beyond Suspicion. A sua construção do personagem é tão rica que faz o espectador se sentir cúmplice do crime. Um truque difícil, que é atingido com muito talento e um orçamento modesto nessa pérola do bom cinema B de horror.

Leia também:

7 Comentários

  1. Assisti esse filme muitas vezes em VHS, ótima produção!

  2. Fabio R

    Não achei tanta coisa assim não, nem o primeiro e nem o segundo.

  3. Anna

    Meu 1º emprego em 1999 foi numa locadora de videos (ainda VHS! rs) e morria de medo só de olhar capa desse filme, tanto que nunca tive coragem de ver (assim como n tive ainda coragem de ver Centopéia Humana! rs).

  4. Gilson Bloch

    legal queria muito vê esse filme..

  5. Fábio

    Parece ser muito bom.

  6. vanessa vasconcelos

    eu tenho um medo desgraçado de dentista,por isso nunca consegui assistir esse filme,mas um dia conseguirei hahaha.

  7. Danilo

    parece divertidopara ver com os amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *