Halloween 4 – O Retorno de Michael Myers (1988)

Halloween 4 (1988) (4)

Halloween 4 - O Retorno de Michael Myers
Original:Halloween 4: The Return of Michael Myers
Ano:1988•País:EUA
Direção:Dwight H. Little
Roteiro:Danny Lipsius, Larry Rattner, Benjamin Ruffner, Alan B. McElroy
Produção:Paul Freeman
Elenco:Donald Pleasence, Ellie Cornell, Danielle Harris, George P. Wilbur, Michael Pataki, Beau Starr, Kathleen Kinmont, Sasha Jenson, Gene Ross, Carmen Filpi, Raymond O'Connor, Jeff Olson, David Jensen

O título da quarta parte da franquia Halloween é bastante clara quanto ao seu objetivo. Michael Myers está de volta. Depois do clássico dirigido por John Carpenter em 1978 e da competente parte 2 de 1981, a série desandou com o terceiro filme. O Halloween 3, de 1982, tinha um roteiro interessante e bons elementos funcionais ao gênero, porém a figura de Michael Myers foi deixada de lado na tentativa de levar a série para um novo direcionamento. Apesar de ser um bom filme, os fãs não gostaram do formato e Halloween 3 quase sepultou a série.

Percebendo que a obra original iria comemorar 10 anos, o produtor executivo Moustapha Akkad idealizou um quarto episódio e decidiu trazer de volta os principais elementos responsáveis pelo sucesso dos dois primeiros filmes. Para começar, temos o retorno de Michael Myers, desta vez interpretado por George P. Wilbur. No roteiro, dez anos se passaram desde a matança dos filmes 1 e 2, que acontecem na mesma noite. Michael sobreviveu a explosão no hospital onde boa parte da ação do segundo filme se passa e desde então permaneceu internado em estado catatônico em um sanatório.

Halloween 4 (1988) (5)

Além do retorno de Michael, o quarto filme também trouxe novamente o ator Donald Pleasence, como o sempre marcante Dr. Loomis, que também sobreviveu a explosão no final do segundo filme. Sem a volta de Jamie Lee Curtis, que interpretou Laurie Strode nos filmes 1 e 2, o novo roteiro criou a personagem de Jamie, que seria a filha de Laurie. A garota é interpretada pela ótima Danielle Harris, que fez em Halloween 4 a sua estreia no cinema. Outro elemento importante é que a trama acontece na cidade de Haddonfield, mesmo cenário dos dois primeiros filmes. Com estes personagens, seria fácil para os roteiristas criarem uma história que agradasse aos fãs.

O filme começa na véspera de Halloween e Michael Myers será transferido para um outro sanatório. Sem o consentimento do Dr. Loomis, a ambulância segue com o assassino, que acaba escutando que tem uma sobrinha. Não demora muito para ele acordar, matar a todos na ambulância e partir em direção da garota. Em Haddonfield, Jamie mora com pais adotivos depois que Laurie morreu em um acidente de carro. A garota, que não sabe do que aconteceu com a mãe no passado, tem pesadelos assustadores com Michael Myers, a quem ela se refere como o bicho papão. O dia amanhece, é Dia das Bruxas e Michael chega em Haddonfield.

Halloween 4 (1988) (2)

Não precisa ser gênio para perceber que Halloween 4 soa quase como um plágio do filme original. No entanto, a direção de Dwight H. Little faz bom uso do roteiro ao aproveitar todos estes elementos já conhecidos, mas potencializa as situações. É interessante observar que pela primeira vez, a cidade e os moradores decidem caçar Michael Myers ao invés de deixar o serviço para a polícia. Além disso, o filme segue com um bom ritmo, cenas de suspense, violência e personagens bem concebidos. Além de Loomis e Jamie, um outro destaque da trama é a irmã adotiva Rachel, interpretada por Ellie Cornell.

Além disso, o diretor se esforça para criar não apenas momentos de tensão, como também cenas que causem estranhamento e provoquem sentimentos de medo e insegurança. O melhor exemplo acontece logo nos créditos iniciais, quando somos apresentados a uma coleção de imagens que remetem ao Dia das Bruxas. Outro momento interessante é o encontro inicial entre Michael e Dr. Loomis, que aqui está em sua melhor forma. Cansado e disposto a matar Michael, é impressionante como o filme cresce sempre que Donald Pleasence está em cena. A fotografia do filme é bem feita e o ritmo segue de forma eficiente até a sua conclusão.

Halloween 4 (1988) (1)

Claro que o filme também possui algumas falhas e momentos forçados no roteiro, como quando Michael simplesmente “invade” uma caminhonete em movimento e mata todo mundo. Aliás, algumas mortes são desnecessárias e se o primeiro filme continha poucos assassinatos, mas todos bem encenados, em Halloween 4 é possível perder a conta de quantos personagens batem as botas.

Mas o melhor de Halloween 4 fica reservado ao seu final, que aqui não será explicado por motivos óbvios. Mas basta dizer que de forma comparativa, a conclusão da vez é tão forte e surpreendente que se não supera o final do primeiro filme, ao menos fica equivalente. Crédito do roteiro, da direção e da dupla Pleasence e Harris. Os dois atores voltaram a atuar juntos no ano seguinte em Halloween 5, porém, com resultado bem diferente. Não por culpa deles, que mantiveram a carga dramática dos seus personagens, mas do roteiro da vez. Mas esta já é outra história.

Halloween 4 (1988) (3)

(Visited 1.309 times, 3 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista com Mestrando em Comunicação. Fã de Cinema, mas com gosto especial para filmes de Terror. Para ele, o gênero vai muito além de sangue e morte.

6 comentários em “Halloween 4 – O Retorno de Michael Myers (1988)

  • 11/03/2015 em 10:52
    Permalink

    Na Boa A coisa mais imbecil de Halloween 4 e 5 é que um psicopata que seria o certo ir aparecendo do nada e matando que ai sim seria um psicopata ai em vez disso um cara que dirige carros troca de mascara se disfarça e por fim pertence a uma entidade como é visto no 5 Sinceramente tinham que terem deixado no Halloween 1 e parado pois no 2 a cena mais imbecil é quando o Dr Loomis vai num lugar e vê uns escritos e diz isso foi o Michael que inscreveu lamentavelmente na época eu não era atento a detalhes mas agora percebo que Halloween não passa de um filme indefinido o qual o Psicopata que era pra ser se torna um personagem de segundo Plano o Contrario de Jason que esse sim era Insano sabe quem sabe no próximo Velozes e Furiosos não colocam Michael Myers para Pilotar uma Lamborghini envenenada abraços

    Resposta
  • 18/04/2014 em 23:45
    Permalink

    É o filme que mostra o retorno digno de Michael Myers.
    Funciona bem com seu clima de suspense, onde as peças vão se encaixando devagarinho.
    Donald Pleasence mostra que não perdeu a mão ao interpretar Loomis pela terceira vez e Danielle Harris cria a Jaime perfeita.
    Michael também volta com toda sua fúria, pronto para acabar com qualquer um que cruze seu caminho.
    Muito bom.
    Vambora assistir a série completa e esquecer o remake e sua continuação.

    Resposta
  • 03/11/2013 em 16:29
    Permalink

    já vi,mas quero rever,pois estou um pouco esquecida desse filme.

    Resposta
  • 02/11/2013 em 11:20
    Permalink

    Quando a BAND era boa… SAUDADES DO CINE TRASH!!!
    ADORAVA ASSISTIR ESTE QUANDO PASSAVA…

    Resposta
  • 01/11/2013 em 00:23
    Permalink

    assístivel , apesar do esforço de trazer Loomes e Michael, depois de ter morridos os 2 e Michael está cego dos 2 olhos , mas deixa pra lar a pior máscara de toda a franquia parece um velho boboca..

    Resposta
  • 31/10/2013 em 22:58
    Permalink

    Bom filme,manteve a boa qualidade dos 2 primeiros Halloween.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien