Trilogia Chainsaw Maid

Chainsaw Maid (2007)

Chainsaw Maid
Original:Chainsaw Maid
Ano:2007-2010-2012•País:Japão
Direção:Takena Nagao
Roteiro:Takena Nagao
Produção:Takena Nagao
Elenco:

Imagine a situação. Você é uma menininha doce e inocente. Seu pai lhe cobre de amor e cuidados e a sua babá é carinhosa como uma segunda mãe. O fato da empregada estar louca para fazer sexo com seu pai não vem ao caso. Não mais que de repente, toda esta harmonia é quebrada quando uma grupo de zumbis devoradores de carne humana invade a cidade. O que fazer? Para a sua felicidade, a então dedicada e safadinha babá encontra uma motosserra e parte para o contra ataque.

Este é enredo do curta de animação Chainsaw Maid. A produção japonesa foi lançada em 2007 e tem duração de apenas sete minutos, o que é uma pena visto que a trama, apesar de não assustar nada, é diversão garantida para os fãs do gênero. O diretor Takena Nagao utilizou aqui a técnica de stop motion com massa de modelar para contar uma história repleta de exagero com vários banhos de sangue ao melhor estilo A Morte do Demônio. Tudo isto dentro de uma história colorida típica do mundo das massas de modelar. Todo esse espetáculo de cores proporciona não apenas um certo exagero na utilização do vermelho, mas destaque para demais tonalidades para ilustrarem cérebros, órgãos, vômitos e vísceras.

Chainsaw Maid (2007) (1)

O filme é bem editado, utiliza câmeras em movimento, o que nem sempre é fácil em filmes de animação com stop motion, e tem uma trilha bem funcional para o gênero. Tais elementos são utilizados pelo diretor justamente para não permitir uma leitura apenas cômica, mas tentar provocar tensão em quem assiste ao filme. Além disso, Takena abusa de cenas fechadas, com direito a várias cenas de mutilações provocadas pela cuidadosa babá. Como resultado, Chainsaw Maid rodou o mundo em festivais de animação e de terror.

E como tudo que faz sucesso no gênero tende a ganhar uma parte 2, Chainsaw Maid teve a sua sequência lançada em 2010. No novo filme, desta vez dirigido pleo inglês Lee Hardcastle, reencontramos os mesmos personagens da primeira parte. A garotinha está triste porque o seu passarinho morreu. O pai está se recuperando de uma mordida que levou no filme anterior e a empregada continua louca para transar com o patrão. Eis que de repente os efeitos da mordida transformam o pai da garota em zumbi. E como em time que se está ganhando não se mexe, a dedicada babá logo recorre para a sua serra elétrica na tentativa de sobreviver novamente ao apocalipse zumbi. Desta vez com a ajuda de uma espingarda, a empregada nos proporciona novamente uma exposição de sangue, vísceras e massinha de modelar em proporções maiores do que no original.

Chainsaw Maid (2007) (3)

E para fechar com chave de ouro, que tal conferir Chainsaw Maid 3D? É isto mesmo. Na parte três da franquia, temos um avanço temporal quando reencontramos a garotinha do original. De inocente ela não tem mais nada. O filme, que realmente foi exibido nos cinemas em 3D, começa mostrando a mulher nua e convidado o marido para uma diversão no chuveiro. Curiosamente, a serra elétrica que a salvou no passado fica como artigo de decoração na sala. Não demora muito para a casa ser invadida por zumbis. E como estamos falando de uma produção em 3D, nada melhor do que deixar as cenas mais nojentas para este filme, que também foi dirigido por Lee Hardcastle.

Chainsaw Maid (2007) (4)

Ao final desta trilogia, é inegável não pensar como seria interessante uma versão para o cinema em formato de longa-metragem e com atores de verdade. Se o diretor envolvido neste projeto souber e conseguir manter a essência dos curtas, seria possível imaginar um trabalho capaz de agradar aos fãs de filmes com zumbis, muito sangue e mulheres nuas. Ah, e motosserras é claro.

Confira o curta Chainsaw Maid:

Chainsaw Maid 2:

Chainsaw Maid 3D:

(Visited 50 times, 1 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista com Mestrando em Comunicação. Fã de Cinema, mas com gosto especial para filmes de Terror. Para ele, o gênero vai muito além de sangue e morte.

3 comentários em “Trilogia Chainsaw Maid

  • 04/10/2013 em 05:04
    Permalink

    Que legal!

    Só não tinha visto o primeiro ainda. Já os do Lee Hardcastle, conheço faz tempo. Aliás, te indico o canal do YouTube dele (https://www.youtube.com/user/leehardcastle).

    Tem a série “Feito em 60 segundos” dele, onde ele pega filmes clássicos de terror e faz um curta deles. Ele já fez do The Evil Dead incluive.

    Resposta
  • 03/10/2013 em 21:35
    Permalink

    Só conhecia o primeiro… MUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO MASSA

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien