Fantasmas de Marte (2001)

Fantasmas de Marte (2001)

Fantasmas de Marte
Original:Ghosts of Mars
Ano:2001•País:EUA
Direção:John Carpenter
Roteiro:Larry Sulkis, John Carpenter
Produção:Sandy King
Elenco:Natasha Henstridge, Ice Cube, Pam Grier, Jason Statham, Clea DuVall, Joanna Cassidy, Richard Cetrone, Rosemary Forsyth, Liam Waite, Lobo Sebastian, Rodney A. Grant, Peter Jason, Wanda De Jesus, Doug McGrath

Em 01/02/02 entrou em cartaz nos cinemas a ficção científica com elementos de horror Fantasmas de Marte (Ghosts of Mars), do diretor especialista no gênero John Carpenter. Aproveitando a moda dos últimos anos com diversas produções abordando o tão misterioso planeta Marte, Carpenter lançou sua colaboração numa história ambientada em 2176, época em que a humanidade possui colônias de exploração no planeta vermelho, dominadas politicamente por mulheres.

Um grupo de policiais tendo à frente a tenente Ballard (Natasha Henstridge, de A Experiência) está encarregado da perigosa missão de escoltar um bandido acusado de assassinato, James Desolation Williams (interpretado por Ice Cube), que está preso em Shining Canyon, um vilarejo de garimpeiros, levando-o até a cidade de Chryse. Ao chegarem de trem no local descobrem que os habitantes foram possuídos por forças malígnas que se revelam como entidades marcianas que foram despertadas acidentalmente na detonação de uma mina subterrânea.

Fantasmas de Marte (2001) (3)

Os “fantasmas de Marte” passam então a se apossarem dos corpos dos trabalhadores locais formando um exército primitivo para combater os invasores de seu planeta. A tenente Ballard e seu perigoso prisioneiro são obrigados a unirem suas forças para lutarem por sua sobrevivência. A exemplo de seu filme anterior, Vampiros (1998), Carpenter abusou da violência nas cenas de confronto entre o grupo de policiais fortemente armados e os garimpeiros possuídos, com decapitações e tiroteios para todos os lados, sempre embalados por uma trilha sonora com música pesada, numa interessante combinação com a agressividade das ações. As sangrentas matanças lembram muito a carnificina dos vampiros num obscuro bar em Um Drink no Inferno (1996).

Uma cena hilariante é quando um dos companheiros do marginal Desolation está sob o efeito de uma droga pesada e quando se apossou de um facão para cortar um explosivo, conseguiu a façanha de decepar o próprio dedo polegar, gritando depois de desespero. O visual de Marte é muito interessante com uma fotografia carregada em tons vermelhos em belas montanhas e canyons áridos, assim como os edifícios e demais construções das cidades, em momentos de pura ficção científica.

Fantasmas de Marte (2001) (1)

Mas apesar de alguns bons momentos de diversão, Fantasmas de Marte é apenas mais um filme mediano com um roteiro óbvio repleto de clichês e situações previsíveis, amparado por um elenco sem grande expressão, funcionando para quem está esperando muita porrada e violência gratuita numa história simples e comum. Os últimos trabalhos de John Carpenter estão nos dando saudades da época de Halloween – A Noite do Terror (1978) e outras pérolas similares como O Enigma de Outro Mundo e Fuga de New York no início dos anos 1980…

Leia também:

Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

5 comentários em “Fantasmas de Marte (2001)

  • 26/02/2015 em 15:40
    Permalink

    Apesar de não ser tão bom quanto os trabalhos anteriores do mestre Carpenter, acho esse filme bem legal.

    A trilha sonora de Fantasmas de Marte foi composta pelo próprio Carpenter, mas foi gravada pela banda Anthrax.

    Resposta
  • 18/04/2014 em 23:40
    Permalink

    Acho um filme bacana, com tudo que se espera encontrar um filme de JOHN CARPENTER – violência, cenas de ação e principalmente, o Rock-n-Roll na trilha sonora.
    É uma experiência boa par quem gosta de Carpenter, ficção cientifica e ação.
    Carpenter mistura horror e ação com maestria, algo que só ele sabe fazer.
    Recomendável.

    Resposta
  • 20/01/2014 em 21:15
    Permalink

    e um filme muito divertido. e uma pena o grande mestre john carpenter foi muito injustiçado na epoca. por isso que ele ficou muito tempo sem trabalha os criticos caiu de pal em cima dele.eu gostei do fastama de marte eu emcaro como pura diversao. ha uma curiosidade sobre esse filme la da frança ele e considerado um filme cult.

    Resposta
  • 18/01/2014 em 23:10
    Permalink

    vi na Hbo nunca terminei de vê , sempre dormia no meio do filme..

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien