A Menina do Algodão (2003)

A Menina do Algodão (2003)

A Menina do Algodão
Original:A Menina do Algodão
Ano:2003•País:Brasil
Direção:Kleber Mendonça Filho
Roteiro:Daniel Bandeira
Produção:Kleber Mendonça Filho
Elenco:Daniel Bandeira, Ediane Cristine da Silva

Imagine a seguinte situação. Você tem 12 ou 13 anos e ficou no colégio até tarde jogando bola com seus amigos. Eis que os pais e mães dos seus colegas chegaram, mas os seus ainda não. Já passa das 22h, todos os funcionários foram embora com exceção do zelador. As luzes foram apagadas e você está lá, praticamente sozinho em um local que aparentemente você conhece muito bem. É quando bate aquela vontade de ir ao banheiro.

Você caminha solitariamente até o banheiro. Ao chegar lá, percebe como aquele lugar parece grande e repleto de espelhos que refletem qualquer movimento. Eis que de repente, você se vira e se depara com uma menina pálida, com algodão na boca, no nariz e ouvidos. Você estará diante da menina do algodão. Pura lenda? Talvez, mas você já pensou de onde surge as lendas? Ou você já escutou aquela famosa frase que toda história tem um fundo de verdade?

A lenda da menina, ou mulher, do algodão que aparece em banheiros parece ter surgido na década de 1970, embora seja difícil apontar uma localização geográfica específica. O fato é que a história se disseminou fazendo com que muitos estudantes, e até professores, evitassem uma ida ao banheiro sozinhos e tarde da noite.

E claro, não demoraria muito para o cinema de terror nacional trazer a menina do algodão para as telas. Uma destas produções surgiu em 2003 com direção da dupla de pernambucanos Kleber Mendonça Filho (que anos depois faria O Som ao Redor) e Daniel Bandeira. Com o título A Menina do Algodão, o curta foi exibido em festivais no Brasil e no exterior.

A Menina do Algodão (2003) (3)

A produção de Kleber e Mendonça mostra um vigia que precisa ir ao banheiro durante seu turno noturno. Um primeiro ponto positivo é referente a ambientação da escola com seus grandes e vazios corredores. A fotografia noturna também ajuda a criar uma sensação de que algo de estranho vai acontecer. A escuridão agrega esta ideia de medo principalmente em algumas imagens granuladas que ajudam a criar um ruído funcional da temática fantástica.

O curta tem um ar claustrofóbico mesmo quando o cenário não é o banheiro, e o som é muito bom e elemento fundamental para dar o ar de suspense que fica no ar. A Menina do Algodão tem duração de seis minutos e segue sem diálogos.

Ficou curioso? Confira A Menina do Algodão:

A lenda da menina ou mulher do algodão é tão famosa em alguns estados brasileiros que já foi até matéria de jornais e não apenas em cadernos de cultura. O site sobrenatural.org traz em um texto de uma reportagem publicada no Diário de Pernambuco, em agosto de 1978, que descreve momentos de pânico provocados pela menina em uma matéria intitulada “Fantasma de uma mulher loura provoca correria e desmaios entre estudantes“. Segue abaixo o texto.

O fantasma de uma mulher loura de cabelos longos, algodão na boca, ouvidos e nariz, está apavorando os moradores dos bairros do Centenário e Vila São Luiz em Duque de Caxias. Segundo alunos do Colégio Ana Laura , na rua Mário Reis, e da Escola Estadual Irineu Marinho, na rua Otávio Ascoli, a mulher apareceu causando grande correria, tendo uma aluna desmaiado. Os pais estão sem saber o que fazer, pois as crianças se negam a voltar aos estabelecimentos escolares.

Os diretores das escolas negam o fato, mas soube-se que a diretora Cássia, da Escola Estadual foi uma das que correram e não entra mais nos banheiros. Na realidade, ás vezes essa mulher aparece na forma de uma menina, e muitas pessoas afirmam que antes de sua aparição, ouve-se um grito aterrorizante dentro do banheiro. Segundo afirmam os que a viram, ela pede que não lhes sejam tirados as mechas de algodão, e quando alguém resolve fazê-los, imediatamente corre sangue dos órgãos tapados.

A loura fantasma seria uma mulher falecida há algum tempo vítima de atropelamento. Testemunhas afirmam que a morte da mulher foi devido à falta de socorro. Um filho dela teria morrido trancado, num banheiro do colégio onde fora posto de castigo por um dia inteiro. Sua aparição, dizem, é motivada por um desejo de vingança, tendo ele prometido que matará sete crianças para, então, “descansar”.

(Visited 96 times, 1 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista com Mestrando em Comunicação. Fã de Cinema, mas com gosto especial para filmes de Terror. Para ele, o gênero vai muito além de sangue e morte.

3 comentários em “A Menina do Algodão (2003)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien