Críticas

O Demônio de Fogo (1967)

Apesar de contar com o cineasta Terence Fisher, especialista em filmes góticos da Hammer, esse é um filme menor da dupla Lee e Cushing!

O Demônio de Fogo (1967) (2)

O Demônio de Fogo
Original:Night of the Big Heat
Ano:1967•País:UK
Direção:Terence Fisher
Roteiro:Jane Baker, Pip Baker, Ronald Liles, John Lymington
Produção:Tom Blakeley
Elenco:Christopher Lee, Patrick Allen, Peter Cushing, Jane Merrow, Sarah Lawson, William Lucas, Kenneth Cope, Percy Herbert, Thomas Heathcote, Anna Turner

Tranqueira de horror com elementos de ficção científica, produzida pelo estúdio inglês Planet Film em 1967 e que traz como atrações a direção do especialista Terence Fisher e a presença sempre carismática da dupla de ícones do gênero Christopher Lee e Peter Cushing.

Em pleno inverno rigoroso na Inglaterra, uma ilha misteriosamente apresenta um calor imenso que desperta a curiosidade de seus moradores e em especial do cientista Godfrey Hanson (Lee). Homem de poucas palavras, ele está hospedado num hotel de propriedade do escritor Jeff Callum (Patrick Allen) e sua esposa Frankie (Sarah Lawson), e está realizando observações na ilha com experiências secretas em seu quarto. Suas ações estranhas também chamam a atenção do médico local, o Dr. Vernon Stone (Cushing). Além do calor infernal e crescente, para tumultuar ainda mais o lugar, surge uma bela jovem, Angela Roberts (Jane Merrow), que se apresenta como secretária do escritor Callum, mas na verdade é sua amante. Após a ocorrência de algumas mortes com os corpos misteriosamente carbonizados, eles são obrigados a unirem forças para combater criaturas alienígenas gosmentas e rastejantes que precisam de calor para sobreviver, e estão utilizando a ilha para realizar testes adaptando o ambiente para uma invasão.

O Demônio de Fogo (1967) (1)

O roteiro de O Demônio de Fogo é baseado no livro Night of the Big Heat de John Lymington, e apesar de contar com o cineasta Terence Fisher, especialista em filmes góticos da Hammer, esse é um filme menor da dupla Lee e Cushing. A ideia da história é bem bagaceira e até interessante, mas a narrativa em geral é arrastada, e somente perto do desfecho ocorre uma movimentação maior, com a participação mais intensa dos monstros gosmentos motivando as reações do elenco, principalmente do cientista interpretado por Lee, pois infelizmente Cushing aparece pouco.

O Demônio de Fogo (1967) (3)

Devido às notórias dificuldades de orçamento, os efeitos dos alienígenas são toscos ao extremo, tornando-os mais hilários do que ameaçadores. Mas, é inegável que apenas o fato da participação do trio Terence Fisher, Christopher Lee e Peter Cushing já garante a conferida. Curiosamente, o filme também é conhecido pelo sonoro título alternativo de Island of the Burning Damned.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *