Um Assassino à Solta (1997)

Um Assassino à Solta (1997) (3)

Um Assassino à Solta
Original:Switchback
Ano:1997•País:EUA
Direção:Jeb Stuart
Roteiro:Jeb Stuart
Produção:Gale Anne Hurd
Elenco:Danny Glover, Dennis Quaid, Claudia Stedelin, Ian Nelson, Brent Hinkley, R. Lee Ermey, Walton Goggins, Ted Levine, Louis Schaefer, William Fichtner, Jared Leto

Inteligente variação no subgênero “policial obcecado persegue serial killer genial“, Um Assassino à Solta é o primeiro de apenas dois filmes dirigidos por Jeb Stuart, mais conhecido como co-roteirista de filmes como Duro de Matar e O Fugitivo. Com um belo elenco e roteiro esperto, o filme escapa de clichês e entrega diversas surpresas.

Um Assassino à Solta segue duas linhas narrativas paralelas. Uma acompanha o agente do FBI Frank LaCrosse (Dennis Quaid, de Pandorum), cuja busca por um serial killer o leva à pequena cidade de Amarillo. Lá, o xerife Buck Olmstead (R. Lee Ermey, de Nascido para Matar) tenta equilibrar a investigação de um duplo homicídio – obra do tal assassino que Frank persegue – com a pressão política de uma campanha eleitoral contra Jack McGinnis (William Fichtner, de Elysum), que quer tomar o seu cargo. Conforme a história segue, o xerife Olmstead descobre que LaCrosse foi retirado do caso pelos seus superiores, mas continua sua investigação por conta própria por causa de uma questão pessoal: o assassino mantém seu filho em cativeiro.

Um Assassino à Solta (1997) (2)

A segunda linha narrativa apresenta Lane Dixon (Jared Leto, de Clube de Compras Dallas), um jovem que está viajando pelo país pedindo carona. Ele ganha uma corrida do simpático Bob Goodall (Danny Glover, de 2012, se divertindo à beça), que viaja num extravagante Cadillac Eldorado coberto de fotos de mulher pelada. Bob ganha a confiança de Lane depois de salvá-lo de uma briga de bar, e juntos os dois vão para o norte do país.

As duas tramas se cruzam aos poucos, deixando o espectador tenso o tempo todo. O filme joga diversas pistas sobre o que está acontecendo, mas ainda assim termina inconclusivo a respeito de diversos detalhes. A princípio parece que estamos vendo dois filmes completamente diferentes, mas graças ao roteiro bem amarrado e excelente edição, descobrimos pouco a pouco como tudo está relacionado. A conclusão não chega a ser surpreendente, mas é bastante satisfatória, exceto pela falta de explicação sobre o destino de um dos personagens centrais.

Um Assassino à Solta (1997) (1)

Dennis Quaid e R. Lee Ermey têm boas atuações, mesmo não fazendo nada de especial. Já Jared Leto tem uma performance notável como o misterioso Lane Dixon. Mas quem domina o filme é Danny Glover, com seu jeito malandro, carismático e perigoso. Grande ator, ele mostra que seu leque de interpretação vai muito além do Sargento Murtaugh de Máquina Mortífera, e vale o ingresso desta pequena e interessante gema esquecida.

(Visited 626 times, 1 visits today)
Matheus Ferraz

Matheus Ferraz

Mineiro, autor publicado e mestre em Biografia pela University of Buckingham

Um comentário em “Um Assassino à Solta (1997)

  • 07/04/2015 em 16:47
    Permalink

    Parece ser interessante, por suspeitar pela epoca que foi feito. vou procurar!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien