Ju-on – The Beginning of The End (2014)

Ju On (2014) (1)

Ju-on: The Beginning of the End
Original:Ju-on: Owari no hajimari
Ano:2014•País:Japão
Direção:Masayuki Ochiai
Roteiro:Masayuki Ochiai, Takashige Ichise
Produção:Mikihiko Hirata, Toshinori Yamaguchi
Elenco:Shô Aoyagi, Yoshihiko Hakamada, Yasuhito Hida, Miho Kanazawa, Kai Kobayashi, Yuina Kuroshima, Daiki Miyagi,Misaki Saisho, Nozomi Sasaki

O filme Ju-on (2002) costuma ser considerado por muitos fãs e por parte da crítica como o segundo melhor filme de terror do Japão das últimas duas décadas. O primeiro lugar acaba sempre sendo para Ringu (1998). Ambos os filmes possuem formatos semelhantes com tramas lentas envolvendo fantasmas vingativos. A diferença na narrativa das duas produções responde principalmente pela questão da linearidade de como a história é contada.

A trama de Ringu possui início, meio e fim. Já em Ju-on, a história é fragmentada com diferentes personagens e que não necessariamente estão no mesmo contexto temporal. Para alguém acostumado com uma história linear, Ju-on pode parecer bastante confuso e até sem sentido. A verdade é que assistir a Ju-on é como estar diante de um interessante quebra cabeças onde cada peça, neste caso, cada personagem, possui importância para a história como um todo.

Ju On (2014) (2)

Ringu possui o título de destaque por ter sido o primeiro filme do terror contemporâneo do Japão que chamou a atenção de Hollywood e ganhou não apenas o remake O Chamado (2002) como importou outros títulos para ganharem versões made in USA. Ju-on foi um dos trabalhos que foi refilmado nos Estados Unidos com o título de O Grito (2004).

Mas diferente de Ringu, cujas sequências são irregulares, as de Ju-on sempre mantiveram o padrão que consagrou a trama original. O melhor exemplo responde pelo mais recente filme da franquia: Ju-on – The Beginning of The End (Ju-on: Owari no hajimari). Lançado em 2014, o novo capítulo da saga fantasmagórica não apenas possui tudo o que o primeiro episódio trouxe como consegue expandir a história de forma inteligente e funcional.

Ju On (2014) (3)

Para quem não se lembra, Ju-on conta a história de uma maldição que é criada quando uma pessoa morre de forma violenta e em uma situação de muito ódio. Neste caso, as vítimas são Kayako e seu filho Toshio. Após serem assassinados, a casa onde mãe e filho moravam começou a ser assombrada. A direção de Takashi Shimizu soube contar de forma eficiente esta história de fantasmas.

Ju-on – The Beginning of The End (traduzido de forma literal como O Começo do Fim) tem direção de Masayuki Ochiai, do fraco norte-americano Imagens do Além (2008), e segue a mesma linha narrativa criada por Shimizu. No entanto, antes da estreia do filme, os fãs de Kayako e Toshio ficaram com o pé atrás uma vez que o trailer de The Beginning of The End parecia mais um remake da trama original.

Ju On (2014) (4)

A ótima notícia é que tudo não passou de um susto e The Beginning of The End não apenas tem vida própria como soube criar um interessante link com os dois primeiros filmes da franquia além de expandir a mitologia da série de forma criativa e convincente. No novo filme, que mais uma vez é narrado de forma não-linear, conhecemos a professora Yui (Nozomi Sasaki), que precisa visitar a casa de um aluno que não está frequentando a escola já faz algum tempo. Trata-de de Toshio (Kai Kobayashi).

Apesar de alguma situações que remetem ao original, engana-se quem pensa que Ju-on – The Beginning of The End não possui vida própria. A história de Toshio ganha mais profundidade, assim como da sua mãe Kayako. Além disso, o filme oferece as tradicionais cenas lentas, escuras e silenciosas cujo resultado costuma ser de muita tensão no público.

Ju On (2014) (5)J-Ho

E se a comparação entre Ringu e Ju-on é quase sempre inevitável, desta vez Ju-on levou a melhor. Ringu 2 (1999) é até interessante, mas os mais recentes filmes da série, como Sadako 3D (2012) e Sadako 2 3D (2013), são vergonhosos de tão ruim. Ju-on 2 (2003) é uma boa sequência. Além disso, a série decidiu deixar Kayako e Toshio descansarem em paz e apresentou uma história independente em Ju-on: Black Ghost and White Ghost (2009), cujo resultado é satisfatório. The Beginning of the End também sai na frente das continuações do remake O Grito sendo melhor do que O Grito 2 (2006) e do péssimo O Grito 3 (2009).

E para o futuro, as notícias são igualmente animadoras já que um novo filme está em fase de pós-produção. Com o título de Ju-on – The Final, a nova aventura fantasmagórica será novamente dirigida por Masayuki Ochiai e será uma sequência direta de The Beginning of the End. A previsão de estreia, pelo menos no Japão, é para o meio do ano.

(Visited 395 times, 2 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista com Mestrando em Comunicação. Fã de Cinema, mas com gosto especial para filmes de Terror. Para ele, o gênero vai muito além de sangue e morte.

3 comentários em “Ju-on – The Beginning of The End (2014)

  • 10/09/2016 em 21:10
    Permalink

    gostaria de saber como encontro a sequencia deste filme, ja procurei em locadoras; na internet e so consigo encontrar os dois asiaticos e os outros 3 americanos

    Resposta
    • 13/09/2016 em 04:52
      Permalink

      Meu amigo, você pode ver tudo que é tipo de filme de terror asiático e baixar a sequência dos 4 filmes: Ju-on: The Curse, Ju-on: The Curse 2, Ju-on The Beginning of The End e a sua sequência o Ju-on: The Final Curse, no canal chamado de “Filmes de Terror Asiático 2” que fica no YouTube!!! Boa sorte!! [^J^]

      Resposta
  • 08/10/2015 em 01:19
    Permalink

    Excelente filme, assustador e apavorante. Estava querendo voltar a ter medo do escuro vendo filmes de terror e, por enquanto, esse filme conseguiu me apavorar.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien