Sinais (2002)

Sinais (2002) (2)

Sinais
Original:Signs
Ano:2002•País:EUA
Direção:M. Night Shyamalan
Roteiro:M. Night Shyamalan
Produção:Frank Marshall, Sam Mercer, M. Night Shyamalan
Elenco:Mel Gibson, Joaquin Phoenix, Rory Culkin, Abigail Breslin, Cherry Jones, M. Night Shyamalan, Patricia Kalember, Ted Sutton, Merritt Wever, Marion McCorry, Michael Showalter

O diretor M. Night Shyamalan, responsável por O Sexto Sentido (1999) e Corpo Fechado (2000), retorna em outra produção igualmente com elementos sobrenaturais, Sinais (Signs), que estreou nos cinemas brasileiros em 20/09/02. Ao contrário dos dois filmes anteriores estrelados por Bruce Willis, dessa vez o elenco é liderado por Mel Gibson, visto pouco antes no drama da Guerra do Vietnã Fomos Heróis, tendo ao seu lado Joaquin Phoenix, de Gladiador.

A história, produzida e escrita também pelo multifuncional Shyamalan, procura explorar o mistério da aparição de enormes sinais com estranhos formatos em plantações ao redor do mundo. O filme mostra uma pacata família de fazendeiros do interior da Pensilvânia, Estados Unidos, formada pelo pai, Grahan Hess (Gibson), um ex-padre em crise com sua fé após a morte violenta da esposa Collen (Patricia Kalember) num acidente de carro; seu irmão Merrill (Phoenix), um ex-jogador de baseball; e seus filhos pequenos, Morgan (Rory Culkin) e Bo (Abigail Breslin).

Sinais (2002) (1)

Eles possuem uma grande plantação de milho e repentinamente surgem do nada enormes clareiras no meio da vegetação e que vistas do alto sugerem misteriosas formas geométricas como se fossem algum tipo de código. O mesmo passa a acontecer em vários outros lugares ao redor do mundo e logo a imprensa começa a relacionar os fatos com possíveis ações extraterrestres. Por curiosidade, até o Brasil aparece em uma sequência onde num vídeo amador algumas crianças viram uma criatura supostamente alienígena no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Passo Fundo. Auxiliado por uma policial local, a oficial Paski (Cherry Jones), o fazendeiro Grahan tenta descobrir a origem dos estranhos e gigantescos sinais que surgiram em sua propriedade, avaliando a possibilidade de serem obra de alguma brincadeira ou algo maior, mais sinistro e misterioso, sugerindo inscrições para uma invasão coordenada extraterrestre.

Deixando um pouco de lado os fascinantes efeitos especiais que tem povoado as grandes super produções com temáticas similares e utilizando um orçamento menor de US$ 62 milhões com um retorno de bilheteria muito acima disso, Sinais é um suspense com elementos de ficção científica que investe fortemente numa história repleta de situações sugeridas, explicações obscuras e muita tensão, levantando questões interessantes como a possibilidade de contatos alienígenas, amistosos ou hostis. Os enigmáticos círculos gigantescos que surgem de forma perfeita e instantânea no meio de plantações instigam a imaginação das pessoas sobre suas reais origens e propósitos. Seria uma farsa muito bem produzida ou realmente um sinal com um importante significado de uma civilização não humana?

Sinais (2002) (3)

O elenco está muito bem, tendo à frente o experiente Mel Gibson, que iniciou sua carreira com a nostálgica FC apocalíptica Mad Max (1980), com destaque especial para as interpretações convincentes das crianças e da atuação do próprio diretor Shyamalan como Ray Reddy, um veterinário vizinho da família Hess, com uma pequena participação porém de importância fundamental para a trama, mostrando sua versatilidade também como ator.

Sinais é um filme pausado, com pouca ação quando comparado a outras produções parecidas, e os eventos vão sendo revelados aos poucos, homenageando sutilmente clássicos do cinema fantástico como A Guerra dos Mundos (1953), baseado em obra de H. G. Wells, que foi citado pelo personagem Merrill Hess num momento de perplexidade frente aos acontecimentos, e A Noite dos Mortos-Vivos (1968), de George Romero, na sequência onde o fazendeiro e sua família ficam encurralados dentro de sua própria casa.

Sinais (2002) (4)

Mesmo com um desfecho previsível e algumas situações mal explicadas, em Sinais o jovem cineasta M. Night Shyamalan continua fazendo sucesso nas bilheterias com seus filmes abordando temáticas fantásticas.

(Visited 107 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

6 comentários em “Sinais (2002)

  • 13/08/2015 em 11:46
    Permalink

    Um filme bom, mas com um buraco enorme no roteiro. Porque diabos os aliens foram invadir um planeta com cerca de 71% de água, tendo em vista a sua fragilidade diante de tal substância. Creio que fatores como umidade do ar e o orvalho no gramado e na própria plantação devem ter proporcionado uma experiência deveras dolorosa aos nossos invasores.

    Noutro momento, num relato transmitido pelo rádio, alegam que os aliens devoravam as pessoas. Novamente temos os 70/5 de água no organismo.

    Enfim, após essa breve análise, concluo que o filme poderia dar uma bela de uma comédia.

    Resposta
  • 06/06/2015 em 15:38
    Permalink

    Um ótimo filme, o único ponto negativo é o final com um CGI horrível.Bons tempos em que M. Night Shyamalan fazia coisas que prestavam!

    Resposta
  • 08/05/2015 em 13:35
    Permalink

    Esse filme é assustador, confesso que passei algumas noites em claro com meu irmão depois de ver esse filme. ( a cena em que o ET é visto em cima do celeiro, na primeira vez que eu vi, não vi ele, mas depois que aluguei o DVD e vi ele lá em cima, simplesmente me borrei nas calças kkkkk )
    A tensão, o clima pesado, as atuações e tudo contribuem, mostrando todo o talento de Shyamalan…
    Na minha opinião um ótimo filme

    Resposta
  • 29/04/2015 em 22:06
    Permalink

    O filme merecia uma nota melhor!

    Resposta
  • 26/04/2015 em 21:59
    Permalink

    Eu sinto falta de filmes assim, eu morria de medo da cena da festa de aniversário quando eu era menor.

    Resposta
  • 25/04/2015 em 15:10
    Permalink

    Muito legal este filme, os atores são ótimos, muito legal.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien