Críticas

Pesadelos e Paisagens Noturnas (2006)

Uma belíssima minissérie baseada em 8 contos curtos do mestre do King, repleto de vencedores ou indicados ao Oscar!

Pesadelos e Paisagens Noturnas (2006) (1)

Tudo o que envolve o nome de Stephen King, seja na TV ou no cinema (não cito os livros, pois possuem sempre uma qualidade inquestionável), deve ser vista encarado atualmente com empolgação e desespero. Empolgação porque estamos falando de um projeto que vai ter uma das fontes mais incríveis de roteiro adaptado – que vai atrair grande parte dos fãs – e desespero porque estas tentativas dificilmente aportam em algum lugar decente.

Em contrapartida, a televisão sempre foi a saída para transportar as histórias que demandam menos orçamento e com King não é diferente. De pouco tempo pra cá a maioria destas obras já está disponibilizada no Brasil em DVD: Desespero, A Dança da Morte, Fenda no Tempo e Jovem Outra Vez são os exemplos mais recentes e notórios.

No verão estadunidense de 2006, a rede de televisão TNT apostou numa minissérie baseada em contos curtos do mestre do King, repleto de vencedores ou indicados ao Oscar, que a despeito do título não são todos retirados do livro “Pesadelos e Paisagens Noturnas“, publicado pela primeira vez em 1993. E gosto de pensar que este tipo de iniciativa – cujo grande modelo tenho na antiquíssima série “Alfred Hitchcock Apresenta” (exibido originalmente entre 1955 e 1962) – deva ser aplicada mais frequentemente, pois aparte dos seriados normais – com personagens fixos – e dos telefilmes dos “Mestres do Terror“, as grandes ideias para TV em termos de histórias fantásticas de curta duração sofrem de uma carência grande, ou seja, os bons tempos de Twilight Zone, Tales of Darkside, Amazing Stories e Tales From the Crypt já ficaram para trás.

Em terra brazilis, o canal por assinatura Warner Channel por sua vez exibiu os episódios com cerca de 50 minutos cada a partir de 17 de julho de 2007. Finalmente chegam às prateleiras das locadoras e lojas especializadas pela própria Warner os três volumes contendo os oito episódios da minissérie compreendendo os segmentos “Campo de Batalha” (Battleground), “A Zona Misteriosa” (Crouch End), “O Último Caso de Umney” (Umney’s Last Case), “O Fim da Desordem” (The End of Whole Mess), “A Pintura” (The Road Virus Heads North), “O Mapa” (The Fifth Quarter), “Sala de Autópsia” (Autopsy Room Four) e finalmente “Uma Banda de Outro Mundo” (You Know They Got a Hell of a Band). Todos, vocês conferem em analises separadas nesta análise. Escolha pelo capítulo, separado pela ordem acima!

Leia também:

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Gabriel Paixão

Gabriel Paixão

Colaborador e fã de bagaceiras de gosto duvidoso. Um Floydiano de carteirinha que tem em casa estantes repletas de vinis riscados e VHS's embolorados. Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *