SYAM #01 (2015)

SYAM
Original:SYAM
Ano:2015•País:Brasil
Páginas:Autor:Marcelo Bruzzesi, Rui Silveira, Rodrigo Fernandes•Editora: Independente

“Em um futuro não tão distante todos nascerão com um câncer raro. Raro e fatal. E para sobreviver precisaremos compartilhar nossos órgãos com alguém que não conhecemos. Alguém que chamaremos de SYAM. Para que todos sobrevivam o mundo mudou e foi projetado para que todos vivam e sobrevivam em segurança. É nesse mundo frio e sem graça que vive Fabian, um matador de aluguel que procura o Syam de suas vítimas para cometer seus crimes.”

Em tempos onde a tecnologia e a ciência avançam numa velocidade absurda, a ficção científica tem lutado para se manter relevante e atual. A produção cinematográfica sci-fi tem se resumido a filmes de super-heróis e terror com elementos de ficção clássica, mas sem a pegada questionadora dos tempos áureos do gênero. Por isso, ter uma HQ como SYAM publicada no Brasil é uma excelente surpresa.

O conceito criado por Marcelo Bruzzesi (roteiros), Rui Silveira (arte) e Rodrigo Fernandes (cores) não só extrapola a conectividade dos tempos modernos como a contradição presente na distância emocional gerada pela presença massiva da tecnologia no cotidiano atual. Para sobrevivermos temos que estar conectados a um estranho. Alguém com quem não nos importamos, mas do qual dependemos.

Neste cenário, temos Fabian, um matador de aluguel que mata suas vítimas utilizando de informações secretas que contam quem são seus SYAM. Uma figura característica dos tempos atuais, que não se importa com ninguém, apenas com seus planos e sua esposa. Seu visual hipster, metrossexual, o distancia inclusive visualmente dos personagens da HQ até o gancho final que deixa o leitor ansioso para o próximo capítulo e definitivamente mudará a vida de Fabian.

SYAM (2)

O roteiro de Bruzzesi é ágil e bem amarrado e mantem o leitor preso à leitura até o final em um fôlego só como os melhores filmes de ação. A arte de Silveira aliada às cores de Fernandes compõe um universo detalhado que mescla o futurista e o contemporâneo de maneira equilibrada e coloca SYAM em algum ponto num futuro próximo.  O resultado é uma ótima HQ de ação e ficção científica que mostra que o gênero ainda tem muito à oferecer. O que falta mesmo é mais pessoas criativas como o time de SYAM.

Leia também:

Rodrigo Ramos

Rodrigo Ramos

Designer por formação e apaixonado por HQs e Cinema de Horror desde pequeno. Ao contrário do que parece ele é um sujeito normal… a não ser quando é Lua Cheia. Contato: rodrigoramos@bocadoinferno.com.br

Um comentário em “SYAM #01 (2015)

  • 18/09/2017 em 21:11
    Permalink

    to até hoje esperando essa HQ chegar, tento falar com o Marcelo que simplesmente me ignora…. já tem ocorrencia no reclame aqui e o cara não tá nem ai pro povo que o ajudou a financiar

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien