Fogo no Céu (1993)

Fogo no Céu (1993) (3)

Fogo no Céu
Original:Fire in the Sky
Ano:1993•País:EUA
Direção:Robert Lieberman
Roteiro:Tracy Tormé, Travis Walton
Produção:Todd Black, Joe Wizan
Elenco:D. B. Sweeney, Robert Patrick, Craig Sheffer, Peter Berg, Henry Thomas, Bradley Gregg, Noble Willingham, James Garner, Kathleen Wilhoite, Georgia Emelin, Scott MacDonald, Wayne Grace, Kenneth White, Robert Covarrubias, Bruce Wright, Robert Biheller, Tom McGranahan Sr., Julie Ariola, Peter Mark Vasquez, Gordon Scott, Mical Shannon Lewis, Courtney Esler, Holly Hoffman, Marcia MacLaine, Glen Lee, Teresa Cox

Baseado livremente na obra “The Walton Experience”, o longa Fogo no Céu se passa na cidadezinha de Snowflake, Arizona, onde seis homens que estão trabalhando no corte de madeira de uma grande floresta se veem de repente num pesadelo. Num dia voltando para casa no mesmo carro, eles percebem um grande brilho vermelho pairando no céu acima das imensas árvores, que se mostra ser o reflexo de um gigantesco objeto oval. Travis Walton (D. B. Sweeney) fica fascinado pelas luzes e toma a imprudente decisão de sair do veículo, sob protestos dos colegas. Após uma espécie de raio atingi-lo, os outros homens decidem fugir no carro e quando um deles (Robert Patrick) volta, Travis não está mais no local. Agora tendo em seu encalço uma investigação policial que não acredita na versão contada pelos homens, os cinco colegas terão que enfrentar o detector de mentiras para provar sua até então absurda tese de abdução.

Fogo no Céu (1993) (1)

Antes de mais nada, para aqueles que não conhecem a história, o caso de Travis Walton se tornou famoso (talvez o mais famoso da ufologia) porque após seu desaparecimento, os seis homens que presenciaram sua suposta abdução passaram todos pelo polígrafo e seus depoimentos foram aprovados como verdadeiros, levando até os mais incrédulos a reconhecer que os homens estavam dizendo a verdade. Quando Walton finalmente retornou, desidratado e desnutrido, ele relatou que de fato havia estado no espaço com seres que não eram humanos.

Fogo no Céu (1993) (2)

O filme, que se tornou de certa forma bastante conhecido no Brasil por ser regularmente exibido no extinto Cinema em Casa, era capaz de gerar pesadelos tudo por causa de uma grande sequência: quando Travis se lembra do que passou quando foi abduzido. Levando a sério o conceito de experimentação de alienígenas nada amigáveis, tal sequência mostra o pobre Travis sofrendo uma verdadeira tortura física nas mãos dos feiosos ETs. Embora não tenha absolutamente nada a ver com o relato descrito por Walton, foi justamente essa diferença que conferiu a Fogo no Céu sua autenticidade enquanto cinema. Isso porque boa parte da trama soa genérica, com atuações no geral pouco inspiradas (exceção feita a Sweeney) e cuja fotografia conota um desconfortável jeitão de telefilme à obra. Nada que desabone demais um dos exemplares mais eficientes e curiosos com a temática de abdução alienígena

Leia também:

Marcus Augusto Lamim

Marcus Augusto Lamim

Um seguidor fiel do cinema em todos seus formatos e gêneros, amante de rock e do gênero fantástico, roteirista amador e graduando em química. Contato: marcuslamim@bocadoinferno.com.br

Um comentário em “Fogo no Céu (1993)

  • 06/09/2016 em 15:03
    Permalink

    A sequência com os ETs é a melhor coisa que já vi em um filme envolvendo ufologia! Agonia é pouco!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien