A Música do Quarto ao Lado (2015)

A Música do Quarto ao Lado
Original:A Música do Quarto ao Lado
Ano:2015•País:Brasil
Páginas:52• Autor:Cesar Alcázar, Eduardo Monteiro•Editora: Estronho

A Música do Quarto ao Lado é uma adaptação para os quadrinhos do conto homônimo de Cesar Alcázar publicado no livro Bazar Pulp. A história mostra um jovem músico que divide sua existência entre casas noturnas e um hotel barato, tentando sobreviver na cidade grande e deixar para trás monstros do seu passado.

Cesar Alcázar é responsável pelos roteiros que transmitem todo o clima noir de seu conto original para os quadrinhos, mantendo uma ambientação opressiva e melancólica que traduz em forma de texto o som do blues que é parte fundamental do conto. O roteiro flui bem e é bastante equilibrado ao decidir o que mostrar e o que esconder do leitor para que ele mesmo ligue os pontos que conectam o passado e o presente do personagem principal.

A arte de Eduardo Monteiro oscila entre o marcante e pessoal, como na belíssima ilustração da capa e nos flashbacks, ao genérico em alguns pontos como nas páginas em que o personagem ouve pela primeira vez “a música do quarto ao lado”. A opção por ilustrar todas as páginas com o mesmo estilo dos flashbacks aumentaria o clima noir e opressivo da história, ampliando sua carga dramática.

A Música do Quarto ao Lado (2015) (2)

Além da história principal, ainda temos o conto original e alguns esboços e detalhes da produção do artista, que complementam a leitura principal como extras interessantes. A edição da Estronho possui um ótimo acabamento, em papel offset e capa cartonada com lombada quadrada, mas o formato americano tornaria a edição mais atrativa para os leitores ocasionais, ampliando a bela capa de Eduardo que destacaria A Música do Quarto ao Lado em qualquer prateleira de livraria.

A Música do Quarto ao Lado é mais um interessante exemplar da nossa nova produção de quadrinhos de terror, deixando para trás os monstros clássicos da Universal que marcaram história nas nossas bancas nos anos 70 e 80, e rumando para um horror psicológico com um clima meio Coração Satânico, meio H.P. Lovecraft.

(Visited 34 times, 1 visits today)
Rodrigo Ramos

Rodrigo Ramos

Designer por formação e apaixonado por HQs e Cinema de Horror desde pequeno. Ao contrário do que parece ele é um sujeito normal... a não ser quando é Lua Cheia. Contato: rodrigoramos@bocadoinferno.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien