Críticas, Quadrinhos

Guardiã: A Detetive do Sobrenatural vol. 1 (2016)

Uma ótima pedida para quem busca uma leitura agradável envolvendo sobrenatural, sem a violência gratuita e o terror opressivo dos tradicionais quadrinhos de horror.

Guardiã
Original:Guardian
Ano:2012•País:Holanda
Páginas:48• Autor:Robbert Damen •Editora: Avec

Guardiã (2016) 3Apesar das inúmeras qualidades que tornaram a Scotland Yard uma referência no que se refere ao combate ao crime, sempre que a famosa polícia metropolitana de Londres se depara com algum crime misterioso, ela tem que recorrer a consultores capazes de ir além do que a força policial inglesa se permite. Entre os mais famosos, e importantes, destes consultores estão Sherlock Holmes, Dylan Dog e a Guardiã.

Criada pelo holandês Robbert Damen, a Guardiã é uma misteriosa inspetora, familiarizada com casos estranhos e sobrenaturais, capaz de perceber detalhes além da capacidade do cidadão comum, o que a faz percorrer os porões sombrios da Inglaterra Vitoriana enquanto ajuda a Scotland Yard resolver casos aparentemente inexplicáveis.

Em seu primeiro volume, publicado no Brasil pela Avec Editora, a Guardiã irá se deparar com três casos inexplicáveis envolvendo a rica sociedade vitoriana inglesa e criaturas sobrenaturais, dando um interessante aspecto político à história. O leitor também começa a ter pistas sobre o passado da personagem e suas origens e poderes, já que além de uma excelente inspetora, nossa heroína também dá sinais de que, ela mesma, seja uma criatura sobrenatural. As pistas vão surgindo ao pouco, e o leitor vai desvendando o mistério conforme a personagem desvenda os casos em suas histórias. Ao final a conclusão fica em aberto, dando a entender que teremos mais detalhes em futuros volumes da personagem.

Guardiã (2016) D

Guardiã (2016) 5A arte de Robbert Damen é espetacular. Com um traço bastante cartunesco, Damen consegue criar uma atmosfera sombria e uma arquitetura opressiva e bastante particular, muito parecido com o trabalho de Bruce Timm na clássica animação do Batman dos anos 90. Mas não espere que o autor pegue leve nas histórias. A leveza dos traços de Damen contrasta com o roteiro, um thriller cheio de sangue, violência e tramas políticas. Há espaço até para abuso físico e sexual, que apesar de implícito, expõe as dificuldades enfrentadas pelas mulheres no período em que se passam as histórias do álbum, reforçando ainda mais o caráter de heroína forte e feminista da Guardiã.

Com um ótimo acabamento gráfico no formato já tradicional do quadrinho europeu, o mesmo de O Coração do Cão Negro, Guardiã: A Detetive do Sobrenatural vol. 1 é mais um excelente lançamento da Avec no mercado brasileiro de quadrinhos, com um álbum bem diferente do que estamos acostumados a ver em nossas bancas e livrarias. Se você busca uma leitura agradável envolvendo sobrenatural, sem a violência gratuita e o terror opressivo dos tradicionais quadrinhos de horror, Guardiã é uma ótima pedida.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *