A Noite do Javali (2016)

A Noite do Javali
Original:La Noche Del Jabali
Ano:2016•País:Chile
Direção:Ramiro Tenorio
Roteiro:Felipe Foncea, Ramiro Tenorio
Produção:Ramiro Tenorio
Elenco:Gastón Salgado, Catalina Zahri, Fernando Kliche, Renzo Briceño

O cinema de terror é famoso por suas tramas repletas de possibilidades. Assassinos, monstros, aliens, zumbis, insetos gigantes, demônios e até eletrodomésticos do mal são apenas alguns dos possíveis elementos de vilanias das tramas do gênero. E em muitos casos, um simples título pode chamar a atenção do público para a história. Quando este título vem de um país que não costuma ter representantes do gênero em circuitos comerciais a curiosidade pode aumentar ainda mais.

O filme em questão deste texto vem do Chile e recebe o curioso título de A Noite do Javali. Com um tempo de duração relativamente curto, são apenas 71 minutos, a produção pode se mostrar inicialmente como uma possibilidade para os apreciadores do gênero expandirem suas fronteiras. No entanto, infelizmente o resultado não é dos melhores e sensação que se tem durante estes 71 minutos é que estamos diante de uma boa ideia, porém mal realizada.

A Noite do Javali acompanha o mistério envolvendo a escritora Claudia Moratti (Catalina Zahri), que, após a morte de um antigo namorado, um famoso escritor de livros com histórias de assassinatos, vai até a cidade natal dele. Ao chegar ao local, Claudia se encontra no meio da uma investigação de um policial que tem obsessão por culpar o antigo namorado de Claudia por crimes que aconteceram no passado e que nunca foram esclarecidos. Para completar a trama, o caseiro de Claudia parece esconder um terrível segredo do passado.

O filme segue acompanhando as investigações de Claudia que parece cada vez mais perdida com relação ao que está acontecendo. É neste aspecto que o roteiro assinado por Ramiro Tenorio, que também dirige a película, tem alguns acertos e muitos erros. Ao optar por trabalhar com poucos personagens, existe a possibilidade de criar um clima de mistério onde todos poderiam ser suspeitos. Mas o que vemos em cena é uma trama confusa, com personagens pouco ou nada cativantes envoltos em clichês e em péssimas atuações.

Dentro desta narrativa de quem é o assassino existem pontos que simplesmente não fazem a trama avançar. As motivações de Claudia são entediantes e os poucos personagens ao redor dela apenas pioram o andar da trama. Além do roteiro que simplesmente empaca, a direção de Tenorio também falha em criar momentos de tensão que naturalmente fazem falta neste tipo de narrativa.

E pior do que o andamento da trama, aqui temos na conclusão um outro ponto negativo. E se a resolução do mistério é igualmente desinteressante, a explicação para o título soa mais uma boa ideia desperdiçada dentro do filme. Em outras palavras, ignore este título quando encontrar com o mesmo.

Confira outros títulos recentes (e bem mais interessantes) de terror vindos do Chile:

Caleuche – O Chamado do Mar – 2013
A trama acompanha uma bióloga marinha que com uma doença grave decide ir para a ilha de Chiloé, no sul do Chile, de onde vieram seus pais. O lugar é marcado por uma estranha lenda do Caleuche, um barco fantasma responsável pelo desaparecimento de vários pescadores.

Amanhecer Zumbi – 2013.
O país que não tiver um filme sequer sobre zumbis pode desistir do cinema de terror. Dez anos depois do apocalipse zumbi, um grupo de sobreviventes vive em abrigos e decide investigar a origem do mal em busca de uma cura. Claro que a expedição não vai dar certo.

Viagem Sem Volta – 2013
Uma garota decide ir de férias para uma região deserta do Chile, mas ao chegar ao lugar começa a perder suas faculdades mentais. OS amigos vão tentar salvá-la, mas pode ser tarde demais.

Sendero – 2015
A jovem Ana ganha uma bolsa de estudos para uma pós-graduação no exterior. Para comemorar ela decide viajar para o interior do Chile. No caminho ela acaba sendo sequestrada por uma família que vive em meio a atos de violência, abuso e sadismo.

Wekufe – 2016
Uma estudante de jornalismo viagem com o namorado para uma ilha remota do Chile para investigar a conexão existente entre crimes sexuais com estranhas lendas locais. Logo a jornalista descobre que existe uma terrível força por trás das lendas locais.

Leia também:

Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista com Mestrando em Comunicação. Fã de Cinema, mas com gosto especial para filmes de Terror. Para ele, o gênero vai muito além de sangue e morte. Contato: filipefalcao@bocadoinferno.com.br

Um comentário em “A Noite do Javali (2016)

  • 29/06/2017 em 18:54
    Permalink

    As sugestões de filmes são interessantes, mas as empresas responsáveis por distribuir os filmes em DVD, só querem saber de produções de Hollywood

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien