Críticas, Quadrinhos

Archie vs. Sharknado (2015)

A turma de Riverdale enfrenta uma chuva de tubarões com muito bom humor e absurdos

Original:Archie Vs Sharknado
Ano:2015•País:EUA
Páginas:48• Autor:Anthony C. Ferrante, Dan Parent, Rich Kolowski, Casey Silver, Andre Paul Szymanowicz, Jack Morelli•Editora: Archie Comic Publications Inc.

Criados em 1941 pelo editor John L. Goldwater e pelo artista Bob Montana junto do escritor Vic Bloom, Archie e sua turma de Riverdale são verdadeiros tesouros nacionais para os quadrinhos americanos. Nos anos que se seguiram a sua estreia nos quadrinhos, Archie e sua turma permanecem sendo publicados ininterruptamente até os dias de hoje, tendo sido adaptados para a TV em uma série de animações entre 1968 e 2000.

Em 2010 após alguns processos litigiosos envolvendo os herdeiros dos criadores de Archie e os detentores de seus direitos, um novo rumo para os títulos de Riverdale. Novos títulos, com uma pegada menos cartunesca e mais adulta deram um novo fôlego para a série, incluindo temas mais alinhados com o novo século, como drogas, homossexualidade e até morte. Esta nova onda de histórias inspirou o canal CW a levar mais uma vez, Archie e sua turma para as telinhas no seriado Riverdale, que estreou em 2017 e já se encontra renovado para uma segunda temporada.

Em meio a um longevo histórico de publicações, Archie e sua turma sempre se encontraram com celebridades da cultura pop. A gangue de Riverdale já se encontrou com Barack Obama, Kiss, Tartarugas Ninja, Justiceiro, Predador e, em um dos mais inusitados crossovers da história dos quadrinhos, Archie e seus amigos se depararam com um tornado de tubarões em Archie Vs. Sharnado Vol. 1, escrito por Anthony C. Ferrante e ilustrado por Dan Parent, publicado em 2015.

A HQ é um crossover direto com Sharknado 3: Oh, Não! (2015) e teve seu lançamento no mês de estreia do filme, em julho de 2015, servindo como uma espécie de material de marketing bizarro. Na trama, Betty e Veronica acompanham o pai de Veronica durante uma visita de negócios em Washington. Enquanto as meninas aproveitam a oportunidade para conhecer a cidade e turistar, um tornado carregado de tubarões atinge a capital dos EUA. Enquanto isso, em Riverdale, Cheryl convida Archie para uma festa em seu iate quando a turma é atacada por tubarões.

O que se segue a partir daí é uma série de mortes violentas, piadas de humor negro e situações das mais absurdas e divertidas. O crossover não só reúne Archie e sua turma contra tubarões, como também traz outros personagens de seu universo para a bagunça, como Sabrina, a feiticeira e Josie e As Gatinhas. Sabrina tem suas mãos devoradas por tubarões, o que a impede de usar mágica para resolver a situação, Betty e Veronica consertam um helicóptero usando lâminas no lugar das hélices, Jughead, sempre faminto, devora um tubarão inteiro e não faltam explosivos e motosserras para enfrentar a infestação que toma conta de Riverdale.

Como na tradição de Sharknado, o roteiro de Archie vs. Sharknado escrito por Anthony C. Ferrante não é um primor, mas garante uma boa dose de absurdos, sangue e diversão e sua construção, quase toda baseada em sketchs, garante uma leitura rápida e fluída. A arte de Dan Parent segue a linha de traços clássicos de Archie e sua turma, gerando um contraste inusitado entre texto e imagem, mostrando cenas grotescas com o bom humor e a leveza do cartoon. Se você estiver no clima para uma história sobre adolescentes enfrentando tubarões que caem do céu com, entre outras coisas, bolas de queimada, as gargalhadas estão garantidas.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *