Críticas

Fear 2 – Uma Noite de Halloween (1999)

Uma maldição transforma a noite de Halloween num pesadelo…para o espectador!

Fear 2 - Uma Noite de Halloween
Original:The Fear: Resurrection
Ano:1999•País:EUA
Direção:Chris Angel
Roteiro:Kevin Richards
Produção:Mary Beth Jenner, Clint Lien
Elenco:Gordon Currie, Stacy Grant, Phillip Rhys, MYC Agnew, Emmanuelle Vaugier, Brendan Beiser

Um bom amigo não é aquele que só recomenda as coisas boas, mas também o que avisa para fugir das ruins. Então receba este conselho de amigo: fuja deste filme.

Eu na minha doente curiosidade e ignorando todas as placas de “Corra“, “Perigo“, “Perda de Tempo a Frente“, cometi o equívoco de comprar o DVD deste filme, lançado no Brasil pela Spectra Nova. Foram os 10 Reais mais mal empregados de toda a minha vida…

E para evitar que muitos como eu façam um desfavor ao seu próprio bolso, resolvi fazer uma crítica deste pavoroso filme. E pavoroso é o melhor adjetivo que eu encontrei para classificá-lo, tendo em vista o fio de roteiro criado por Kevin Richards em seu primeiro (e espero que seja o único) trabalho cheio de rombos, a direção horrorosa de Chris Angel (capengando desde Wishmaster 3 e 4) e atuações beirando o amadorismo.

Michael (Gordon Currie, de Puppet Master 4 e 5) é um cara problemático, pois sua mãe, após presenciar um assassinato cometido pelo seu pai em uma floresta na época do Halloween, acaba morta também e em seguida o rapazinho é trancado por ele em um porta-malas com um estranho boneco de madeira.

As circunstâncias do assassinato são um tanto confusas e mal explicadas (quem é a mulher assassinada? Qual o sentido do boneco de madeira no porta-malas?) e talvez fosse esclarecido no filme anterior, embora eu ache um tanto improvável.

Vinte anos depois, Michael se junta com as vit..quer dizer, amigos estereotipados, cujos nomes não são importantes (tem a intelectual, tem o rapaz que só pensa em transar, entre outros manés) e a namorada Peg (Stacy Grant) e vão passar o Halloween em Hacket, uma cidade isolada do mundo, aonde chegam à casa de sua avó sem nome, carinhosamente chamada de Mams (Betsy Palmer, “a mãe do Jason” pagando um micão), seu avô também sem nome (Larry Pennell) e seu amigo índio “Corvo” (Byron Chief-Moon).

O que nenhum de seus amigos sabe é que nesta noite haverá uma cerimônia com o tal boneco de madeira Morty, onde cada um deverá se fantasiar de seu maior medo para enfrentá-lo. Como líder da cerimônia, e maior interessado em se livrar do seu pesadelo, Michael deverá usar uma máscara de madeira igual a do boneco, chamada de Máscara da Morte, e tem um amuleto que tem uma função mal explicada.

Sobre os medos das personagens: o vovô tem medo de ratos, o Corvo de cavalos, a vovó de escuro… dos amigos, há uma com medo de sangue outro de água; outro de altura, mas o pior é o cara que tem um medo mortal de tomar decisões. Já pensou? Você entrar no McDonalds e de repente cair duro no chão por não saber se quer o nº 1 ou o nº 2?? Bizarro…

E a partir daí, começam as mortes. As suspeitas recaem sobre Michael, mas como nós -e toda a torcida do Flamengo – já sabemos, o responsável é o Morty. E então qualquer tentativa de dar um sentido ao roteiro é por mera coincidência até a conclusão sofrível e sem graça. Não dá pra simpatizar com os personagens e é enrolação do começo ao fim. O diretor Chris Angel demora 50 minutos para iniciar a matança e, de uma hora para outra, o boneco de madeira que estava parado em todas as cenas está falando, correndo e até se teletransportando, enfim, uma tosqueira sem precedentes. Resumindo: não dá medo, não é divertido, não é interessante, nem tem mulher pelada, não é nada…

Não assisti ao primeiro e, depois dessa, não pretendo fazer isso tão cedo, então se tiver a oportunidade de comprar ou alugar este filme, passe adiante e gaste o seu rico dinheirinho com outro filme. Para meu consolo, pelo menos agora tenho um bom presente de inimigo secreto e, sinceramente, não gostaria que fosse um de vocês.

Leia também:

2 Comentários

  1. gilson bloch

    Apesar de ser uma bomba esse 2 , queria ter assistido o primeiro..

  2. anselmo luiz

    Essa bomba passou na TV Aberta em 2001 no extinto “Cine Sinistro ” na Rede Bandeirantes no Sabado as 23:00 suas exibições foram 24/03/2001 e 29/12/2001 e depois ele passou em 2002 na mesma sessão de filmes escrito em cima mas em novo horario 0:00 de Sabado para Domingo no dia 20/04/2002 e depois foi exibido no mesmo ano mas em outro horario as 1:40 no dia 06/09/2002 e depois para o nosso alivio ele nunca mais foi exibido em nossas emissoras de TV ,ainda pois o filme é ruim de doer os olhos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *