Listas

15 Atrizes que Levam Jeito pra Fazer Terror

Elas participam de vários gêneros, mas a verdade é que quando fazem filmes pra assustar, elas arrasam!

15 Mulheres

Elas nasceram para o terror. Podem até não admitir e colocar o gênero como um trabalho esporádico, mas quando o fazem nos deixam sempre querendo mais. Pensando nisso e aproveitando o nosso aniversário resolvemos elaborar uma lista com 15 mulheres que deveriam fazer mais psicopatas, vítimas, final girls e qualquer personagem clichê ou surpreendente que amamos assistir.

Mary Elizabeth Winstead

Mary Elizabeth Winstead

Em 2006 chegava aos cinemas à terceira parte da franquia de sucesso Premonição. A então desconhecida Mary Elizabeth Winstead era a escolhida para protagonizar a jovem visionária da vez. Diferente de muitas franquias, Premonição ainda não estava desgastada e Mary acabou se destacando e ficando conhecida. O que muitos não sabem é que em 2001, Mary já havia adentrado ao mundo obscuro e sanguinário do horror com a série Wolf Lake. A série teve apenas uma temporada, mas Mary foi uma das estrelas ao lado de Paul Wesley (Vampire Diaries) e Lou Diamond Phillips. A trajetória da moça, inclui ainda, antes de Premonição 3, uma participação em O Chamado 2 (2005). A partir dai ela ainda acabou fazendo o remake Natal Negro (2006) e já foi a esposa de Lincoln em Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros (2012).

Sem dúvida um dos papéis de destaque de sua carreira no mundo fantástico é o prequel O Enigma do Outro Mundo onde ela interpreta Kate Lloyd. Mary tinha o desafio de suprir as expectativas de todos os fãs do filme original, e liderar um elenco 90% masculino, mesmo assim consegue fazer de sua personagem, forte e decisiva até o final do filme. Em 2015 Mary voltou para a TV para fazer o horror dramático The Returned. Mas esse ano de 2016 fomos agraciados com mais uma de suas ótimas interpretações em Rua Cloverfied, 10. Em pouco mais de 15 anos de carreira no horror, Mary nos contemplou com ótimos papéis, e em breve vamos vê-la na série de comédia de horror BrainDead.

Vera Farmiga

Vera Farmiga

Fala a verdade, tem como não amar essa mulher? Graças ao sucesso Invocação do Mal (2013), Vera de tornou uma das queridinhas do horror. A eterna Lorraine Warren estará de volta em breve, pois Invocação do Mal 2 chega aos cinemas em junho. Mas Vera não é só Lorraine, Vera também e a icônica Sra. Norma Bates na série Bates Motel que esse ano chega a quinta temporada. Não podemos esquecer que antes de todo o sucesso que projetou Farmiga nesse nosso submundo, ela teve dois filhos que deram trabalho, primeiro foi a mãe de Joshua – O Filho do Mal (2007), mas nos fez passar por momentos de sufoco com Esther em A Orfã (2009). Por favor, querida Vera, faça mais terror, sendo como nossa salvadora de espíritos malignos ou como uma psicopata!

Neve Campbell

Neve Campbell

Sem duvida Sidney Prescott é uma das personagens mais marcantes do terror, sobrevivendo bravamente a Ghostface e todas as suas “faces”. Quando Neve Campbell viveu Sidney pela primeira vez em 1996 ela provavelmente não imaginava o sucesso que o filme teria, a elevando ao título de uma das scream queens mais queridas dos últimos tempos. A franquia acabou se tornando inicialmente uma trilogia com a segunda parte sendo lançada em 1997 e a terceira em 2000. Assim com isso encerrado, Neve deu adeus ao mundo do terror, mesmo que por anos tenha sido pressionada a um novo filme da franquia Pânico. Um de seus maiores medo era ficar estereotipada como Sidney. Para infelicidade dela isso acabou acontecendo, pois sua carreira acabou discreta e sem grandes sucessos, até que 11 anos depois ela resolveu voltar ao filme que lhe deu notoriedade e fazer uma quarta parte, mais uma vez dirigida pelo mestre Wes Craven. Verdade seja dita, Neve teria tido uma carreira brilhante no terror, os fãs ainda a amam, e ela tem cara da típica mocinha sofredora. Em recentes entrevistas ela disse que não voltará mais a fazer Pânico, mas podia dar uma chance ao gênero, não acham? Vale lembrar que no começo de sua carreira, Neve fez uma participação no terror A Criatura das Sombras (1993) e um episódio da série de horror adolescente Clube do Terror (1994).

Jessica Lange

Jessica Lange

É possível que Jessica Lange nunca tenha imaginado que se tornaria a atriz mais querida a fazer a série de horror American Horror Story. Jessica logo na primeira temporada roubou a cena como a instável Constance Langdon. O sucesso rendeu a volta triunfal de Jessica que andava meio sumida dos holofotes, ela também ganhou o coração dos mais jovens e pedidos para que não saísse nunca da série. Nas temporadas seguintes de AHS ela viveu a freira nada boazinha Jude Martin, a suprema das bruxas Fiona Goode e Elsa Mars no circo de “aberrações”. Infelizmente Jessica deixou a série, e em entrevistas diz que apesar de grata por tudo que lhe foi proporcionado, não pretende voltar. Antes de AHS ela nunca havia feito genuinamente de horror, mas sua carreira começou no clássico King Kong (1976) como Dwan, a jovem sequestrada pelo monstro. Ela também esteve presente no thriller de sucesso Cabo do Medo (1991) de Martin Scorsese e viveu uma mãe psicótica em Segredo de Sangue (1998). Seu talento é inegável, e todos os personagens que a ganhadora de dois Oscars já viveu provam que se ela voltar ao terror estaremos de braços abertos para recebê-la em mais uma fantástica interpretação.

Guenia Lemos

Guenia Lemos

Filha de pais brasileiros Guenia nasceu nos Estados Unidos, mas aos 3 anos se mudou para Curitiba. Com uma carreira extensa no teatro, TV e cinema, foi em 2012 que tive a oportunidade de conhecer o seu talento no longa nacional Nervo Craniano Zero de Paulo Biscaia Filho. Nele Guenia vive a perversa escritora Bruna Bloch. Para quem teve oportunidade de ver o filme, sabe o que estou falando, Bruna é insana, cheia de trejeitos e engraçadíssima e Guenia a interpreta com maestria, tanto que o papel lhe rendeu um Tabloid Witch Awards de melhor atriz.  Em 2013 Guenia viveu Sharon Tate no perturbador curta de Marja Calafange, Tate Parede. Em 2015 a parceria com Paulo Biscaia rendeu a Guenia o papel de Espectro em um dos seguimentos do longa 13 Histórias Estranhas intitulado Conte até 10. Antes dos filmes nacionais, Guenia construiu uma carreira internacional, tendo feito uma participação no thriller de mistério Segredos na Noite (2006) com Robin Williams e a também participado da conhecida série Law & Order em 2008. Torcendo para que em breve venham novidades nacionais no gênero e que tenham a participação de Guenia!

Agnes Bruckner

Agnes Bruckner

Agnes é a típica mocinha de filmes b. Tem uma carreira no gênero considerável e é muito provável que você a conheça. O primeiro flerte dela com o gênero foi no thriller de suspense A Casa de Vidro (2001). Logo depois ganhou um papel de maior destaque como a namorada do psicopata Justin Pendleton, interpretado por Michael Pitt no suspense Calculo Mortal (2002). Em 2005 ela estrelou o terror Venom de Jim Gillespie. A menina levava jeito como mocinha indefesa e um ano depois estrelou A Floresta de Lucky McKee. Agnes acabou engatando mais três filmes de horror, em 2007 Sangue e Chocolate, em 2008 Temos Vagas 2 – A Primeira Diária e em 2009 Teoria Mortal. Em 2012 ela voltou ao gênero no independente Pesadelos do Passado. Em 2015 ao lado da já citada Mary Elizabeth Winstead ela estrelou a série The Returned. Certamente a beleza e o talento de Agnes merecem os filmes de horror, mas até o momento não há novidades sobre os próximos trabalhos da moça.

Rosamund Pike

Rosamund Pike

Verdade seja dita, Rosamund sempre esteve lá, participou de grandes produções como 007 – Um Novo Dia Para Morrer (2002) e Orgulho e Preconceito (2005), participou da versão cinematográfica de Doom: A Porta do Inferno (2005) e do suspense Um Crime de Mestre (2007), mas acredito que eu e muitas pessoas só fomos de fato nota-la e dar valor ao seu incrível talento em Garota Exemplar (2014). Amy Dunne foi tão bem interpretada por Rosamund que lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar e mais de 20 indicações de melhor atriz em vários outras premiações. Rosamund leva jeito para interpretar mulheres psicologicamente instáveis, tanto que um ano depois, em 2015, foi convidada a fazer o thriller Sede de Vingança, onde interpreta uma personagem com nuances semelhantes aos interpretados por ela em Garota Exemplar.

Leia também:

Páginas: 1 2

2 Comentários

  1. Diego Ramos

    Só tem 7! Cadê as outras?

    • Silvana Perez Silvana Perez

      Lá pra baixo dá pra ir pra segunda página 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *