Críticas, Literatura

O Inominável (2017)

Darkfantasy jovem e contemporânea, disponível no wattpad.

O Inominável
Original:
Ano:2017•País:Brasil
Autor:Gustavo Lopes•Editora: Independente

“Um grupo de amigos, estudantes do Ensino Médio, encontram um livro, jamais visto até então na biblioteca de sua escola, e resolvem provar a veracidade de seu conteúdo, com instruções para um ritual aparentemente inofensivo e extremamente tentador. Motivados por um histórico de bullying e a promessa de um fim definitivo para os seus problemas, Andreia, Augusto “Bolinha”, Davi e Thalita partem em uma jornada sem retorno, rumo à escuridão inominável que habita em seus corações.”

Narrado em primeira pessoa, a história começa com uma menina do Ensino Médio relatando um terrível acontecimento de sua vida. O vocabulário foi bem escolhido por não abusar de palavrões e gírias, e a narradora é até muito formal em algumas passagens que poderiam ser mais descontraídas. A introdução é instigante, mas é seguida de um anticlímax frustrante. O relato do fato estarrecedor é interrompido para que se possa esclarecer como funciona a vida escolar e explicar questões relacionadas à equivalência e nominação das séries do Ensino Médio e Fundamental. A ambientação da escola é boa, mas não condiz com ambiente escolar nacional, como eu acredito que o autor pretendia fazer.

Um ponto muito positivo do livro é a leitura fluida e rápida, que facilmente pode ser concluída em um dia. Os clichês são bem usados e condizem com o que é esperado em livros do mesmo estilo. Os personagens e suas atitudes se encaixam bem no enredo jovem adulto. O livro conta também com boas referências musicais, e mesmo sendo um ponto que não acrescenta nada na história ou no rumo dos acontecimentos, é um aspecto que pode agradar os fãs de rock.

A metáfora da “quinta série”, expressão usada para apontar uma atitude imatura e cruel, é interessante, mas o termo é repetido tantas vezes que passou a ser um ponto negativo do livro. Um recurso criativo do começo que ao ser reutilizado de maneira desenfreada mostrou falta de repertório.

“Eu já pensei… Pensei até demais… Você sabe tanto quanto eu que a “quinta série” não sai das pessoas. Você deixa tudo quieto agora, aí dez anos depois você encontra um desses otários da escola, como PM, e ele é seu chefe no novo emprego.”

Como leitora eu gostei da ideia central da história, mas a forma que ela foi contada prejudicou o andamento livro. A onisciência da narradora atrapalhou na credibilidade do relato, pois se a história já havia acontecido, ela deveria cortar as partes desnecessárias e focar no principal.

O livro de estreia de Gustavo Lopes é uma Darkfantasy para ler de uma vez só: tem leitura leve e agradável. O Inominável está disponível para leitura gratuita no Wattpad e no Luvbook. Foi o próprio autor que enviou o livro para resenha e fiquei feliz de conhecer seu trabalho. Aguardo outros livros para acompanhar a evolução da escrita dele, como gosto de fazer com todos escritores que vejo grande potencial.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *