Penny Dreadful – 1ª temporada (2014)

Penny Dreadful (2014)

Penny Dreadful
Original:Penny Dreadful
Ano:2014•País:EUA, Irlanda, UK
Direção:J.A. Bayona, Coky Giedroyc, James Hawes, Dearbhla Walsh
Roteiro:John Logan
Produção:James Flynn, Morgan O'Sullivan
Elenco:Reeve Carney, Timothy Dalton, Eva Green, Rory Kinnear, Billie Piper, Danny Sapani, Harry Treadaway, Josh Hartnett, Olivia Llewellyn, Hannah Tointon, Gavin Fowler

Para entender melhor a nova série de terror do canal Showtime, exibida no Brasil pela HBO, precisamos entender o significado do termo que dá nome ao programa. Penny dreadfuls eram publicações ficcionais seriadas do século 19, que geralmente apresentavam histórias sensacionalistas e assustadoras que custavam um penny.

É este tom sensacionalista, escabroso, que define os contornos do seriado criado por John Logan, roteirista de 007 – Operação Skyfall, com quem trabalhou com Sam Mendes, com quem divide a produção da série.

Penny Dreadful reúne diversos personagens da literatura clássica de horror (Drácula, Frankenstein e Dorian Gray) em um universo próprio, que vai fazer o mais purista chiar, pois, ao contrário de A Liga Extraordinária de Alan Moore – primeira associação que fazemos ao assistir ao programa –, que pega as histórias da literatura e continua de onde pararam, Penny Dreadful se apropria apenas dos personagens e suas características, criando novos rumos e histórias.

Penny Dreadful (2014) (2)

Assim, conhecemos o drama de Sir Malcolm Murray (vivido pelo ex-007 Timothy Dalton), que busca sua filha desaparecida, Mina, que foi sequestrada por uma criatura da noite. para reencontrá-la, Sir Malcolm reúne um grupo exótico formado por seu fiel servo Sembene (Danny Sapani da série de TV Misfits), o pistoleiro americano Ethan Chandler (Josh Hartnett de 30 Dias de Noite), pelo jovem médico Victor Frankenstein (Harry Treadaway de Cidade das Sombras) e pela amiga de infância de sua filha, Vanessa (interpretada por Eva Green, de 007 – Casino Royale, que rouba todas as cenas em que aparece). Além deles ainda temos Dorian Gray (Reeve Carney de Tempestade) e a criatura de Frankenstein (Rory Kinnear de 007 – Operação Skyfall) e outros que ainda não reconhecemos como personagens clássicos, mas que serão desenvolvidos melhor ao logo da série.

Ao contrário de outras séries de terror na TV atualmente, como American Horror Story, Penny Dreadful resgata o horror gótico, mesmo que recheada de momentos gore – palmas para o uso de efeitos práticos old school em boa parte das cenas – e muito sexo. E este horror gótico apresentado em uma série de TV nos dias de hoje, por incrível que pareça, funciona!

O clima pode parecer estranho para aqueles que não estão acostumados com a literatura do período em que se passa a história ou que conhece Frankenstein ou Drácula só dos filmes mais modernos. Praqueles que conhecem um pouco mais das origens do gênero horror, a experiência funciona melhor para entender a dor da criatura de Frankenstein e acompanhar os personagens a uma peça de teatro Grand Guignol.

Penny Dreadful (2014) (1)

Infelizmente a série pesa um pouco a mão no drama de Vanessa. A personagem de Eva Green, que eleva o nível de atuação da trama, toma boa parte das cenas do programa e, mesmo sendo bem desenvolvida, suas inúmeras possessões e transes acabam se esticando demais e tomando espaço vital de outros personagens; como Dorian Gray, que até agora não mostrou a que veio, ou no mistério de Ethan Chandler, que se apaixona perdidamente por uma prostituta com tuberculose em uma das subtramas mais deslocadas da história, parecendo ter sido enfiada a fórceps no enredo apenas para justificar um determinado acontecimento que só será desenrolado na próxima temporada.

Penny Dreadful (2014) (5)

Mesmo tendo deixado mais pontas soltas do que parecia planejar desde o início em uma trama principal que não parece se sustentar por mais uma temporada, Penny Dreadful surge como uma das melhores séries dramáticas da temporada, recheada de momentos que farão a alegria dos fãs de horror clássico e seus personagens. Que venha a segunda temporada, que já está garantida com novos personagens.

(Visited 46 times, 1 visits today)
Rodrigo Ramos

Rodrigo Ramos

Designer por formação e apaixonado por HQs e Cinema de Horror desde pequeno. Ao contrário do que parece ele é um sujeito normal... a não ser quando é Lua Cheia. Contato: rodrigoramos@bocadoinferno.com.br

4 comentários em “Penny Dreadful – 1ª temporada (2014)

  • 11/10/2015 em 18:21
    Permalink

    Eu amo essa série! Esperando ansiosamente pra 3ª temporada.

    Resposta
  • 07/07/2014 em 11:30
    Permalink

    Em comparação com as demais séries que temos por aí, Penny Dreadful é, sem sombra de dúvida, a melhor série de terror dos últimos anos, sem exageros! Cada episódio prende o espectador do começo ao fim, com um excelente roteiro e ótimas atuações do mais que talentoso elenco.
    Que venha a segunda temporada!!

    Resposta
    • 24/09/2014 em 18:07
      Permalink

      Gostei bastante também mas gostaria que explorassem mais os outros personagens além da Vanessa!

      Resposta
  • 05/07/2014 em 18:28
    Permalink

    Gostei muito dessa série, espero ansioso pela próxima temporada.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien