The Whispers (2015)

The Whispers (2015) (1)

The Whispers
Original:The Whispers
Ano:2015•País:EUA
Direção:Charles Beeson, Kenneth Fink, P.J. Pesce, Brad Turner, Matt Earl Beesley, Holly Dale, Guillermo Navarro, Edward Ornelas, Mark Romanek
Roteiro:Soo Hugh, Daniel C. Connolly, Michael Gunn, Zack Estrin, Holly Harold, Ubah Mohamed, Alison Tatlock, Dean Widenmann
Produção:Ron French, Dean Widenmann, Sarah Caplan
Elenco:Lily Rabe, Barry Sloane, Milo Ventimiglia, Derek Webster, Kylie Rogers, Kyle Harrison Breitkopf, Kristen Connolly, David Andrews, Catalina Denis, Abby Ryder Fortson, Martin Cummins Kayden Magnuson, Dee Wallace, Alan Ruck, Jamison Jones, Ona Grauer, Tom Butler

Aproveitando a onda de séries sobrenaturais que inundam a TV americana atualmente, a ABC investe agora em The Whispers. A série, criada por Soo Hugh (de Zero Hour), é baseada no conto The Zero Hour, de Ray Bradbury, e conta com produção de Steven Spielberg, mostrando a uma série de ocorrências envolvendo crianças que alegam terem sido influenciadas por um amigo imaginário chamado Drill.

Enquanto mergulhamos na investigação junto da agente do FBI, especializada em comportamento infantil Claire Bennigan (Lilly Rabe de American Horror Story) e do membro do Departamento de Defesa dos EUA Wes Lawrence (Barry Sloane de Revenge) sobre as estranhas coincidências envolvendo os casos, vamos descobrindo que Drill é muito mais do que apenas um “amigo imaginário”. As coisas se complicam quando os filhos de Claire e Wes também começam a agir sob influência de Drill, forçando Claire e Wes a trabalharem juntos novamente, apesar de um complicado relacionamento extra-conjugal entre os dois no passado que abalou a carreira de Claire e o casamento de Wes.

The Whispers (2015) (3)

Ignorando a premissa batida de amigos imaginários sobrenaturais e do dedo de Steven Spielberg, que é garantia de momentos piegas, The Whispers já começa com uma cena chocante onde uma criança de seis anos planeja o assassinato de sua mãe em uma casa na árvore sobre influência de seu amigo Drill. Apesar de acreditar que tudo não passa de um jogo, e não estar a par das consequências de seus atos, esta primeira cena surpreende e nos dá uma ideia do que está por vir.

Aos poucos mais e mais crianças sob a influência da maligna força conhecida como “Drill” vão surgindo e a série passa a assumir contornos de ficção científica, evidentes nas sutis homenagens a Contatos Imediatos e E.T. – O Extra-Terrestre. E é neste ponto que a série melhora bastante. O que poderia ser mais um “espírito maligno” influenciando crianças, torna-se parte de algo maior e mais perigoso.

The Whispers (2015) (4)

The Whispers conta com toda aquela carga familiar e emocional de uma produção de Steven Spielberg e com alguns momentos mais forçados de conveniências de roteiro, mas a série consegue ousar ao colocar crianças como ameaças, matar personagens principais, crianças e até coloca-las sob tortura psicológica. Algo inesperado em uma série de TV americana, principalmente se considerarmos que o nome de Spielberg está envolvido.

Apesar de deixar a impressão de que não se sustenta por muitas temporadas, The Whispers surpreende e agrada em sua estreia. O elenco está muito bem, mesmo com muitos atores mirins, que costumam deixar a desejar, e os ganchos, surpresas e revelações a cada capitulo prendem a atenção e nos deixam curiosos pelo próximo episódio. Ponto para o formato de arcos fechados, que não deixam espaço para episódios procedurais que não avançam nada na história.

The Whispers (2015) (2)

Se você ainda não deu uma chance a The Whispers, vale a pena começar a assistir a série com o menor número de informações possível! A série é exibida atualmente no canal AXN todas as terças às 22h.

(Visited 78 times, 1 visits today)
Rodrigo Ramos

Rodrigo Ramos

Designer por formação e apaixonado por HQs e Cinema de Horror desde pequeno. Ao contrário do que parece ele é um sujeito normal... a não ser quando é Lua Cheia. Contato: rodrigoramos@bocadoinferno.com.br

3 comentários em “The Whispers (2015)

  • 23/09/2015 em 12:19
    Permalink

    Lily Rabe manda muito bem como atriz e sua presença em The Whispers é um dos pontos altos da série. Eu particularmente não gosto de episódios procedurais, e prefiro quando a temporada inteira desenvolve uma história só. A série tá indo bem até agora, vamos ver o que nos reserva o segundo ano!

    Resposta
  • 06/09/2015 em 13:29
    Permalink

    bom a atriz Lily já tem experiẽ experiência com todas as loucuras que acontecem no Convento cheio acontecimentos bizarros da série American Horror Story, ela não se assuste fácil ao lidar com esse Amigo Imaginário que está pertubando as crianças! fiquei com vontade de assistir essa nova série The Whispers! se os Arcos forem sempre fechados não existe a Triângulação da Maldade concentrada na Imaginação da História!!!

    Resposta
    • 23/09/2015 em 12:19
      Permalink

      Lily Rabe manda muito bem como atriz e sua presença em The Whispers é um dos pontos altos da série. Eu particularmente não gosto de episódios procedurais, e prefiro quando a temporada inteira desenvolve uma história só. A série tá indo bem até agora, vamos ver o que nos reserva o segundo ano!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien