O que esperar do retorno de The Walking Dead?

Depois de um longo e tórrido verão, The Walking Dead retorna hoje, tanto nas exibições pela TV como nas conversas pela internet e nos bares da vida. Depois uma meia-temporada que dividiu opiniões – há quem a considere covarde pela sobrevivência de uma personagem já considerada morta e há quem viu nela um respiro de criatividade que não era comum desde as primeiras -, as expectativas pelo retorno são imensas, principalmente pelos spoilers que se espalharam por todos os cantos, a partir das comparações com a HQ e pelas descrições de quem já acompanhou o nono episódio em prévias lá fora.

Para atiçar a curiosidade, nas últimas semanas foram reveladas imagens chocantes do final da temporada e declarações de atores, como Andrew Lincoln, que disse ter chorado ou tido dificuldades para dormir. Seriam apenas maneiras de ajudar na divulgação? Teremos momentos angustiantes no episódio desta noite? O que o futuro reserva aos sobreviventes de Alexandria? Para ajudá-los a se lembrar do que aconteceu até o momento, vamos despertar os mortos das cenas vistas anteriormente!

(spoilers sobre o último episódio exibido)

O episódio Start to Finish, exibido em 29 de novembro, deixou alguns ganchos. Daryl (Norman Reedus), Sasha (Sonequa Martin-Green) e Abraham (Michael Cudlitz) receberam o pedido de ajuda de Eugene (Josh McDermitt) e estavam retornando para Alexandria quando foram interceptados por uma gangue de motoqueiros em uma tentativa de assalto, com a menção pela primeira vez do nome Negan. Paralelo a isso, Carol (Melissa McBride) e Morgan (Lennie James) estavam num confronto pessoal, quando o líder dos Lobos (Benedict Samuel) resolveu usar a doutora Denise (Merritt Wever) como um meio de fuga. Perto dali, Glenn (Steven Yeun) e Enid (Katelyn Nacon) acabam de chegar à comunidade, após alertarem sua presença antes da queda da torre da igreja; e Maggie (Lauren Cohan) está cercada de zumbis sobre uma base de madeira. Mas, as ações consideradas mais tensas envolvem o grupo de Rick (Andrew Lincoln) e Michonne (Danai Gurira), Carl (Chandler Riggs), Jessie (Alexandra Breckenridge), Sam (Major Dodson) e Ron (Austin Abrams), na tentativa de passar pela horda de errantes, depois de se banharem com as entranhas das criaturas. Mas, parecia que Sam não estava muito confortável com essa brincadeira!

(fim dos spoilers)

Com toda essa movimentação por um Inferno zumbi, a ansiedade está nas suposições sobre o que irá acontecer. Há quem já tenha visto; há resumos em diversos sites por aí; e há as comparações com a revista em quadrinhos. Veremos a seguir algumas possibilidades previstas para o episódio No Way Out, que será exibido esta noite. Até que ponto estão certas ou são apenas especulações, só iremos descobrir à noite. Se não gosta de saber antes para evitar que surpresas sejam reveladas, não leia os próximos parágrafos.

(spoilers e suposições para o próximo episódio)

Grupo de Daryl, Sasha e Abraham: os motoqueiros pegam as armas dos heróis, e o líder, aquele que mencionou Negan, pede que um dos comparsas acompanhe Daryl para verificar o caminhão. Aproveitando uma distração do inimigo, Daryl aproveita o RPG adquirido por Abraham e causa uma explosão, permitindo a fuga do grupo para Alexandria.

Grupo Glen, Enid e Maggie: Glen planeja salvar sua garota, mas tem que aguentar a choradeira de Enid, naqueles momentos típicos da série, interrompendo os momentos tensos.

The Walking Dead (2016) (3)

Grupo de Rick: com a bebê Judith entregue para o Padre Gabriel (Seth Gilliam), o grupo segue de mãos dadas atravessando a praça dos mortos. A choradeira de Sam atrai a atenção dos zumbis e a sangreira acontece: Sam e Jessie são cercados e atacados pelos zumbis. Paralisada, a garota não solta a mão de Carl, obrigando Rick a cortar a mão de Jessie para livrar o filho. Ao ver a atitude de Rick, Ron pega a arma de Jessie e mira na direção dele, mas Carl pula na frente do pai e é baleado no olho. Quando Ron pretendia atirar novamente em Rick, Michonne enfia sua katana no peito dele. Com o filho desmaiado de dor, Rick pega seu corpo e se afasta. Com o filho ferido, ele decide avançar sobre os zumbis com um facão em um momento de fúria, sendo acompanhado pelos demais numa limpeza sangrenta em Alexandria.

The Walking Dead (2016) (2)

Grupo de Carol, Morgan, Denise e o Lobo: Carol mata o Lobo, libertando Denise. A médica volta para a enfermaria e encontra Rick com um Carl ferido e começa a ajudá-lo.

The Walking Dead (2016) (1)

(fim dos spoilers)

Como dito anteriormente, são especulações, não representando exatamente um resumo do que irá acontecer. Nas HQs as tragédias são ainda maiores, envolvendo até mesmo a bebê Judith. De toda forma, pode-se esperar um episódio tenso, movimentando, sangrento. Se o restante da temporada manterá esse ritmo – algo improvável – só iremos saber nas próximas semanas!

E você? Está ansioso pela volta da série?

(Visited 11 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

Um comentário em “O que esperar do retorno de The Walking Dead?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien