Críticas, Televisão

Night Visions (2001)

Representa um mergulho nos inexplicáveis mistérios da humanidade, abordando casos sobrenaturais relacionados aos medos do ser humano!

Night Visions (2001)

Night Visions
Original:Night Visions
Ano:2001•País:EUA, Canadá
Direção:Jefery Levy, Thomas J. Wright, Keith Gordon, Ian Toynton, Joe Dante, Ernest R. Dickerson, Tobe Hooper, Bill Pullman, Nick Gomez
Roteiro:Dan Angel, Billy Brown, Steve Aspis, Sophie C. Hopkins, Jim Leonard, Erin Maher, Kay Reindl, Joseph Beyer
Produção:Robert Petrovicz, Tracey Jeffrey
Elenco:Henry Rollins, Emily Holmes, Ty Olsson, Johnny Cuthbert, Meghan Black, Bridget Fonda, Natasha Lyonne, Luke Perry, Bill Pullman, Aidan Quinn, Stephen Baldwin, Brendan Fletcher, Jerry O'Connell, Jack Palance, Lou Diamond Phillips, Randy Quaid, Thora Birch, Jamie Kennedy, Pam Grier, Malcolm McDowell

Séries de televisão apresentando antologias com episódios curtos sobre temas sobrenaturais sempre despertaram grande fascínio entre aqueles que apreciam o cinema fantástico, destacando-se principalmente a partir do final dos anos 1950 e tendo seu ápice num período que se estende até meados da década de 70, onde foram produzidas as mais clássicas e memoráveis produções de todos os tempos como Thriller! (1960/62, apresentada por Boris Karloff); Além da Imaginação (The Twilight Zone, 1959/64, com introduções do genial Rod Serling, e que depois teve uma segunda fase entre 1985/89); Quinta Dimensão (The Outer Limits, 1963, que também mais tarde teve uma série nova em 1995); Galeria do Terror (Night Gallery, 1970/73, também apresentada por Rod Serling); entre outras mais.

A partir da metade dos anos 80 houve uma grande quantidade de produções de séries de TV nesse estilo como Histórias Fantásticas (Amazing Stories, 1985/87); Sexta-Feira 13: O Legado (Friday the 13th: The Series, 1987/90); Monstros (Monsters, 1988/89); Contos da Cripta (Tales From the Crypt, 1989/94), citando apenas alguns exemplos. E em 2001 a Fox Television em parceria com a Warner Bros. produziram Night Visions em 26 episódios curtos de trinta minutos de duração cada. A série foi criada pela dupla de especialistas Billy Brown e Dan Angel, que foram os responsáveis pelo roteiro de quatro dos episódios e que já tiveram também participação na equipe de escritores da cultuada série Arquivo X (The X-Files, 1993/2002), de Chris Carter.

Os episódios de Night Visions representam um mergulho nos inexplicáveis mistérios da humanidade, abordando principalmente casos sobrenaturais relacionados aos medos e dramas psicológicos do ser humano, confrontando as torturas desconhecidas da mente, em seu eterno conflito entre a razão e a insanidade, explorando muito mais as sensações de calafrios do que expondo sangue e violência gratuitos.

Night Visions (2001) (1)

As histórias são apresentadas pelo músico, escritor e ator Henry Rollins, que sempre faz comentários curtos, objetivos, fortemente significativos, e muitas vezes até sarcásticos, sobre os temas abordados, tanto na introdução como no desfecho de cada episódio. Nascido em 1961, Rollins foi o líder da banda de punk rock Black Flag de 1981 a 86, e depois participou de um projeto solo, criando a banda Rollins Band em 1988. Trabalhou também na televisão, sendo apresentador na emissora de música MTV, participou como colunista em revistas, fez pontas em filmes, dublou vozes em desenhos animados e escreveu livros de poesia e autobiográficos.

Um fato importante a se considerar no projeto de Night Visions é a presença de grandes diretores e atores convidados conhecidos, os quais desfilam seus talentos pelas diversas histórias. Cineastas consagrados como Tobe Hooper (do clássico O Massacre da Serra Elétrica/1973 e Poltergeist/1982) e Joe Dante (Grito de Horror/1980 e Gremlins/1984), especialistas no gênero, e atores experientes como os veteranos Jack Palance, Malcolm McDowell, Brian Dennehy e Miguel Ferrer, e as atrizes Pam Grier (musa nos anos 1970) e Amanda Plummer, além de vários jovens vistos em filmes do cinema como Aidan Quinn, Thora Birch, Bill Pullman, Bridget Fonda, Stephen Baldwin, Jerry O’Connell, Lou Diamond Phillips, Jamie Kennedy, Michael Rapaport e Timothy Olyphant, entre muitos outros.

Também é interessante notar que alguns episódios de Night Visions foram dirigidos por atores tradicionais, permitindo uma oportunidade deles passarem para o outro lado das câmeras e exercerem uma função diferente. Foi o caso de Bill Pullman em Uma Vista da Janela, onde ele também atuou como o protagonista da história; de Brian Dennehy no episódio A Reforma, e da atriz JoBeth Williams (de Poltergeist) em O Castigo.

Night Visions (2001) (13)

A série é mais uma das dezenas que apresentam histórias sobrenaturais, explorando argumentos que esbarram no suspense, horror, fantasia e ficção científica. Em todas essas séries, por apresentarem grande quantidade de histórias de todos os tipos, sempre surgem alguns episódios em destaque, com roteiros inteligentes e interessantes, que também se misturam com uma infinidade de outros inexpressivos e totalmente descartáveis.

Porém, no caso de Night Visions (Visões da Noite, onde foi preferido manter o título original no Brasil, o que pode ser considerada uma decisão acertada, já que o nome em inglês soa bem também para nós), a série pode ser classificada como acima da média, por apresentar muitas histórias boas e excelentes apesar da pequena quantidade de episódios produzidos numa única temporada em 2000.

A série estreou nos Estados Unidos com um programa especial de duas horas de duração, exibindo os quatro primeiros episódios seguidos, A Lista de Passageiros, O Sacerdote Vodu, Saindo do Ar e A Reforma, recebendo críticas favoráveis da imprensa especializada, e sendo considerada uma das melhores séries desse estilo nos últimos tempos.

Na Lista de Episódios que segue no final desta análise, estão inclusas as cotações segundo minhas preferências (que obviamente é algo bem subjetivo), mas que podem servir como um parâmetro de avaliação da qualidade da série. E curiosamente quase 70% dos episódios receberam uma cotação boa ou excelente, justificando o esforço em assisti-los na televisão quando foram exibidos num péssimo e desconfortável horário escolhido pelo canal aberto SBT (aos domingos aproximadamente à meia-noite), fato que também demonstrou um indesejável descaso da emissora com o público que aprecia o cinema fantástico.

Episódios como A Lista de Passageiros, com Aidan Quinn, Uma Vista da Janela, com Bill Pullman, Nas Trevas, com Michael Rapaport, O Labirinto, com Thora Birch, Harmonia, com Timothy Olyphant, A Carga, com Jamie Kennedy, e Padrões, com Malcolm McDowell, demostram um cuidado especial com o roteiro, tornando-se histórias memoráveis com finais perturbadores, principalmente numa época carente de originalidade ou mesmo de contos interessantes e que consigam instigar a imaginação das pessoas.

Em especial, dois episódios podem ser considerados a elite de toda a série, na minha opinião, sendo que coincidentemente ambos misturam elementos de horror com ficção científica, confirmando que é plenamente possível juntar esses estilos obtendo bons resultados. Uma infinidade de divertidos filmes fantásticos do passado tem seus argumentos confundindo-se entre horror e FC, determinando praticamente uma fusão em um único gênero, sendo que na verdade ambos caminham muitas vezes lado a lado, com uma linha muito tênue separando-os, permitindo que se misturem constantemente. Tanto Uma Vista da Janela, dirigida e estrelada pelo ator Bill Pullman (de Independence Day/1996), como O Labirinto, de Tobe Hooper e com a atriz Thora Birch (de O Buraco/2001), são episódios que conseguiram contar histórias de grande interesse em apenas 30 minutos.

Como acontece em quase todas as séries de antologias de contos curtos com temática fantástica, Night Visions também gerou um filme especialmente produzido para a televisão chamado Shadow Realm, lançado pela SciFi Channel em 2002, apresentando quatro episódios que não chegaram a serem exibidos pela Fox junto com os demais, por causa dos atentados terroristas contra os Estados Unidos em setembro de 2001, fato trágico que obrigou o cancelamento da exibição da série em seus últimos episódios. Eles permaneceram inéditos até serem exibidos somente em 2002 pela SciFi Channel e também na forma de um filme. Retirando os comentários de Henry Rollins e com os créditos todos misturados, fizeram parte dessa produção para a TV as histórias Padrões, O Labirinto, Harmonia e Vozes, exibidas nessa ordem.

Lista de Episódios

As sinopses contém spoilers. Classificação das cotações: (***) Excelente (**) Bom (*) Ruim

1) A Lista de Passageiros / The Passenger List – Direção: Yves Simoneau. Roteiro: Billy Brown e Dan Angel. Elenco: Aidan Quinn (Jeremy Bell), Kelly Rutherford (Marilyn Lanier), Paul Guilfoyle (John), Troy Evans (Coroner), Blu Mankuma (Dooley). Sinopse: Um investigador de acidentes aéreos, Jeremy Bell (Aidan Quinn), é chamado para averiguar a queda de um avião sem sobreviventes. Durante suas investigações, ele teme que sua filha estivesse na aeronave e conhece uma misteriosa mulher, Marilyn Lanier (Kelly Rutherford), que diz que sua família morreu no desastre. Bell começa a questionar sua sanidade quando vários sentimentos estranhos e sobrenaturais começam a atormentá-lo, levando o investigador a descobrir a terrível verdade dos fatos. (***)

Night Visions (2001) (2)

2) O Sacerdote Vodu / The Bokor – Direção: Keith Gordon. Roteiro: Billy Brown e Dan Angel. Elenco: Samantha Mathis (Diane Barnes), Jason London (Richard), Ben Bass (Paul), Kim Hawthorne (Cheryl). Sinopse: Numa faculdade de medicina, uma jovem estudante, Diane Barnes (Samantha Mathis), está aprendendo a dissecar cadáveres, sendo que um deles é de um maligno sacerdote vodu com uma misteriosa tatuagem em seu corpo (chamado de Bokor). Seu namorado Richard (Jason London) é viciado em morfina e ambos acabam roubando frascos da droga num laboratório, sendo testemunhados por outros dois estudantes. Eles decidem então matar as testemunhas e se envolvem numa maldição mortal vodu. (**)

3) Saindo do Ar / Dead Air – Direção: Jefery Levy. Roteiro: Erin Maher e Kay Reindl. Elenco: Lou Diamond Phillips (Tom Fowler), Malcolm Scott (entregador de pizza). Sinopse: História baseada na tradicional lenda urbana que mostra um radialista sendo assassinado ao vivo, no ar, e acompanhado pelos ouvintes. Um locutor de rádio, Tom Fowler (Lou Diamond Phillips), apresenta um programa noturno onde narra histórias macabras para seus ouvintes. Ele pede a participação das pessoas ao telefone, para contar seus casos de terror, sem esperar que a ficção pode se tornar realidade e ele próprio ser uma das vítimas fatais da brincadeira, conhecendo o verdadeiro significado do medo. (**)

Night Visions (2001) (7)

4) A Reforma / Renovation – Direção: Brian Dennehy. Roteiro: Billy Brown e Dan Angel. Elenco: Gil Bellows (Keith Miller), Kirsten Robek (Ariane). Sinopse: Sem saber, um jovem, Keith Miller (Gil Bellows), muda-se com a esposa Ariane (Kirsten Robek) e o filho pequeno para uma casa onde ele viveu quando criança. Uma vez sendo ainda um bebê há trinta anos, ele sofreu um terrível trauma quando seu pai, um violento alcoólatra, assassinou sua mãe e depois suicidou-se. Novamente na casa, ele passa agora a ouvir estranhas vozes em eventos sobrenaturais que o incitam a repetir a mesma tragédia que viveu no passado, direcionando sua insanidade contra a própria família. Curiosidade: Esses quatro primeiros episódios foram exibidos todos juntos num programa especial de estreia da série nos Estados Unidos. (*)

5) Uma Vista da Janela / A View Through the Window – Direção: Bill Pullman. Roteiro: Steven Aspis e Robert Leman, baseado num conto de Robert Leman. Elenco: Bill Pullman (Major Ben Darnell), Carl Lumbly (Dannny Holman). Sinopse: Um cientista e oficial do exército, Major Ben Darnell (Bill Pullman), é recrutado para investigar um misterioso fenômeno encontrado no meio do deserto: um portal impenetrável para um universo paralelo onde se vê uma aparente família tradicional vivendo harmoniosamente numa fazenda. O oficial descobre que o campo de força que envolve a pequena fazenda permite uma comunicação com nosso mundo em determinados e curtos períodos de tempo. Uma vez Darnell estando com problemas particulares, num processo de divórcio com sua esposa, e sentindo-se atraído por uma jovem mulher dentro do portal, ele desobedece as ordens de seu superior e entra na fenda temporal, para descobrir a horrível realidade dos fatos quando é brutalmente atacado pela família de alienígenas canibais. Rapidamente, um dos homens da fazenda invoca uma magia e reverte o campo de força, tornando-se eles agora invisíveis para o exército e tentando encontrar um meio de entrarem em nosso universo. (***)

Night Visions (2001) (3)

6) Tudo pelo Sossego / Quiet, Please – Direção: Joe Dante. Roteiro: Jim Leonard. Elenco: Cary Elwes (Gerard), Brian Dennehy (Ben). Sinopse: Um rapaz cansado do barulho e loucura da cidade, Gerard (Cary Elwes), decide passar um final de semana isolado acampando num parque florestal, fugindo também das notícias sobre as ações de um serial killer que costuma arrancar a língua de suas vítimas. Porém, Gerard é constantemente incomodado por um velho e aparentemente suspeito pescador, Ben (Brian Dennehy) e seu cachorro, que insistem em ficar próximos da barraca do rapaz da cidade. Infelizmente para o velho, ele descobrirá o erro mortal que cometeu ao importunar um desconhecido, encontrando um trágico fim. (**)

7) Testando Limites / Now He’s Coming Up The Stairs – Direção: Nick Gomez. Roteiro: Steven Aspis. Elenco: Luke Perry (Michael Sears), Sam MacMillan (Bellman). Sinopse: Michael Sears (Luke Perry) é um psiquiatra amaldiçoado por um estranho dom de absorver as doenças psicológicas de seus pacientes para si mesmo. Como por exemplo no caso de uma jovem anoréxica que tem visões com lesmas todas as vezes em que está comendo. Mas o ápice de seus problemas veio quando estava em férias e encontrou uma mãe desesperada com seu filho em coma. Ele então transferiu para si as alucinações do menino traumatizado por um acidente de carro quando sua mãe atropelou um pedestre, mergulhando o psiquiatra num misterioso estado de psicose. (**)

Night Visions (2001) (8)

8) Carro Usado / Used Car – Direção: Michael Watkins. Roteiro: Ted Humphrey. Elenco: Sherilyn Fenn (Charlotte), Hart Bochner (Jack). Sinopse: Uma mulher, Charlotte (Sherilyn Fenn), pede para seu marido Jack (Hart Bochner), comprar um carro usado para ela. Porém, ao dirigí-lo ela sempre presencia estranhas aparições de um espírito de uma jovem, mais tarde vindo a descobrir tratar-se de uma antiga amante de seu marido, que estava grávida e suicidou-se por ser rejeitada por Jack. Agora o fantasma da suicida retorna e deseja vingança. (**)

9) Uma Parada na Estrada / Rest Stop – Direção: Yves Simoneau. Roteiro: Sophie C. Hopkins. Elenco: Jerry O’Connell (Andy) , Amy Jo Johnson (Sarah). Sinopse: Dois casais de estudantes em férias estão viajando por uma estrada e dão carona a um rapaz, Andy (Jerry O´Connell). Eles decidem encostar o carro numa parada de descanso e encontram um grupo de pessoas vendendo objetos estranhos para os viajantes. Misteriosamente, um a um dos jovens vão desaparecendo até que uma das garotas, Sarah (Amy Jo Johnson), procurando seus amigos desaparecidos, acaba localizando uma passagem secreta embaixo do abrigo da parada de descanso e encontra os companheiros em estado de coma, descobrindo a trágica verdade: o misterioso Andy e seus amigos capturam os viajantes para utilizar suas peles e cabelos na confecção de estranhos objetos que são vendidos. (**)

10) Vida Eterna / After Life – Direção: Jefery Levy. Roteiro: Sophie C. Hopkins. Elenco: Randy Quaid (Michael Doyle), Susan Gibney (Natalie Doyle). Sinopse: No velório de um homem, Michael Doyle (Randy Quaid), o defunto repentinamente volta à vida e sai do caixão, chocando as pessoas presentes, especialmente sua mulher e filha pequena. Sem poder explicar como voltou da morte, o homem está saudável mas infeliz por voltar a viver. Uma vez obcecado pela morte, vendo coisas ruins em tudo e todos, e dizendo que estava antes num paraíso, ele decide se suicidar e levar consigo sua filha, alegando que iriam para o Céu juntos. Momentos antes de uma queda fatal de um prédio, a menina é salva pela mãe e Doyle mergulha para sua sonhada morte novamente, descobrindo-se mais tarde que o Céu na verdade era apenas a imagem de um vitral vista acima de seu caixão, na sala do velório. (*)

11) Um Milagre de Deus / If a Tree Falls… – Direção: Po-Chih Leong. Roteiro: Steven Aspis. Elenco: Natasha Lyonne (Bethany Daniels), Art Kitching (Seth Morrow), Jonathan Jackson (Devin Murrany). Sinopse: Três jovens estudantes, Devin (Jonathan Jackson), sua namorada Bethany (Natasha Lyonne) e o amigo Seth (Art Kitching), sofrem um acidente fatal de carro quando voltavam da faculdade, afundando todos para a morte num lago. Como ninguém testemunhou o acidente, de forma sobrenatural e misteriosa eles renascem e permanecem vivos, porém apenas enquanto ninguém souber do acidente ou localizar seus cadáveres, caso contrário eles desaparecem. Como Denin é muito religioso e não concorda com a situação incomum em que se envolveram, ele tenta encontrar uma explicação e reverter o processo podendo com isso desaparecer de vez com seus amigos. (**)

Night Visions (2001) (4)

12) A Inquilina / The Occupant – Direção: Joe Dante. Roteiro: Billy Brown e Dan Angel. Elenco: Bridget Fonda (Janet). Sinopse: Uma mulher recém divorciada, Janet (Bridget Fonda), está preocupada com estranhos fatos que vem ocorrendo em sua casa quando ela está fora no trabalho. Ela percebe objetos fora do lugar, portas que batem e barulho de passos. Desconfiando que alguém está vivendo clandestinamente em sua casa, ela avisa a polícia mas não encontra respostas. Finalmente, descobre-se que o divórcio a abalou de tal forma influenciando diretamente em sua sanidade, que Janet se isolou em uma fantasia e não percebe que na verdade a intrusa é ela, pois a casa foi vendida por seu ex-marido para uma outra mulher. (*)

13) A Reunião / Reunion – Direção: Thomas Wright. Roteiro: Jim Leonard. Elenco: Jay Mohr (Tenente Dale Stillman), M. Emmet Walsh (Gus), Ron Canada (Wally), Jane Sowerby (Clair), Chuma Hunter-Gault (Jimmy). Sinopse: Um veterano da Guerra do Golfo Pérsico em 1991, o tenente Dale Stillman (Jay Mohr), é um homem atormentado e vive sob o efeito de fortes medicamentos. Considerado um herói condecorado por ter sido torturado e resistido a fornecer informações sigilosas ao inimigo, ele passa a sofrer estranhas alucinações numa comemoração de 10 anos da guerra quando decide tomar uma bebida num bar. Eventos sobrenaturais começam a ocorrer e o tenente tem visões com três soldados de seu pelotão que foram mortos no campo de batalha. Eles então revelam a verdade dos fatos onde o oficial nunca havia sido torturado, livrando-se ao delatar a localização dos companheiros, que morreram num ataque surpresa do inimigo. Os fantasmas dos soldados mortos planejam então sua vingança. Curiosidade: Mantendo sua política externa imperialista e equivocada, os Estados Unidos voltaram a atacar o Iraque em março de 2003, numa outra guerra estúpida e hipócrita, podendo inspirar futuramente outros argumentos para episódios sobrenaturais no estilo desse A Reunião de Night Visions. (**)

14) Vigília no Bairro / Neighborhood Watch – Direção: Bryan Spicer. Roteiro: Wendy Macleod. Elenco: David Paymer (Jim Osgoode), Valerie Mahaffey (Sally Osgoode), Brittany Tiplady (Janey Osgoode), Ray Galletti (Steve Thorne). Sinopse: Os moradores de um condomínio de classe média tem uma vida normal e feliz até que recebem uma notificação da polícia, avisando que um novo vizinho, Steve Thorne (Ray Galletti), é um ex-presidiário que cumpriu pena por abuso de crianças. Após vários encontros casuais de sua filha com o homem, o advogado Jim Osgoode (David Paymer) fica apavorado com a segurança da jovem e numa reunião do condomínio foi o escolhido para matar o estranho recém chegado. Para sua surpresa, no dia seguinte ao crime, eles recebem a informação de que houve um engano de identidade e o homem assassinado é inocente. (*)

Night Visions (2001) (5)

15) Colheita Amarga / Bitter Harvest – Direção: Philip Sgriccia. Roteiro: Julie Siege. Elenco: Jack Palance (Jake Jennings), Brendan Fletcher (Shane Watkins). Sinopse: Um velho e misterioso fazendeiro, Jake Jennings (interpretado pelo excepcional veterano Jack Palance) vive recluso em sua fazenda, sendo conhecido nas redondezas por ser filho de uma bruxa. Seu vizinho Shane Watkins (Brendan Fletcher) é um adolescente que costuma invadir as terras de Jennings para pescar escondido. Certa vez ele é descoberto e numa perseguição entre eles, ocorre um acidente com uma máquina de triturar grãos e o velho perde ambos os braços. Estranhamente, Jennings prefere não punir o jovem inicialmente, pedindo apenas para seu pai permitir que o rapaz trabalhe em sua fazenda como forma de reparar o erro cometido ao causar o acidente. Após o nascimento de um cavalo de Shane sem as pernas, a vingança do velho fazendeiro se consumaria quando o jovem recebe a notícia que sua mãe está grávida. (**)

Night Visions (2001) (15)

16) Minha Suposta Vida e Morte / My So-Called Life and Death – Direção: Ernest Dickerson. Roteiro: Naren Shankar. Elenco: Marla Sokoloff (Julia). Sinopse: Uma adolescente problemática em crise com sua família, Julia (Marla Sokoloff), está passando as férias forçosamente com os pais e irmão mais novo numa casa de campo. Lá ocorre sua primeira paixão de forma platônica por um misterioso jovem que apenas aparece em visões para ela. O problema é que ele nunca a vê, ouve ou toca nela, sendo aparentemente um fantasma do local. Porém, a realidade é bem mais trágica quando Julia descobre que ela e sua família morreram num incêndio causado por uma brincadeira de seu irmão e que todos são fantasmas deformados vivendo presos na casa num universo de ilusão. Curiosidade: A história possui grande similaridade com o filme Os Outros (2001), estrelado por Nicole Kidman. (**)

17) O Castigo / The Doghouse – Direção: JoBeth Williams. Roteiro: Earl Hamner. Elenco: Stephen Baldwin (Barry), Jane Adams (Amanda). Sinopse: Um músico, Barry (Stephen Baldwin), está em apuros nas mãos de um perigoso credor, quando é ajudado por uma enfermeira veterinária, Amanda (Jane Adams), que passava pelo local de carro. Ela o acolhe em sua casa e apresenta seus dois cachorros ferozes, que possuem uma estranha proximidade à dona. Após os cães matarem violentamente o homem que perseguia Barry, e com a revelação mais tarde da misteriosa personalidade psicótica de Amanda, Barry tenta escapar da casa inutilmente e torna-se prisioneiro da enfermeira e seus cães, confinado num porão e descobrindo que não foi o primeiro a enfrentar a mesma situação trágica. (**)

Night Visions (2001) (11)

18) Sem Vida / Still Life – Direção: Ernest Dickerson. Roteiro: Sophie C. Hopkins. Elenco: Mare Winningham (Kate Morris), Peter Wingfield (Sr. Morris). Sinopse: Uma tradicional esposa e mãe de família, Kate Morris (Mare Winningham), repentinamente passa a ser atacada nas ruas por pessoas misteriosas que tentam matá-la. Procurando a polícia, ela não consegue ajuda pois os agressores só são vistos pela ela própria. Mais tarde Kate descobre a triste verdade quando acorda de um coma presa numa cama de presídio, onde ela cumpre pena por matar seu marido violento e as pessoas que a atacavam em seu universo de ilusão e fantasia são apenas aqueles que a cercam na vida real e tentam despertá-la do coma. (*)

19) Boneco do Ódio / Hate Puppet – Direção: Thomas Wright. Roteiro: Naren Shankar, baseado em história de Thomas F. Monteleone. Elenco: Chad Lowe (Andrew Harris), William Atherton (William Price). Sinopse: Um homem comum e trabalhador, Andrew Harris (Chad Lowe), repentinamente tem sua vida revirada quando inexplicavelmente passa a ser ameaçado por pessoas em que esbarra nas ruas, mergulhando num incrível pesadelo. Ele então descobre que vive na verdade num universo paralelo, na pele de um personagem criado por um famoso escritor de livros de horror, culminando num confronto mortal entre eles. O escritor vence a batalha mas descobre também que faz parte da história de outro… (**)

Night Visions (2001) (12)

20) Nas Trevas / Darkness – Direção: Ian Toynton. Roteiro: Erin Maher e Kay Reindl, baseado em história de Dennis Mckiernan. Elenco: Michael Rapaport (Harlow Winton), Ken Pogue (Henry Matson). Sinopse: Um trabalhador comum, Harlow Winton (Michael Rapaport), descobre que tinha uma família e uma fortuna que não conhecia quando recebe a notícia que herdou de seu falecido tio, um velho recluso, uma imensa mansão com dezenas de compartimentos numa pequena cidade. Seu tio enriqueceu através da exploração desumana da população local, onde muitos morreram trabalhando para ele. Para receber uma pensão mensal de US$ 25 mil, a condição que seu tio impôs foi que Winton passasse a morar no aparentemente tranquilo casarão. Porém, a estada do jovem torna-se apavorante e ele descobre que seu tio mantinha toda a mansão sempre fortemente iluminada, para combater misteriosas sombras assassinas que surgiam com a escuridão. Na verdade, uma mortal entidade maligna formada pelo sofrimento e angústia das vítimas de seu tio se apossou da casa e aparece com a escuridão à procura de vingança. (***)

Night Visions (2001) (6)

21) O Labirinto / The Maze – Direção: Tobe Hooper. Roteiro: Steven Aspis. Elenco: Thora Birch (Susan Thornhill), Amanda Plummer (Professora de música), Luke Edwards (Wes). Sinopse: Uma jovem estudante de 19 anos de idade, Susan Thornhill (Thora Birch), é uma garota tímida que não tem amigos, apesar de despertar interesse em um rapaz, colega da faculdade, Wes (Luke Edwards). Ela rejeita um pedido para sair com ele e casualmente entra num labirinto formado por paredes de plantas nos jardins da faculdade. Ao sair do outro lado, percebe um mundo diferente, deserto, sem a movimentação habitual das pessoas. Totalmente confusa, ela anda pelo campus e se depara com eventos estranhos como uma professora de música louca, que está dando aulas para alunos mortos. Encontra também na biblioteca seu admirador Wes, que revela que eles estão dois anos no futuro, onde o mundo está prestes a ser destruído por um gigantesco meteoro, e as pessoas se esconderam em abrigos tentando sobreviver à catástrofe. Susan chega então à conclusão que a única forma de escapar do caos é retornar pelo caminho inverso do labirinto para tentar voltar ao seu tempo e ganhar uma segunda chance para mudar sua vida tediosa. (***)

Night Visions (2001) (16)

22) Harmonia / Harmony – Direção: Paul Shapiro. Roteiro: Jose Rivera. Elenco: Timothy Olyphant (Eli West), Tracy Middendorf (Lucinda), Shirley Knight (Sra. Finch). Sinopse: Numa pequena e misteriosa cidade chamada Harmony, uma mãe mata seu filho porque ele está ouvindo música num discman. Mais tarde, Eli (Timothy Olyphant), um jovem viajando com seu carro numa estrada próxima, é obrigado a parar por problemas mecânicos no veículo, e decide caminhar até Harmony à procura de auxílio. Ele é bem recebido, porém estranha o fato de que todos querem que ele logo vá embora. Recebendo a ajuda de uma bela jovem, Lucinda (Tracy Middendorf), Eli hospeda-se no hotel da Sra. Finch (Shirley Knight). Porém, ele descobre que todo e qualquer tipo de música é terminantemente proibida na cidade, por causa de uma antiga e ameaçadora lenda sobre uma Besta, que é despertada e aparece para espalhar sua fúria assassina e destruidora. Uma vez descrente e curioso com a maldição local, o jovem Eli ignora a proibição, canta uma música e confronta-se com uma terrível realidade. (***)

23) A Carga / Cargo – Direção: Tobe Hooper. Roteiro: Harry Dunn. Elenco: Jamie Kennedy (Mark Stevens), Philip Baker Hall (Capitão Dennis Brascom), Joanna Pacula (Líder imigrante). Sinopse: Um jovem oficial de cargas, Mark Stevens (Jamie Kennedy), ouve ruídos misteriosos no interior de um enorme container de um navio cargueiro em alto mar com destino aos Estados Unidos. Ele descobre a existência de vários clandestinos dentro do container, que são na realidade imigrantes ilegais oriundos da Rússia e leste europeu, os quais liderados pela personagem de Joanna Pacula, pedem socorro ao oficial dizendo que estão famintos e sendo atacados mortalmente por uma fera maligna à bordo. O oficial Stevens então avisa o comandante do navio, Capitão Dennis Brascom (Philip Baker Hall), que ignora sua informação. Ao investigar sozinho a origem das mortes violentas entre os imigrantes ilegais, Stevens descobre que eles são na verdade criaturas sobrenaturais assassinas, criadas artificialmente para os diversos combates revolucionários no leste europeu e que estão matando-se uns aos outros por fome. E essa terrível revelação pode reservar também um final trágico para o curioso oficial de cargas. (***)

Night Visions (2001) (10)

24) A Troca / Switch – Direção: Jefery Levy. Roteiro: Kay Reindl e Erin Maher. Elenco: Natasha Gregson Wagner (Sydney), Pam Grier (Dra. Lewis). Sinopse: Sydney (Natasha Gregson Wagner) é uma mulher atormentada por um distúrbio que evidencia uma manifestação de múltiplas personalidades violentas em sua mente, sendo uma delas suicida. Procurando ajuda com uma psiquiatra, Dra. Lewis (Pam Grier), ela se submete a uma sessão de hipnose e descobre-se um grande trauma de infância que estimulou sua psicose. Tentando encontrar uma saída para seu tormento e buscando a origem de seus conflitos, Sydney faz um mergulho em sua conturbada mente, podendo não mais voltar desse pesadelo. (*)

25) Padrões / Patterns – Direção: Keith Gordon. Roteiro: Philip Levens. Elenco: Malcolm McDowell (Martin), Miguel Ferrer (Dr. Dan Critchley). Sinopse: Um psiquiatra, Dr. Dan Critchley (Miguel Ferrer), recebe um paciente diferente em seu hospital para doentes mentais, por ele atacar aleatoriamente um pedestre. Martin (interpretado pelo veterano Malcolm McDowell), é um homem com uma incrível compulsão obsessiva que determina uma série de padrões e atos programados que são responsáveis pela ordem em todas as coisas do mundo. Ele afirma que os padrões é que mantém tudo funcionando no universo e que seu dom é na verdade um contrato com Deus. Não acreditando em sua história, o Dr. Critchley aplica-lhe uma dose de calmantes e o paciente dorme. A partir daí, uma série de estranhos acontecimentos passam a ocorrer causando desordem e histeria nas ruas, com as pessoas matando-se umas às outras, além de uma chuva de peixes, aviões caindo dos céus e bombeiros propagando fogo em vez de apagá-lo. Desesperado, o psiquiatra insiste para que Martin lhe ensine a técnica dos padrões para restaurar a ordem, sem saber que agora o misterioso dom do acordo com Deus passou para ele. Curiosidade: Essa história de Night Visions foi inspirada num episódio similar da terceira temporada da série nova Além da Imaginação (The Twilight Zone, 1985/89) escrito por J. Michael Stracsynski e Haskell Barkin, chamado The Curious Case of Edgar Witherspoon. (***)

Night Visions (2001) (9)

26) Vozes / Voices – Direção: Ian Toynton. Roteiro: Will Dixon e Damian Kindler. Elenco: Terrylene (Sarah McClinnon), John Finn (Bruce Malone), Lombardo Boyar (Perez). Sinopse: Uma jovem mulher, Sarah McClinnon (Terrylene), é surda desde pequena e faz mais uma tentativa de recuperar a audição através de uma cirurgia, que fracassa. Em compensação, ela adquire um sentido extra e sobrenatural: ouvir os pensamentos das pessoas. Ao participar de um julgamento num tribunal, ele ouve a voz de um policial, Detetive Bruce Malone (John Finn), apenas em sua cabeça, onde ele confessa a autoria de um crime cujo réu está sendo julgado e é inocente da acusação de roubo de dinheiro proveniente de drogas. Sarah então tenta delatar o verdadeiro criminoso para as autoridades, mas o detetive descobre que ela sabe da verdade, e passa a perseguí-la, culminando num confronto perigoso entre eles. (*)

Shadow Realm – Filme produzido especialmente para a TV. Direção: Tobe Hooper, Keith Gordon, Paul Shapiro e Ian Toynton. Roteiro: Will Dixon, Damian Kindler, Steven Aspis, Philip Levens e Jose Rivera. Elenco: Malcolm McDowell, Miguel Ferrer, Amanda Plummer, Timothy Olyphant, etc. Um canal de TV americano, SciFi Channel lançou esse filme em 2002 como uma compilação de quatro episódios de Night Visions exibidos na seguinte ordem: Padrões (Patterns), O Labirinto (The Maze), Harmonia (Harmony) e Vozes (Voices). Porém, o filme tem uma nova introdução, as narrações do apresentador Henry Rollins foram retiradas, e os créditos dos atores principais, roteiristas e diretores dos episódios foram exibidos todos misturados, não sendo possível identificar quem participou de qual episódio.

Leia também:

6 Comentários

  1. Magnífica! uma das melhores do gênero, com cheirinho de Twilight Zone!

  2. Alexandre

    No episódio 8 de night visions,alguém sabe qual é aquele carro vermelho?

  3. www.contosdainconsciencia.co.nf

    Se existe uma série do gênero que seja melhor que essa, eu nunca vi.
    Só lamento a injustiça aqui feita na avaliação do episódio Vida Eterna; para mim simplesmente o melhor. Quase isento de vários elementos de terror, versa de uma forma inquietante sobre um tema que é relevante para todo ser humano. Eu me encontrei em várias falas do personagem principal – de certo o texto mais denso da série. Senti o aperto no coração junto com a filha dele. A ideia em sí é lírica.
    Outro ponto é que a crítica aqui da pagina deixou passar batido (!) um duplo sentido que há no final do episodio. O som de trovão ao mostrar o vitral tem a intenção de passar uma ideia oposta ao paraíso onde supostamente estivera o protagonista. Ou seja, tendo voltado à vida pelo amor da menina, tanto precipitou-se em querer voltar ao além, que suas ações foram más, e perdeu o direito que tivera. Desvalorizou o entreposto, a “jornada de trabalho” que é nossa vida carnal, e ainda quis levar a filha consigo. Como não soube cumprir seu novo tempo, ganhou o inferno. Essa dupla interpretação muda muita coisa…

  4. Vinnícius

    Ótima série, mas não assisti os 4 últimos episódios. =(

  5. Thi MarQs

    Adorava Night Visions

  6. Tiago

    Saudades dessa série,simplesmente a melhor série desse estilo que já vi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *