Críticas, Televisão

Bates Motel (2016) – 4×01: Til Death Do You Part

Com um final instigante, este excelente primeiro episódio dá início ao arco final da série.

Bates Motel (2016) (4)

Bates Motel - 4ª Temporada
Original:Bates Motel - 4 Season
Ano:2016•País:EUA
Direção:Tucker Gates
Roteiro:Carlton Cuse, Kerry Ehrin, Anthony Cipriano
Produção:John Mavrogeorge, Heather Meehan, Jamie Kaye Wheeler
Elenco:Freddie Highmore, Vera Farmiga, Nestor Carbonell, Max Thieriot, Olivia Cooke, Andrew Howard, Karina Logue

O mais interessante das três primeiras temporadas de Bates Motel foi acompanhar o avanço da psicose de Norman Bates (Freddie Highmore) e como aquele frágil e tímido garoto foi aos poucos se transformando em um dos maiores monstros do cinema. O final da terceira temporada deixou claro que aquele garotinho não existe mais e que os fãs de Psicose seriam recompensados com o que estava por vir. Com apenas mais duas temporadas pela frente, Bates Motel agora começa a preparar o terreno para o que vimos no clássico de Alfred Hitchcock e nos apresenta um Norman totalmente psicótico.

A “Danger to Himself And Others”, primeiro episódio desta quarta temporada da série, começa com Norman vagando pelo campo após os acontecimentos do último episódio da temporada anterior, onde acaba sendo encontrado por um fazendeiro. O comportamento estranho e violento de Norman faz com que o fazendeiro o nocauteie e o encaminhe para um hospital municipal. Lá, Norman é colocado em observação na ala psiquiátrica onde será considerado perigoso pelos médicos. Aqui já começamos a perceber as mudanças no rumo da história, pois, pela primeira vez, alguém além de Norma (Vera Farmiga) irá perceber os problemas sérios do jovem Norman.

Bates Motel (2016) (2)

A médica chefe do hospital sugere que Norma procure ajuda especializada ou irá acionar o serviço social que a obrigaria a internar Norman contra a sua vontade e isso coloca Norma em uma desesperada cruzada para conseguir ajuda, dinheiro e um plano de saúde para obter o melhor tratamento para seu filho. Pra variar, Norma recorre ao Xerife Romero (Nestor Carbonell), mas a dinâmica entre os dois também mudou devido aos acontecimentos da temporada anterior. Norma volta a ser a mulher manipuladora de antes, mesmo que por desespero, deixando de ser aquela mãe sofrida que se apresentava nas duas últimas temporadas.

Dylan (Max Thieriot) segue deslocado no enredo enquanto acompanha o transplante de pulmão que conseguiu para Emma (Olivia Cooke). No hospital, Dylan conhece Audrey (Karina Logue), a mãe de Emma, que aparece do nada apenas para revelar que Will (Andrew Howard), pai de Emma, não é aquilo que aparenta, como todo mundo na pequena cidade de White Pine Bay. A recuperação de Emma pode ser uma peça chave para o final da série, uma vez que Norman ainda não sabe que Dylan está namorando Emma e seria uma pena se Emma apenas se curasse para encontrar seu fim nas mãos de Norman.

Bates Motel (2016) (3)

Os minutos finais do episódio ainda apresentam um easter-egg para os fãs do Psicose original. O coelho que Audrey quer que Norman entregue para Emma aparece no final do filme original quando Lila (Vera Miles) esta bisbilhotando pela casa dos Bates. Com um final instigante, este excelente primeiro episódio da quarta temporada de Bates Motel dá início ao arco final da série mudando totalmente o status quo até aqui, apresentando um Norman totalmente surtado e deixando o telespectador curioso para saber como Norman e sua mãe terminarão como os conhecemos lá em 1960.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *