Críticas, Televisão

The Walking Dead (2016) – 7×09: Rock in the Road

Parece que a série vai conseguir reencontrar o tom que a tornou a série de TV a cabo mais assistida no mundo

The Walking Dead (2016) – 7×09: Rock in the Road

The Walking Dead - 7ª Temporada
Original:The Walking Dead - Season 7
Ano:2016•País:EUA
Direção:Greg Nicotero
Roteiro:Angela Kang
Produção:Denise M. Huth, Tom Luse, Paul Gadd, Scott M. Gimple, Jolly Dale, Angela Kang, Matthew Negrete, Channing Powell, Heather Bellson
Elenco:Andrew Lincoln, Norman Reedus, Lauren Cohan, Chandler Riggs, Danai Gurira, Melissa McBride, Lennie James, Sonequa Martin-Green, Alanna Masterson, Christian Serratos, Seth Gilliam, Jeffrey Dean Morgan, Ross Marquand, Tom Payne, Xander Berkeley, Katelyn Nacon, Khary Payton, Steven Ogg, Karl Makinen, Jason Douglas, Logan Miller, Jordan Woods-Robinson, Cooper Andrews

Os fãs de The Walking Dead tiveram cerca de três meses para nos recuperarmos da sofrível primeira parte da sétima temporada. E, nesse período, todos devem ter imaginado se sua fidelidade à série seria recompensada com episódios melhores. A boa notícia é que Rock in the Road é, sim, superior aos episódios mais recentes da série, ainda que não represente uma volta ao topo.

Terminamos o mid-season finale com Rick (Andrew Lincoln) chegando a Hilltop com alguns Alexandrinos e reencontrando Daryl (Norman Reedus), depois que este conseguiu fugir dos Salvadores. O episódio começa com Rick e seu grupo discutindo com Gregory (Xander Berkeley), que não quer saber de encrenca com Negan (Jeffrey Dean Morgan) e acha que Hilltop está muito bem assim, muito obrigado. Sem conseguir a ajuda que esperavam, os Alexandrinos seguem com Jesus (Tom Payne) para o Reino, onde reencontram Morgan (Lennie James) e conhecem Ezekiel (Khary Payton). A resposta do rei é negativa, mas ele oferece asilo a Daryl, que está sendo procurado pelos Salvadores, o que não parece a mais sábia das decisões, já que Negan se vingaria do Reino caso descobrisse que a comunidade está escondendo um fugitivo.

A volta para Alexandria ofereceu um presente aos fãs que sentem falta de ação envolvendo zumbis em The Walking Dead. Bloqueados por carros fechando a estrada, Rick e seu grupo descobrem uma armadilha montada pelos Salvadores para impedir a passagem de uma horda de mortos-vivos envolvendo um cabo de aço preso em dois carros e uma boa quantidade de dinamite. Depois de pegarem alguns dos explosivos, Rick e Michonne (Danai Gurira) dirigem os carros usando o cabo para cortar ao meio dezenas de zumbis da horda, para depois partirem junto com o resto do grupo, deixando apenas uma explosão para trás. Para os fãs, foi uma cena divertida; para os personagens, uma vitória que serve para levantar um pouco sua moral abalada.

Rock in the Road foi um bom retorno para uma série que perdeu muitos espectadores no ano passado. Parece que agora The Walking Dead vai conseguir reencontrar o tom que a tornou a série de TV a cabo mais assistida no mundo. E, para o próximo episódio, os fãs devem esperar algumas repostas: será que Gabriel (Seth Gilliam) traiu Rick? E quem são as pessoas que aparecerem no final do episódio?

Leia também:

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9

3 Comentários

  1. Marcus Matheus

    Mas essa comunidade vai ser utilizada de novo sim… esperem e vcs verão…..

    tudo tem um pq, e felizmente tá tendo esses desenvolvimento todo

    essa temporada está ótima e irei defendê-la

  2. Starmer

    Eu me desapontei com as mortes, esperava algo que me atingisse como aconteceu quando vi um video onde seria a Maggie a morrer, nossa, aquele vídeo me chocou. Chega o episódio matam Abraham que podia ser muito útil no All Out War (e Kirkman tinha dito se arrepender de ter matado ele tão cedo na HQ) ai para complementar fazem Daryl ter mais um cena exagerada, porque as cenas que dão para ele só combinariam se ele ainda fosse o mesmo Daryl da segunda temporada, e usam isso como desculpa para agradar os fãs e matar o Glenn igual na HQ.
    Sério?! Toda aquela enrolação antes sobre o Glenn ter morrido ou não para ele morrer pro Negan?! A Denise morrer da forma que era para o Abraham ter morrido para ele morrer pro Negan?! Foi ridículo, isso sem contar que agora todo mundo culpa o Daryl pela morte do Glenn, o próprio Norman Reedus disse que Daryl vai sentir se sentir culpado e tal ou seja, vai ter mais exagero nesse personagem.

    Preferia que Merle estivesse vivo em vez do Daryl. Merle era legal.

    • Michel Marx

      Não sei bem se foi isso amigo.
      Já era óbvio que o Glenn iria morrer, a temporada passada gritava isso o tempo todo, a cena dos zumbis dilacerando um corpo acima dele e ele escapando foi demais e até ele virar pai foi um dos elementos legais para fechar o personagem dele e finalmente matá-lo.
      Quanto ao Daryl, devo admitir que queria que ele morresse ao invés do Abraham. Pow, o cara foi enganado pelo Chris(o carinha que mora logo ali e que é roubado todos os dias pelo gerome). Piadas à parte, Daryl não era mais o animal de antes, estava quase domesticado, de modo que era necessário um episódio deste tipo para que este lado animalesco dele fosse revivido. A própria cena dele sendo levado ao caminhão foi muito parecida com um animal encurralado, palmas para Norman Reedus por conta disto.
      O que quero dizer é que o Daryl só foi levado pelo Negan por que o próprio Negan sabia que este era o único personagem que ele não conseguiria dominar com o seu teatro com tacos de beisebol e discursos eloquentes, é o tipo de personagem imprevisível que deve ser mantido na rédea para uma missão ou outra e depois descartado como lixo. Coisa típica de um vilão do calibre do Negan.

      Quero ainda ressaltar que discordo apenas neste dois pontos contigo, no mais, disse muito bem. E que, minha opinião é puramente de expectador da série, não sei absolutamente nada da HQ.

      Grande Abraço.

      P.S. Quanto ao episódio 2, achei maravilhoso. O episódio fala muitas coisas mas, em suas respostas, só deixa mais perguntas. Personagens como o Ezekiel não costumam dar tudo de graça numa única cena, principalmente em The Walking Dead.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *