Televisão

Edgar Allan Poe: Buried Alive promete exumar o legado de Poe

“Tornei-me insano, com longos intervalos de uma horrível sanidade.”

A nova temporada da consagrada série documental American Masters, do portal americano de mídia digital PBS (Public Broadcasting Service), estreou no dia 30 de outubro, intitulada Edgar Allan Poe: Buried Alive (Edgar Allan Poe: Enterrado Vivo).

Dirigido por Eric Strange, o documentário explorará a vida e as controversas declarações do aclamado autor e poeta Edgar Allan Poe, conhecido por seus poemas e contos de horror gótico como O Corvo (The Raven), O Gato Preto (The Black Cat), Os Assassinatos da Rua Morgue (The Murders in the Rue Morgue), dentre outras misteriosas e macabras narrativas que inspiram inúmeros livros, filmes e séries sobre o autor e suas obras.

No filme, Poe é interpretado pelo ator Denis O’Hare (American Horror Story), e as leituras selecionadas são dubladas por Chris Sarandon (Fright Night, The Princess Bride) e Ben Schnetzer (Warcraft, The Book Thief). Além de seu cotidiano, as dramatizações explorarão as circunstâncias que surgiram após a morte de Poe, incluindo um obituário que o qualificava como “lunático” e “louco”.

O longa foi oficialmente selecionado pela crítica para ser exibido no Independent Film Festival of Boston 2017 (IFFBoston) e no History Film Forum by the Smithsonian Institution, que ocorreu em Washington.

Edgar Allan Poe está entre os mais famosos e lidos autores americanos. Seu nome e imagem são icônicos. Ele tem sido uma fonte constante de inspiração para inúmeros artistas, escritores, músicos e cineastas. E ainda, apesar da enorme influência de Poe sobre a cultura dos Estados Unidos, o que a maioria das pessoas sabe sobre ele está errado.
Edgar Allan Poe: Buried Alive revelará o homem por trás do mito através de um detalhado exame sobre sua vida, seu trabalho e o mundo em que ele viveu, época marcada por décadas de mudanças extraordinárias na América. Somente assim o mistério sobre quem foi Edgar Allan Poe poderá ser resolvido.

Saiba mais sobre Edgar Allan Poe: Buried Alive acessando o site da produção.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *