Diretor Rickey Bird Jr. fala sobre seu projeto Naked Zombie Girl

0
(0)

Naked Zombie Girl é um curta-metragem grindhouse feito para os fãs de filmes de zumbis. A trama narra a história de Bárbara (Meghan Chadeayne), uma prostituta, e seus dois amigos Tony (Josh Keith Matthews) e Jill (Ali Doughtery), que tentam salvar suas vidas três dias após uma infecção-zumbi levar a maior parte da população.

Naked Zombie Girl (2013)

O projeto busca apoio do público fã do gênero para terminar a produção no esquema de crowdfunding. Para saber mais a respeito de como fazer parte desta produção ou quiser adquirir material promocional (como as camisetas do curta-metragem) acesse o perfil do filme no site IndieGoGo, clicando aqui.

Como surgiu a ideia para filmar “Naked Zombie Girl”?
R: Eu estava atuando em um filme de horror com Meghan (Chadeayne) e havia alguma nudez no filme. Perguntei-lhe se ela ficaria nua em um dos meus filmes e ela disse que dependia da história e então eu disse a ela que serial algo como ela correndo nua e matando zumbis com uma motosserra. Ela sorriu e disse ok.

Como foi o processo de criação dos personagens e qual o motivo de deixar a protagonista praticamente nua por quase todo o filme?
R: Bem, mexer com os personagens foi muito fácil. Escolhi alguns dos nomes do filme Night of the Living Dead (dirigido por Tom Savini em 1990), o meu filme de zumbis favorito. O nome de Bárbara, a personagem principal, também foi retirado de NOLD e o de Tony, o personagem que foi mordido no carro foi retirado do nome de Tony Todd, que também está no filme. Então batizamos os outros personagens de Jill e Barry (ambos baseados em personagens da franquia de vídeo games Resident Evil).

Naked Zombie Girl (2013) (6)

Tem alguma curiosidade ou fato inusitado que poderia nos contar a respeito da produção do curta-metragem?
R: Bem, teve uma história engraçada. O carro quebrou enquanto estávamos filmando e então, por algumas cenas, tivemos que empurrar o carro enquanto eles estavam fingindo dirigir. Isso seria fácil com qualquer outro carro, mas com carros de 4500 libras de peso é outro esquema.

Fale-nos mais sobre a Hectic Films Productions. É uma empresa focada somente no gênero horror?
R: Não, nós tentamos trabalhar com todos os gêneros. Confira o nosso site! Além de horror e comédias também um faroeste chamado Mable.

Como está sendo a aceitação do público a respeito do projeto “Naked Zombie Girl”?
R: Alguns gostaram tanto que ficaram em estado de choque depois do trailer e outros amaram esta ideia louca (que eu também adoro!). Um monte de trabalho duro foi necessário para que o filme fosse iniciado e quando você vê as pessoas elogiando o seu trabalho faz com que todos os envolvidos no projeto se sintam melhor.

A Hectic Films Productions é seu trabalho verdadeiro ou você tem outra profissão?
R: Eu tenho que ter um emprego de verdade para financiar esses projetos. Meu trabalho verdadeiro é em uma plataforma de perfuração.

Naked Zombie Girl (2013) (7)

Você conhece algum dos filmes de horror produzidos aqui no Brasil?
R: Não, mas tem um filme feito fora do Brasil que eu gostaria de ver, se chama Encarnação do Demônio (dirigido por José Mojica Marins em 2009).

Muito obrigado pela sua participação, colega. Gostaria de deixar alguma mensagem aos fãs de cinema de horror underground que aguardam “Naked Zombie Girl” ser exibido no Brasil?
R: Eu só quero agradecer pela entrevista e que todos saibam que podem ser parte deste filme doando em Indiegogo.com. E para quem quiser ver mais fotos e vídeos confira o site do filme Naked Zombie Girl. E para todos aqueles que queiram saber mais sobre nossas outras produções é só acessar o link do site da Hectic Films.

Naked Zombie Girl (2013) (4)

Um grande abraço e muito amor!

Para ver o trailer, clique aqui! E acesse a página do Facebook, da produtora, e adquira materiais publicitários, clicando aqui.

Originalmente publicada em 13 agosto de 2013 no site Estronho

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

(Visited 61 times, 1 visits today)

Iam Godoy

Escritor, colunista, fotógrafo, libertino, subversivo e um porra-louca sem noção do perigo. Comanda desde 2013 o site Gore Boulevard, antro de clássicos e bagaceiras sangrentas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.