Falando no Diabo 39 – O horror para adolescentes e as marcas de cada geração no gênero

5
(1)

Adolescentes vêm sendo vítimas de assassinos sanguinários no cinema de horror há décadas, principalmente a partir da metade dos anos ’70. Mas o que o horror adolescente tem de diferente do horror como um todo para ser considerado um subgênero? No episódio de hoje do Falando no Diabo, trouxemos a pesquisadora Daniela Gomes e o Marcus Lamim, membro do Boca do Inferno, para uma conversa sobre Carrie, slashers oitentistas, a subversão do gênero nos anos ’90 e a situação destes filmes hoje.

Equipe de gravação:
Silvana Perez
Samuel Bryan
Luana Damião

Convidados:
Marcus Lamim
Daniela Gomes

Links:
Ghostface Atrapalhado
Cineclube Interlúdio

Edição:
Maurício Murphy

Arte:
Chris Costa

Se você acompanha nosso conteúdo e pode nos ajudar a manter o Falando no Diabo e o Boca do Inferno vivos, acesse nosso Padrim e conheça as formas de colaborar e as recompensas.

Estamos no Spotify!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

(Visited 214 times, 1 visits today)

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.