American Horror Story (2016): My Roanoke Nightmare – Chapter 5

American Horror Story (2016): My Roanoke Nightmare – Chapter 1
American Horror Story (2016) (3)

American Horror Story - 6ª Temporada
Original:American Horror Story - Season 6
Ano:2016•País:EUA
Direção:Bradley Buecker
Roteiro:Brad Falchuk, Ryan Murphy
Produção:James Wong, Ryan Murphy, Brad Falchuk, Ned Martel
Elenco:Kathy Bates, Sarah Paulson, Cuba Gooding Jr., Lily Rabe, André Holland, Angela Bassett, Adina Porter

American Horror Story nunca foi famosa por sua discrição. Ryan Murphy e sua equipe sempre fizeram questão de levar o horror aos limites do bom gosto com cenas gráficas e chocantes que expõem o horror por trás da história dos EUA, esfregando na cara da sociedade americana seus piores vícios. Por isso, quando todos se questionavam sobre o que viria a seguir, é surpreendente que Murphy tenha conseguido manter em segredo o tema da sexta temporada de sua série de TV. Os inúmeros e variados teasers falsos que inundaram a internet nos meses que precederam a estreia da série fizeram um excelente trabalho despistando os mais curiosos. Mesmo que alguns veículos e fãs tenham cantado a bola lá atrás, após algumas pistas deixadas na temporada anterior, o tema do sexto ano de AHS se definiu com a conexão à lendária colônia Roanoke, que desapareceu no século XVI.

Roanoke foi uma tentativa da Rainha Elizabeth I de estabelecer uma colônia inglesa permanente na Carolina do Norte, nos recém-colonizados Estados Unidos. Grupos de colonos foram enviados para o local entre 1585 e 1587. Três anos depois, todos os colonos haviam desaparecido. Suas casas estavam destruídas e a única pista deixada para trás foi a palavra “Croatoan” escrita em uma árvore. Apesar de estudos apontarem que a colônia possa ter sido absorvida por tribos da região, o desaparecimento de uma cidade inteira tem gerado as mais incríveis teorias. Geralmente envolvendo eventos sobrenaturais, canibalismo e até alienígenas! As lendas em torno de Roanoke acabaram se tornando matéria-prima ideal para Ryan Murphy compor a mais nova temporada de American Horror Story.

American Horror Story (2016) (1)

Intitulado “My Roanoke Nightmare” (meu pesadelo de Roanoke), o sexto ano chegou cheio de referências ao cinema de horror. Logo de cara os fãs do gênero poderão perceber pitadas do clássico A Bruxa de Blair (1999), que coincidentemente teve sua continuação lançada alguns dias antes de AHS estrear, e do excelente A Bruxa (2015). Mas o que mais chama a atenção nesta nova temporada é o formato. Murphy opta por contar sua história no formato de um mockumentário, muito parecido com aqueles assustadores programas sobre assombrações que você pode encontrar no Discovery ou no History Channel. Embora a escolha do formato possa ser acusada de entregar spoilers, já que a história toda é narrada pelos sobreviventes aos terríveis acontecimentos, quando se trata de American Horror Story, podemos esperar qualquer coisa. E aí é que residem as surpresas.

American Horror Story (2016) (2)

O elenco não é novidade para quem acompanha a série desde o começo. Sarah Paulson, Lily Rabe, Cuba Gooding Jr. e André Holland, interpretam os protagonistas, Shelby e Matt Miller, dividindo a cena entre os relatos dos acontecimentos e a encenação de suas histórias. Angela Basset e Adina Porter vivem Lee Miller, irmã de Matt. Kathy Bates aparece de relance, mas terá um papel importante na temporada. Lily Rabe e André Holland estão excelentes, aparecendo apenas durante as entrevistas, em interpretações bastante verossímeis. Seria melhor se o papel de Lily fosse dado a uma atriz menos reconhecida, mas é sempre bom vê-la atuando. Sarah Paulson, ótima como sempre, carrega as cenas das “reconstituições” nas costas já que Cuba Gooding Jr., mais uma vez, interpreta ele mesmo.

American Horror Story (2016) (4)

A direção de Bradley Buecker é concisa e eficiente, mostrando e escondendo na medida certa, dando corpo ao ótimo roteiro de Brad Falchuk e Ryan Murphy. Alguns jump scares aqui e ali e situações que exigem a tradicional suspensão de descrença necessária para engolir algumas atitudes dos protagonistas não prejudicam a média final. O resultado é um dos melhores episódios da série até agora, que se entrega ao horror clássico sem apelar para sexo ou violência estilizados para chamar a atenção pela estética e não pelo conteúdo. American Horror Story, em seu sexto ano, consegue se reinventar ao se aproximar do terror mais tradicional em sua melhor estreia até agora.

(Visited 335 times, 1 visits today)
Rodrigo Ramos

Rodrigo Ramos

Designer por formação e apaixonado por HQs e Cinema de Horror desde pequeno. Ao contrário do que parece ele é um sujeito normal... a não ser quando é Lua Cheia. Contato: rodrigoramos@bocadoinferno.com.br

13 comentários em “American Horror Story (2016): My Roanoke Nightmare – Chapter 5

  • 10/12/2016 em 16:04
    Permalink

    Começo prometendo e acabou como uma decepção total… foi tao ruim, tao ruim que fiquei de cara

    Resposta
  • 23/11/2016 em 21:30
    Permalink

    Eu acho AHS um desperdício, em varios sentidos, pois apesar da serie ter varios pontos altos (Trilha sonora, atuações, fotografia, enredo instigante) ela sempre decepciona com um desenvolvimento porco estragando tudo.

    Resposta
    • Rodrigo Ramos
      12/11/2016 em 01:34
      Permalink

      Ainda não! Estou atrasado mas já estou voltando! Aproveitarei o feriadão pra me atualizar!

      Sorry! 🙁

      Resposta
  • 03/11/2016 em 13:03
    Permalink

    Dandy não era o assassino palhaço.. .

    Resposta
    • Rodrigo Ramos
      12/11/2016 em 01:36
      Permalink

      Era sim. Depois do Twisty, é ele quem assume o manto de assassino palhaço.

      Resposta
  • 20/10/2016 em 17:00
    Permalink

    Levando em consideração ao histórico de AHS a tendencia é piorar.

    Resposta
  • 12/10/2016 em 19:13
    Permalink

    Me sinto uma filha pródiga dessa série. Terminei a temporada 4 só por teimosia e a 5 abandonei na metade. Essa temporada tá tendo os melhores momentos iniciais e os personagens são absolutamente críveis! Eu nem ia assistir, mas as críticas do Boca chamaram muito a atenção. Obrigada!

    Resposta
    • 13/10/2016 em 11:42
      Permalink

      Obrigado Tracy!

      Eu havia prometido que abandonaria AHS na terceira temporada, mas a quarta, com um tema que gosto muito, me trouxe de volta. A quinta teve seus bons momentos, mas a história é bastante irregular. Quem salvou AHS no último ano foi o elenco, como sempre, que estava incrível.

      Agora esta sexta, que eu já havia prometido ser a última, tem essa melhora enorme, e acabo ficando curioso pra ver o que vai rolar no ano que vem.

      É como um vício…

      Resposta
  • 23/09/2016 em 02:16
    Permalink

    Abandonei a 5º temporada no 4º episódio. Simplesmente não me interessou aquele exagero estético e de sangue sem uma história com substância. A boa e infalível fórmula de contar uma história com nuances e trazendo personagens críveis, além do modelo de documentário estilo Paranormal Witness no primeiro episódio,que causa estranhamento e curiosidade, me reconquistou.

    Resposta
  • 21/09/2016 em 14:36
    Permalink

    esse episodio foi muito bom , gostei de tudo até agora apesar do Cuba Gooding Jr “interpretar ele mesmo “, como foi mencionado eu gostei por ser um grande fã dele , e as referencias a Bruxa de Blair e a Bruxa foram o que mais gostei, espero que não arrumem explicações chatas para esses fenômenos ao longo da serie e mantenham o mistério!! e estou ansioso para ver Kathy Bates novamente, já que a maravilhosa Jessica Lange não participa mais!! adorei a critica!!

    Resposta
    • Rodrigo Ramos
      22/09/2016 em 01:20
      Permalink

      Obrigado Vitor!

      Gostei muito desse primeiro episódio! Vamos torcer pra manter o ritmo e volte mais vezes para as críticas dos próximos capítulos.

      Abraço!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien