10 Créditos Iniciais mais Memoráveis do Cinema de Horror

0
(0)

Créditos

Mais do que uma maneira de apresentar elenco e equipe, os créditos iniciais de um filme podem ser uma experiência sensorial que prepara o espectador para o que está por vir pelo resto da metragem. Embora muitos realizadores desprezem esse potencial, jogando apenas alguns letreiros contra um fundo preto, existem aqueles que sabem criar verdadeiras obras-primas a partir dos créditos. Neste artigo, iremos contar dez dos melhores e mais criativos exemplares dessa arte dentro do nosso gênero favorito. Essa lista não é definitiva, e convidamos os leitores a criarem seus próprios Top 10’s nos comentários.

10- Berberian Sound Studio
Neste pequeno e pouco falado filme de 2012, Toby Jones interpreta Gilderoy, um engenheiro de som que viaja para a Itália para gravar os efeitos sonoros de um filme de horror vagabundo chamado The Equestrian Vortex. O que garante a décima posição nessa lista não é apenas a incrível animação dos letreiros, com figuras de demônios e torturas em tons de vermelho e preto, mas o fato de que os créditos iniciais não são de Berberian Sound Studio, mas de The Equestrian Vortex, o filme fictício em que Gilderoy está trabalhando – ou seja, créditos do filme dentro do filme! Um toque curioso e excêntrico que deixa essa película ainda mais interessante.

9- Se7en – Os Sete Crimes Capitais
Pouco ou nada se sabe sobre o serial killer John Doe, exceto sua obsessão com os sete pecados capitais. Os créditos iniciais de Se7en dão uma pequena mostra da intimidade do assassino, mostrando, através de uma montagem nervosa, seu hábito de arrancar as suas impressões digitais com uma gilete e seu hábito de manter diários. O mais curioso, entretanto, é que o ator que interpreta o personagem pediu para que seu nome não aparecesse nos créditos iniciais, para causar um choque no espectador quando ele aparecesse de fato. Seu nome, entretanto, aparece logo que o filme termina.

8- El dia de la Bestia
Símbolos místicos, satanistas, cristãos, maçônicos, natalinos, tudo isso apresentado em uma animação frenética. Como se não bastasse um padre que caminha por Madrid sacaneando todo mundo que vê pela frente com a intenção de se aproximar das forças do mal. Tem como não amar esse filme?

7- Reanimator
Este quase perdeu para Psicose, que possui uma música tema muito parecida. Mas embora o filme de Alfred Hitchcock seja superior, os créditos de Reanimator ficam na frente pelo uso de imagens da anatomia humana, que se encaixam como uma luva na temática do filme e na trilha de Richard Band.

6- Ed Wood
Mais do que uma simples biografia do alardeado “pior diretor de todos os tempos”, esse filme de Tim Burton é uma excêntrica homenagem ao improviso e à criatividade. Não deixa de ser curioso, portanto, que a só cena de créditos iniciais tenha tido um orçamento maior do que qualquer filme do verdadeiro Edward D. Wood Jr. Trazendo cemitérios, polvos gigantes e discos voadores ao som da trilha sonora de Howard Shore, essa sequência nos faz pensar no que Wood não poderia fazer se seus filmes tivessem mais dinheiro…
https://www.youtube.com/watch?v=xN44-Jq0klI

5- Creepshow – Show de Horrores
Creepshow é um tributo de Stephen King e George Romero aos quadrinhos de horror da EC Comics. Nas sequência inicial, Joe Hill (filho de King) interpreta um garotinho que tem os seus gibis tomados pelo pai (Tom Atkins). Mas os quadrinhos que ele tanto ama tomam vida numa sequência animada que, embora curta, traz toda a essência do que há de assustador e divertido nesse fantástico filme.

4- The Rocky Horror Picture Show
A ideia inicial dos realizadores de The Rocky Horror Picture Show era fazer uma montagem com todos os filmes citados na canção Science Fiction – Double Feature, como O Dia em que a Terra Parou, O Planeta Proibido, O Homem Invisível e tantos outros. Mas como o pequeno orçamento tornava inviável adquirir os direitos de todos esses filmes, o diretor Jim Sherman e o roteirista Richard O’Brien preferiram utilizar a icônica imagem da boca vermelha destacada (pertencente a Patricia Quinn, com a voz do próprio O’Brien) cantando a canção de abertura. Hoje é praticamente impossível falar do filme sem evocar essa imagem, que ficou sagrada no imaginário dos fãs de musicais de horror.

3- O Massacre da Serra Elétrica
Não apenas os créditos, mas o letreiro inicial (narrado por John Larroquete), os barulhentos flashes fotográficos e a imagem de um cadáver e putrefação já mostram que O Massacre da Serra-Elétrica será um filme incômodo. Os nomes dos atores aparecem em cores quentes tendo ao fundo a narração de um repórter a respeito dos roubos de cadáveres que estão acontecendo no Texas. É uma sequência inicial que não deixa dúvidas de que o que virá pela frente será puro inferno.
https://www.youtube.com/watch?v=swBoRZaCTPA

2- Halloween
Embora a famosa tomada da lanterna de abóbora seja absolutamente imbatível, o roteiro original de Halloween curiosamente indicava que os créditos iniciais deveriam se focar na máscara branca de Michael Myers. A mudança foi para melhor, já que assim o tema do Dia das Bruxas ganha ainda mais força. Impossível também imaginar essa abertura sem a fantástica trilha sonora do diretor John Carpenter, que carrega completamente o filme.

1- O Iluminado
A partir de uma belíssima tomada de helicóptero sobre os lagos e montanhas do Colorado, vemos um pequenino fusca amarelo cruzando a estrada, conforme os créditos iniciais sobem. Há algo de estranhamente perturbador na forma como o espectador parece ser arrastado contra a sua vontade por aquela passagem, ainda mais sabendo que no fim daquele caminho está o Hotel Overlook, com seus corredores luxuosos e esqueletos no armário. Uma forma poderosa de começar um dos maiores clássicos da história do cinema.
https://www.youtube.com/watch?v=TgCejsyS0t8

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Matheus Ferraz

Mineiro, autor publicado e mestre em Biografia pela University of Buckingham

2 thoughts on “10 Créditos Iniciais mais Memoráveis do Cinema de Horror

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.