O que esperar do novo disco do King Diamond?

Depois de doze anos sem lançar um disco de estúdio, King Diamond, o mestre do terror no heavy metal, pôs fim ao maior hiato da sua carreira e anunciou o lançamento de um novo disco, levando ao delírio os fãs sedentos de material inédito. O título do álbum, previsto para este ano (2020), será The Institute e faz referência ao clima aterrorizante acerca dos hospícios da década de 1920. Sobre o tema do disco, em uma entrevista cedida à Full Metal Jackie, o rei diamante declarou: “Eu escolhi isso porque acho que é um cenário muito assustador. E o fato é que eu sei que alguém falou sobre isso, mas esse não é o cenário, na verdade. Há muitas outras coisas envolvidas, mas o cenário parece como se fosse um asilo da década de 1920 – é exatamente o que parece”.

A primeira faixa inédita, disponível em diversas plataformas digitais desde o ano passado, é a intensa Masquerade Of Madness, que conta a história de uma criança internada em um hospício macabro e sua luta contra a insanidade e os maus tratos cometidos pela instituição. Junto com a primeira faixa, King Diamond divulgou também a capa do novo disco, que traz a protagonista de Masquerade Of Madness sentada em uma cama do hospício infernal usando a terrível máscara de ferro, objeto que representa as atrocidades psicológicas cometidas comumente nos antigos manicômios.

A sonoridade apresentada em Masquerade Of Madness é exatamente a mesma dos outros discos, e esse é um ótimo sinal. A receita clássica envolvendo vocal melódico sombrio, guitarras harmônicas, clima de terror, som rico em elementos, teclado fúnebre e arranjos criativos não falha nunca, e é exatamente isso que os fãs esperam. Afinal de contas, em time que está ganhando não se mexe. E mesmo com pouco mais de quatro minutos, a nova faixa traz a assinatura da obra de King Diamond na melhor forma.

Tendo como base a faixa lançada no ano passado, fica a impressão de que o vocalista sexagenário dinamarquês mais infernal de todos os tempos vai matar a sede de metal, acumulada por doze longos anos, desde a gravação de Give Me Your Soul… Please em 2007, trabalho inexpressivo em comparação com os outros discos do rei. Ao lado do guitarrista e tecladista Andy LaRocque, lenda viva das harmonias sombrias no heavy metal, King Diamond tem tudo para emplacar um grande clássico contemporâneo, do alto dos seus trinta anos de carreira. Agora só nos resta esperar pelo lançamento do full-length e torcer para que as trombetas malignas anunciem a passagem da grandiosa tour The Institute pelo Brasil*.

Masquerade Of Madness
(King Diamond, 2019)

There is a girl in misery
And in sanity
Painting figures on her walls
Those voodoo dolls

I come to say goodbye
I’ll take you down to 9
Masquerade of madness
Masquerade of sadness
Madness

There is a masque for all the dead
And a masque for pain
You gotta leave your mind behind
Don’t go insane

I come to say goodbye
I’ll take you down to #9
Masquerade of madness
Masquerade of sadness
Madness

And when they come for you tonight
Darkness of the mind
Keep on the masque they made for you
Only speak inside

I come to say goodbye
I’ll take you down to 9
Masquerade of madness
Masquerade of sadness
Madness

* King Diamond anunciou que fará um show da tour The Institute em São Paulo, no dia 03 de maio de 2020, única apresentação no Brasil.

(Visited 322 times, 1 visits today)
Juliano Jacob

Juliano Jacob

Marketeiro digital, mineiro da gema e viciado em xadrez. Fã de filmes e livros aterrorizantes, guitarrista/baterista amador, escreve sobre música macabra no Boca do Inferno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien