William Friedkin elege The Babadook como o filme mais aterrorizante que já assistiu

0
(0)
Longa australiano tem direção de Jennifer Kent
Longa australiano tem direção de Jennifer Kent

Desde que começou a ser exibido em festivais de todo o mundo, o australiano The Babadook, escrito e dirigido por Jennifer Kent, vem recebendo elogios. Se esses não foram suficientes para chamar sua atenção para o longa, talvez um post de William Friedkin no Twitter seja.

Diretor de um dos filmes mais citados como mais aterrorizante de todos os tempos, O Exorcista, Friedkin postou que “nunca vi um filme mais assustador que The Babadook. Ele vai assustá-lo tanto quanto a mim”. Ele prosseguiu, dizendo ainda que o filme está senso exibido em poucos cinemas, mas lembrando eu já está disponível em VOD.

The Babadook é estrelado por Essie Davis, Noah Wiseman, Daniel Henshall, Hayley McElhinney, Barbara West e Ben Winspear.

Seis anos após a morte violenta de seu marido, Amelia está perdida. Ela luta para disciplinar Samuel, seu filho de seis anos que está fora de controle, um menino que ela acha impossível amar. Os sonhos de Samuel são assombrados por um monstro, que ele acredita que virá para matar os dois. Quando um perturbador livro de histórias chamado The Babadook aparece em sua casa, Samuel fica convencido de que o Babadook é a criatura com a qual ele tem sonhado. Suas alucinações saem do controle, ele se torna mais imprevisível e violento. Amelia, assustada com o comportamento de seu filho, é forçada a medicá-lo. Mas quando ela começa a ver sinais de uma sinistra presença ao seu redor, aos poucos percebe que a coisa contra a qual Samuel tentava alertá-la pode ser real.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno. Ainda fala de feminismos no Spill the Beans e de ciclismo no Beco da Bike.

8 thoughts on “William Friedkin elege The Babadook como o filme mais aterrorizante que já assistiu

  • 21/12/2014 em 04:48
    Permalink

    Exagero total … ainda estou tentando digerir o filme e não entendi o pq a critica especializada está exaltando tanto o filme , aliás este foi exatamente o fator q me incentivou a assistir o filme , as criticas . Não se enganem , o filme e regular , dramático e chega ao limite do tédio , não e iste susto , nem pavor , nem densidade no roteiro . Me adimirei com esse comentário de William Friedkin , de quem sou fã, não apenas pela obra prima O exorcista , mas por outros como: operação França , bug – possuídos , killer joe , etc… o objetivo desse comentário é simples e direto : jogada de marketing ! Caso vc esteja curioso , assim como eu fiquei , c aventure e perca duas horas do seu tempo assindo e esse filme dispensável e q será esquecido por vc alguns minutos após os créditos finais

    Resposta
  • 08/12/2014 em 08:35
    Permalink

    O filme fica na média, não é bem um terror, esta mais para drama, SPOILER(Babadook é a mãe, estressada pela rotina extenuante e ainda sem conseguir lidar com a perda do marido, ela termina dando vazão a paranoia, projetando seu lado negro em uma entidade que só ela vê, por isto do pirralho(aquele maldito), falar que o Babadook nunca vai deixa-la, e por isto do final onde ela não deixa o pirralho ver o “Babadook” no porão, porque ele não existe).

    Resposta
  • 07/12/2014 em 12:29
    Permalink

    Olha! Exagero esses elogios todos com esse filme. Não chega a ser ruim, mas um terror revitalizador como muitos falam por aí tá longe!!!

    Resposta
  • 07/12/2014 em 08:07
    Permalink

    Assustador onde ? Nunca vi um filme mais superestimado kkkk, única coisa que senti foi tédio ! Lixo

    Resposta
  • 07/12/2014 em 00:01
    Permalink

    Menos, William Friedkin… Bem menos…

    Resposta
  • 06/12/2014 em 17:46
    Permalink

    Medo é algo pessoal.
    Mas acho que W. Friedkin fez isso para promover o filme.
    É um filme tenso e só!
    Poderiam ter explorado melhor o final do filme, acho que se perderam um pouco e viajaram demais…

    Resposta
  • 03/12/2014 em 22:03
    Permalink

    acho exagero! o filme em si é um bom terror, com cenas realmente assustadoras (sem apelar para a música) e com uma historia que faz com que a gente se importe com os personagens. comparando com outros filmes que foram lançados nesse ano, ele é um dos melhores filmes de terror desse ano, mas não achei tão assustador

    Resposta
  • 03/12/2014 em 14:15
    Permalink

    só se for a maior porcaria que você ja assistiu.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.