Brad Dourif quase não dublou Chucky em Brinquedo Assassino

Hoje, é impossível imaginar um Chucky sem a voz de Brad Dourif. Mas e se o primeiro Brinquedo Assassino tivesse sido diferente? Em uma entrevista ao AV Club, Dourif contou que não foi ele o primeiro a dublar o Brinquedo Assassino, mas o resultado não agradou ao público, e o longa foi refeito com sua voz.

O que aconteceu foi que, quando eles fizeram o primeiro Brinquedo Assassino, eu estava gravando Mississippi em Chamas e eles precisavam que eu fosse ao estúdio, mas eu, obviamente, não pude porque eu estava no set trabalhando, então eles encontraram outra pessoa. Eles não podiam esperar. Eles conseguiram esse cara, e ele e Tom Holland fizeram todo o filme, riram pra caramba, e aparentemente era muito engraçado, e eles adoraram e mostraram para uma plateia, e o público detestou. Eles detestaram.

Àquela altura eu já tinha terminado meu trabalho em Mississippi em Chamas. Eu ia para Woodstock passar um tempo, e eles disseram ‘Não, não, não. Por favor, venha fazer isso’, então eu fui até lá e fiz. Eu ouvi o que eles fizeram e disse ‘Está bem claro por que isso não funcionou. Você não pode interpretar de forma cômica. Ele é sério, e o que é engraçado é engraçado’. O ‘vá se foder’ no elevador, aquilo foi improviso. Eu disse ‘Espere aí, espere aí. Eu sei o que fazer aqui’. Não é como se fôssemos contra algo engraçado. Tudo se refere ao momento, e Chucky sempre foi um pouco exagerado. Ele nunca não foi exagerado. Isso é grande parte do que o fez ser bem-sucedido. Isso acabou se tornando totalmente autorreferencial em Noiva e Filho, e, agora que todo mundo está fazendo remakes, ele voltou a ser mais assustador.

O sétimo filme da franquia Brinquedo Assassino está em produção e será dirigido por Don Mancini, roteirista de todos os anteriores e diretor de O Filho de Chucky e A Maldição de Chucky. Ainda que não tenha sido oficialmente anunciado, Brad Dourif deve voltar a emprestar sua voz e personalidade ao boneco.

(Visited 215 times, 1 visits today)
Silvana Perez

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien