Thriller psicológico Memento Mori mostra eventos que levaram garota ao coma

Memento Mori é um filme belga escrito e dirigido pelo estreante Michael Vermaercke, um jovem cineasta de Flanders que já tem alguma experiência com curtas-metragens. Inclusive, o último que ele realizou – The Disturber – foi premiado em 2016 no Vampire Film Festival da Transilvânia.

Agora, em seu primeiro longa-metragem, ele tratará sobre “o medo e insegurança de adolescentes que estão prestes a entrar na vida adulta”.

Produzido por Piet Sonck, da independente Gypsy Productions, Memento Mori acompanha Fleur (Charlotte De Wulf), uma adolescente que aparentemente tem a vida perfeita: ela é bonita, rica e popular. Mas, como toda boa protagonista, ela guarda um segredo obscuro que é revelado durante uma festa na piscina, onde um violento incidente acontece terminando com Fleur em coma. A partir disso, o filme mostra a garota revivendo os eventos que a levaram a esse trauma.

O filme teve sua estreia no Festival Internacional de Cinema Fantástico de Bruxelas e foi introduzido para o mercado cinematográfico no Festival de Cannes. O título, Memento Mori, vem da frase em latim “lembre-se de que você vai morrer”, fazendo referência aos adolescentes que levam a vida de forma inconsequente, principalmente conforme vão chegando mais perto da vida adulta.

Laura Dourado

Jornalista, bailarina, amante irrecuperável de filmes de terror. Assiste todos os tipos possíveis, dispensando só os terríveis found footages.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *