Lake of Death: novo filme norueguês traz pesadelos para a realidade

0
(0)

A plataforma norte-americana Shudder continua a surpreender pelos seus lançamentos exclusivos, e agora é a vez de Lake of Death, filme norueguês que chega com exclusividade na plataforma nesta quinta, 16 de julho.

Em Lake of Death, a diretora Nini Bull Robsahm (Amnesia) se inspirou em um popular livro da Noruega lançado em 1942 (que ganhou uma adaptação para o cinema em 1958) de mesmo nome (De dødes tjern). Robsahm gravou Lake of Death em 35mm e trouxe o ganhador do Oscar Bob Murawski (Army of Darkness, Arraste-me para o Inferno, Guerra ao Terror) para editar o filme. Estrelando Iben Akerlie, Jacob Andersen Schøyen, Jonathan Harboe, Sophia Lie e Elias Mun, o filme estará disponível através da plataforma Shudder nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.

Um ano após seu irmão gêmeo desaparecer misteriosamente, Lilian e seus amigos vão até a velha cabana da família para dizerem seu último adeus. Mas logo que eles chegam, estranhos acontecimentos começam a ocorrer. Conforme a linha entre a realidade e os pesadelos de Lilian começa a desaparecer, ela deve lutar internamente e externamente para permanecer viva. A horrível lenda sobre o local está se tornando realidade, ou o verdadeiro inimigo está entre eles?

Confira o trailer abaixo:

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lucas Crizza

Motion designer, apaixonado por tudo que envolve o mundo do horror. Quando criança descobriu a seção de terror nas videolocadoras e nunca mais foi o mesmo.

2 thoughts on “Lake of Death: novo filme norueguês traz pesadelos para a realidade

  • 17/07/2020 em 15:52
    Permalink

    A única coisa verdadeiramente boa desse é, infelizmente, o pôster, além da belíssima natureza norueguesa. De resto, pra mim pelo menos, foi só decepção.

    Resposta
    • 22/07/2020 em 18:53
      Permalink

      Concordo com você em gênero, número e grau. Fraco, a atriz principal é ridícula, de tão insossa. Até um macaco treinado atuaria melhor! História batida, elenco fraco = bomba!

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.