Produtora fala sobre o fim de Hannibal

0
(0)

Hannibal (2015)

Em junho completará um ano desde o anúncio trágico da NBC sobre o cancelamento de Hannibal, uma das melhores séries dos últimos anos e que se encerrou na terceira temporada. O fim realmente abalou os fãs principalmente quando souberam que uma possível quarta temporada traria a primeira aparição da personagem Clarice Starling e que o enredo teria como base O Silêncio dos Inocentes.

Passada a maré alta, a produtora Martha De Laurentiis resolveu finalmente falar sobre o fim de Hannibal e culpou, em parte, a pirataria. “Quando a NBC decidiu não renovar Hannibal para uma quarta temporada, eu não poderia deixar de associar isso ao fato da série ser a quinta mais baixada em 2013.“, ela contou. “Quase um terço da audiência de Hannibal é fruto de sites piratas, embora cada capítulo pudesse ser baixado legalmente (pelo menos nos EUA) no dia seguinte após a transmissão pela TV. Não é necessário ser um gênio em matemática. Se um show é roubado, torna-se difícil (se não impossível) continuar a trabalhar e compensar de forma justa toda a equipe envolvida.

De Laurentiis continuou: “Foram os piratas que acabaram com Hannibal? Isso é algo que não sabemos. Mas, com mais de dois milhões de telespectadores assistindo ao nosso programa ilegalmente, é difícil não pensar que, aparentemente, eles tenham uma parcela de culpa.

Pode ser que a produtora tenha razão, mas e as outras séries que continuam sendo exibidas e que também são vítimas de download ilegal? Além disso, Hannibal tinha uma audiência muito baixa para os padrões de um canal como a NBC. Antes tivesse sido exibida pelo FX, Showtime ou HBO

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.