Guerra Incivil dos Monstros

Desde o cinema inventivo da Universal, no início da década de 40, os monstros começaram a ter seus destinos cruzados em filmes divertidos, que dividiam a atenção do público na torcida de seus preferidos. Esses confrontos mostravam o quanto os crossovers podiam ser uma interessante solução para evitar o desgaste das criaturas, em fórmulas que começavam a se repetir. Essa tendência foi conduzida pelas décadas seguintes, incentivando os encontros inusitados de Godzilla e outros monstros e personagens esquisitos. No período contemporâneo do horror, Freddy Krueger mostrou suas garras contra o facão de Jason Voorhees, enquanto as babas ácidas do Alien atingiam a camuflagem do Predador; também dividiram o cenários outras criaturas improváveis como as serpentes Boa e Python, como também Anaconda com os crocodilos gigantes do lago plácido.

Com a evolução dos efeitos especiais, os encontros comuns nos quadrinhos de super-heróis e vilões passaram para a tela grande, ampliando as possibilidades. Como a Sétima Arte já está tornando realidade a imaginação dos fãs, e os heróis agora resolveram se enfrentar na estreia da semana, Capitão América: Guerra Civil, o Boca do Inferno também está decidido a ver sangue na arena. Se Death House será Os Mercenários do terror, com o maior número possível de astros do gênero, por que não podemos desejar uma “Guerra Incivil” dos grandes ícones do gênero?

Imagine dividir os grandes vilões de horror em dois grupos, colocando-os num confronto épico pela supremacia do Inferno? Não precisa mais pensar a respeito. Vamos colocar as ideias em prática, pelo menos como uma fanfic de alguém que é fã de horror, mas está cansado dos heróis dos quadrinhos e blockbusters! Veja se poderia funcionar e opine a respeito nos comentários? Seria possível algo tão inusitado e divertido?

Time Freddy Krueger

De um lado, teríamos o Mestre dos Pesadelos, Freddy Krueger, ávido por provocar a insanidade do oponente. O grupo deve ser liderado por Krueger por sua capacidade de agir com consciência. É preciso ter um monstro que saiba como destruir seus inimigos, pense em suas fraquezas, conheça os seus medos. Para enfrentar o Mal maior, ele deixaria de lado qualquer rusga com Jason Voorhees, seu braço direito, visto naquele crossover falho. Jason agiria como uma máquina de matar, indestrutível, violenta e inconsequente, como um outro parceiro, também presente, de posse de uma motosserra: Leatherface. O canibal se afastaria do Texas para se unir à equipe, e quem sabe pensar em adquirir uma boa dose de carne para a família. Atravessando o deserto, ignoraria os mutantes do vale que tem olhos para uma passada numa funerária. Freddy acredita que o Homem Alto que caminha (e tem pesadelos – Booooy) por lá, com suas bolinhas metálicas, pode ser uma boa aquisição para o grupo, assim como aquele mascarado silencioso que só aparece no Dia das Bruxas. Antes de partir para a briga, Freddy abriria sua encomenda – um boneco Good Guy, que anda perseguindo um menino na América e conhece rituais satânicos. Aliás, é o próprio Charles Lee Ray, no corpo do brinquedo assassino, que sugeriria o uso da Configuração dos Lamentos, com o apoio dos demônios cenobitas, liderados pelo cabeça de prego.

A equipe estaria pronta para o embate: Freddy Krueger, Jason Voorhees, Michael Myers, Leatherface, Pinhead, Tall Man e Chucky – unidos pela parcela humana que carregam. O objetivo do enfrentamento se deve ao medo da Terra se destruída pelos monstros do outro Time, e acabar com as vítimas de sempre. O estopim da confusão envolve o surgimento de uma criatura imensa nas proximidades de Nova Iorque…

Time Godzilla

Esqueça as motivações heroicas do lagarto radioativo! Godzilla foi despertado de seu sono com a queda de uma nave alienígena, comandada por uma criatura guerreira, hábil em se camuflar. Durante sua batalha espacial contra um poderoso Alien, os predadores viram sua nave se chocar com outra, contendo ovos de pequenos monstrinhos carnívoros. Com a possibilidade de dominar o planeta, deixaram as intrigas de lado e se uniram ao monstro gigante e a uma imensa cobra amazônica trazida numa embarcação clandestina. Se a destruição já não fosse suficiente, uma criatura alada, despertada de sua hibernação, seguiu Leatherface pelo deserto e decidiu aproveitar seus 23 dias de trabalho para se alimentar daqueles que tentam equilibrar as forças. Um lagarto imenso deixa um rastro de destruição, enquanto os alienígenas menores atacam a população, assustada pelo aparecimento de uma gosma que parece aumentar seu tamanho a cada corpo digerido.

Logo, a trupe de Freddy surgiria para o confronto contra Godzilla, Anaconda, Alien, Predador, Jeepers Creepers, Critters e a Bolha. Nesse confronto não existiriam heróis, e os humanos seriam presas fáceis.

Está preparado para a batalha? De que lado você ficaria?

(Visited 121 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

3 comentários em “Guerra Incivil dos Monstros

  • 22/10/2017 em 22:08
    Permalink

    Bacana, mas pode incluir muito mais gente aí, Hellraiser, alguém assumindo a identidade de GhostFace, uns carniceiros caipiras de panico na floresta, traga o Creeper para a equipe do Freddy por ele ter traços humanos, e o casal Warren tentando entender o porque disso e como fazer com que a raça humana não seja dizimada e claro alguém precisa ter uma premonição sobre isso em uma cena introdutória

    Resposta
  • 22/10/2017 em 22:06
    Permalink

    Bacana, mas pode incluir muito mais gente aí, Hellraiser, alguém assumindo a identidade de GhostFace, uns carniceiros caipiras de panico na floresta, traga o Creeper para a equipe do Freddy por ele ter traços humanos, e o casal Warren tentando entender o porque disso e como fazer com que a raça humana não seja dizimada

    Resposta
  • 08/10/2016 em 10:16
    Permalink

    Já estou pensando em criar uma fanfic sobre isso e.e

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien